Pesquisar

domingo, 30 de setembro de 2012

A uma semana das eleições municipais, Justiça Eleitoral alerta sobre cumprimento da lei

A uma semana das eleições municipais, a Justiça Eleitoral aumenta a fiscalização sobre o cumprimento da legislação que determina uma série de regras às vésperas da votação. Aproximadamente 140 milhões deverão ir às urnas para escolher prefeito e vereador. De terça-feira (2) até o dia 9 nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto em flagrante delito ou devido a sentença criminal condenatória por crime inafiançável e desrespeito a salvo-conduto. 

Três dias antes das eleições, na quinta-feira (4), está fixado o limite para os candidatos fazerem campanhas de rua e comícios. Também a partir dessa data os juízes eleitorais poderão expedir salvo-conduto em favor de eleitor ameaçado de violência moral ou física que ponha em risco sua liberdade de votar. 

Na quinta-feira (4) será o último dia para a veiculação da propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de rádio e televisão, assim como em reuniões públicas ou comícios, com a utilização de aparelhagem de som. 

Dois dias antes das eleições, na sexta-feira (5), será o último momento para a divulgação paga, na imprensa escrita e na internet, de jornal de propaganda eleitoral. A véspera da votação, no dia 6, é o último dia para o eleitor receber a segunda via do título. Também é a última oportunidade de fazer propaganda eleitoral usando alto-falantes e amplificadores de som. 

As votações, no dia 7, ocorrem das 8h às 17h. Nesse dia, os eleitores podem manifestar publicamente suas preferências, usando camisas, bonés e adereços dos candidatos, mas é proibida a propaganda eleitoral por meio de grupos de pessoas e carros de som. A partir do fechamento das urnas, há a emissão dos boletins de urna e o início da apuração e da totalização dos resultados.

FolhaWeb

Eleição muda cenário em cidade na região de Londrina

Quem chega a Florestópolis, município a 70 km de Londrina, fica admirado com o "cenário" atual da cidade. O município, com cerca de 11 mil habitantes e 9.904 eleitores, foi tomado por bandeiras azuis e amarelas desde o início da campanha eleitoral. As bandeiras hasteadas em um bambu sinalizam a preferência dos moradores.
No Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não há nenhuma pesquisa registrada para a eleição na cidade, e nem precisa, bastar olhar para cima e ver em quem cada um dos moradores irá votar. A bandeira azul identifica o atual prefeito e candidato, Onício de Souza, o Nicinho (DEM). Já a amarela, o adversário, Nelson Junior (PSB), filho de um ex-prefeito que administrou a cidade por duas vezes. Bandeiras brancas e vermelhas também são notadas em pouca quantidade na cidade, uma antes do material do atual prefeiro ganhar a cor definitiva e a outra de um candidato a vereador.
A situação inusitada começou graças ao baixo custo das bandeiras. Sem muito dinheiro para a campanha, essa foi a opção mais barata encontrada pelos candidatos para chamar atenção.
O candidato Nelson Junior disse que desde o começo da corrida eleitoral optou pela ideia. "Cada bandeira não chega a custar R$ 5. Foi por pura necessidade. Não tínhamos dinheiro para divulgar nosso material de campanha então passamos a colocar as bandeiras nas casas dos eleitores".
Ayrton Capassi, da campanha de Nicinho, admite que a iniciativa partiu do candidato adversário, e como era economicamente mais viável, eles também adotaram. "Nós estávamos colocando placas. Eles realmente que começaram com isso, colocando na altura das casas. Aí virou uma competição até chegar como está, com o mastro de bambu e a bandeira bem alta".
A ideia caiu no gosto popular e em pouco tempo a cidade foi tomada pelo mar de bandeiras. Os dois esclarecem que é a própria população quem vai atrás para colocar o material em casa. Para confirmar isso, tanto Nelson Junior quanto Capassi ressaltam como é a eleição na cidade.
"A política aqui em Florestópolis é bastante acirrada. O trem é quente. O pessoal participa mesmo", disse o candidato do PSB. "Aqui a coisa é ferrenha. O pessoal vai atrás e quer colocar as bandeiras em casa, faz questão de mostrar em quem vai votar. É como se fosse uma disputa entre duas torcidas de futebol", reforçou Capassi.
O engajamento da população também chama a atenção do Fórum da Justiça Eleitoral de Porecatu, responsável pela 65ª Zona Eleitoral, da qual faz parte Florestópolis. "É uma população bastante politizada e uma situação bem diferente", comentou o chefe de Cartório Eleitoral, Marco Antônio Soares de Pinho.
O caso é tão curioso que não se encaixa nas regras de materiais impressos para campanha, já que as bandeiras são confeccionadas pelos próprios eleitores ou candidatos. "A inserção de tiragem e CNPJ nos materiais é apenas em propaganda impressa. Esse é um caso inédito", comentou Pinho.
O chefe de Cartório disse ainda que até o momento nenhuma irregularidade foi constatada nas campanhas e que o Fórum Eleitoral não recebeu nenhuma denúncia contra as bandeiras. "Não se sabe se eles estão distribuindo ou se as pessoas estão fazendo, mas não houve nenhuma denúncia. Caso isso aconteça o juiz eleitoral vai analisar a situação".

Bruna Quintanilha e Lucas Emanuel Andrade - Redação Bonde

Orelhões darão acesso à internet

Proposta em análise na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pretende transformá-los em transmissores de Wi-Fi para desafogar a rede 3G

Condenados à obsolescência após a popularização dos smartphones e a queda no preço dos serviços de telefonia móvel, os orelhões procuram um novo papel a desempenhar. Proposta em análise na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pretende transformá-los em transmissores de Wi-Fi para desafogar a rede 3G ou em pontos de acesso à internet com visor, para consultar dados como mapas, endereços e telefones.
Já existem orelhões com sinal de Wi-Fi em testes no Rio de Janeiro. A vantagem, destaca a conselheira Emília Ribeiro, da Anatel, é que a faixa de uso do serviço não está congestionada - ao contrário do 3G.
Caberia às concessionárias estabelecer uma forma de cobrança pelo uso desse serviço de telecomunicações. Também está em discussão elevar a quantidade de meios para pagamento da ligação com o uso de cartão de crédito e moedas.
Outra proposta prevê a instalação de telas e visores nos orelhões, para que usuários possam, por exemplo, acessar catálogos de telefones e endereços ou procurar a localização de um restaurante.
"Seria uma forma de aumentar a inclusão digital no País e facilitar a vida de turistas brasileiros e estrangeiros", afirma Emilia Ribeiro. O desafio, ela reconhece, é o combate ao vandalismo, que danifica boa parte dos orelhões em todo o País.
"Os orelhões estão perdendo, rapidamente, a utilidade do passado. Mas eles estão lá, nas ruas, e devem servir para novas prioridades. Trata-se de um patrimônio público que não precisa ser construído, apenas modificado", disse o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.
Foi por essa razão que a Anatel decidiu ouvir a população e elaborar um estudo para tentar revitalizar o telefone público. A proposta recebeu mais de 200 contribuições, muito mais do que o órgão regulador costuma obter em audiências públicas sobre outros temas, sinal de que o assunto desperta a atenção dos usuários.
A proposta da Anatel e as contribuições dos usuários serão analisadas pela área técnica do órgão regulador e enviadas à Advocacia-Geral da União (AGU), que emitirá um parecer. As inovações serão votadas e aprovadas ainda neste ano pela Anatel. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Novas Instalações da MAXICAR AUTO CENTER em São Jerônimo da Serra





Novas instalações da MAXICAR AUTO CENTER em São Jerônimo da Serra, ao lado da AUTO ESCOLA BRAMBILLA, com mais espaço para melhor atender seus clientes, agora com serviço de auto elétrica, e também venda de pneus, baterias, acessórios entre outros serviços disponibilizados, além do bom atendimento do Ney e sua equipe. Venham fazer uma visita ou entre em contato pelo telefone 43-3267-1634.

sábado, 29 de setembro de 2012

Prefeito flagrado comprando droga

Tribuna do Vale

José Ronaldo Xavier informou que vai tomar todas as medidas contra quem fez e distribui as imagens
José Ronaldo Xavier, que concorre à reeleição, é filmado por traficante enquanto adquiria Ecstasy

Em plena reta final da campanha, o atual prefeito de Andirá, o médico José Ronaldo Xavier (PTB) se vê envolvido num escândalo que pode ter consequencias catastróficas para seus planos de reeleição ao cargo. Ele foi flagrado em imagens de vídeo quando adquiria de um traficante de sua cidade, três comprimidos de Ecstasy, droga sintetizada em laboratório que causa euforia, muito usada em festas do tipo “tecno wave”.
As imagens comprometedoras envolvendo o prefeito foram captadas, provavelmente, por uma microcâmera tipo caneta, instalada ao bolso da camisa do próprio traficante. Primeiro é nítida a voz de Xavier, conversando com o traficante sem exposição de sua imagem. No local, aparentemente um bairro da periferia de Andirá, estavam pelo menos mais três pessoas, que consumiam cerveja, chamando o prefeito pelo apelido de “Xaxá”.
O clima entre os participantes da roda era descontraído. Em dado momento da gravação, a câmara captou imagens do rosto de José Ronaldo Xavier, usando os óculos típicos, com armação de metal, aparecendo parte dos cabelos grisalhos.
No desenrolar do bate-papo entre traficantes e o prefeito ele pergunta se o pessoal comercializa crack e um dos interlocutores é taxativo e direto, afirmando que não mexe com este tipo de entorpecente, informando que tem maconha e cocaína disponível. “Gosto de cocaína para fazer sexo”, retruca Xavier em meio a risos das pessoas que se encontravam no local.
Logo em seguida Xavier pede três comprimidos de Ecstasy, pagando R$ 60 pela droga, recebendo algo parecido como quatro notas de R$ 10 de troco, indicando que pagou com nota de R$ 100 reais.
O que espanta em quem assiste ao vídeo é a desenvoltura do prefeito, pessoa pública, alvo fácil de adversário, comprando droga em plena luz do dia, absolutamente descontraído, sem manifestar qualquer preocupação. O áudio da gravação é perfeito, mas as imagens, embora nítidas, ficaram comprometidas pela falta de experiência de quem gravou, conseguindo registrar poucas tomadas do prefeito, porém o suficiente para atestar a veracidade do ato praticado.
O vídeo gravado no dia 20 de agosto foi enviado à redação da Tribuna do Vale de forma anônima. Antes da publicação, o jornal se preocupou em confirmar a autenticidade do vídeo que não sofreu manipulações.
OUTRO LADO
Xavier nega acusações, promete tomar medidas e acusa adversários
O prefeito José Ronaldo Xavier (PTB) negou que ele apareça nas imagens comprando droga. Através de seu secretário de Administração, Edson Roberto Stefanuto, o prefeito informou que na data em que as imagens teriam sido gravadas, ele teria participado de um churrasco de confraternização em uma propriedade particular em Andirá e que a gravação deve ter sido feita de forma clandestina. De acordo com Xavier, havia várias pessoas nessa festa e que ele se lembra apenas de ter contribuído para a compra de cerveja.
O prefeito comunicou que já havia tomado conhecimento da existência do vídeo, mas que não tinha visto a gravação.
Já o secretário de Administração explicou que o prefeito José Ronaldo Xavier jamais fez uso de qualquer droga ilícita e que ele não coaduna com esse tipo de atitude. Para Stefanuto, a denúncia não passa de uma fraude, “fabricada” justamente durante o final de uma campanha eleitoral e que o fato tem fim estritamente eleitoreiro. Xavier disputa a reeleição.
Stefanuto também questionou a autenticidade das gravações. “Quem garante que essas imagens são verdadeiras”? Ele adiantou que o prefeito vai tomar todas as medidas jurídicas contra as pessoas que fizeram e distribuíram as imagens para a imprensa e para as redes sociais. “Nós não vamos admitir que acusações levianas como essa manchem a imagem do prefeito José Ronaldo Xavier. Antes de chefe do executivo, Xavier é médico, marido e pai e tudo isso será levando em consideração quando formos agir. Os responsáveis serão acionados judicialmente”, disse o secretário.

Aos 83 anos, morre a apresentadora Hebe Camargo

Hebe Camargo morreu neste sábado (29), vítima de parada cardíaca. Foto: Francisco Cepeda /AgNews
Morreu na madrugada deste sábado (29), aos 83 anos, a apresentadora de TV Hebe Camargo. Ela teve uma parada cardíaca enquanto dormia em sua casa, no Morumbi, em São Paulo. Hebe lutava desde janeiro de 2010 contra um câncer no peritônio.
No dia 27 de agosto, Hebe Camargo recebeu alta do Hospital Israelita Albert Einstein, onde ficou internada por 13 dias para um tratamento de suporte nutricional e metabólico. Em 2010, Hebe descobriu um câncer no peritônio, a membrana que envolve o aparelho digestivo. Ela retirou o tumor e fez sessões de quimioterapia.
Hebe foi um dos maiores ícones da história da TV brasileira. Filha de Ester e Fego Camargo, ela nasceu no dia 08 de março de 1929, data em que também é comemorada o Dia Internacional da Mulher, em Taubaté, São Paulo. Teve uma infância humilde, mas sua trajetória de sucesso lhe proporcionou grandes contratos nas maiores emissoras do País.
Lembrar da carreira de Hebe Camargo é traçar a história da TV no Brasil. Ela começou a vida artística na década de 40 como cantora no quarteto Dó-Ré-Mi-Fá com sua irmã Estela e as primas Helena e Maria. O grupo acabou três anos depois e Hebe e Estela criaram a dupla caipira chamada Rosalinda e Florisbela. Como a parceria durou pouco, Hebe resolveu seguir carreira solo e ficou muito popular na época.
Hebe foi convidada por Assis Chateaubriand para participar da primeira transmissão ao vivo da televisão brasileira, no bairro do Sumaré, em São Paulo, em 1950. Mas não apareceu no evento, sendo substituída por Lolita Rodrigues, de quem foi amiga sua vida toda. Na época ela alegou estar doente, mas em 2007 confessou em um programa de TV que não quis aparecer porque acompanhou o namorado em uma festa e também porque considerava a letra do hino horrível.
A carreira de cantora continuou e ela gravou um disco em homenagem a Carmem Miranda. Com isso, ganhou o título de Estrelinha do Samba e, posteriormente, A Estrela de São Paulo. Hebe chegou a participar de filmes de Mazzaropi (1912-1981) e contracenou com Agnaldo Rayol em um deles.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Menino de 7 anos morre soterrado em monte de areia


Um menino de sete anos morreu após ser soterrado em um monte de areia localizado em um terreno baldio próximo à residência de parentes dele, na Avenida Rio Branco, Zona 4 de Cianorte (a 80 km de Maringá). Segundo o Corpo de Bombeiros, o caso ocorreu por volta do meio-dia de segunda-feira (24). O garoto chegou a ser levado ao hospital e ficar internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas morreu no dia seguinte.
Conforme o soldado Souza Vaz, bombeiro que ajudou a atender a situação, Leandro Victor dos Santos estava brincando e cavou um buraco no monte de areia. "Quando ele entrou no buraco a areia desbarrancou. O menino não teve forças para sair e ficou preso. O encontramos desmaiado, sem sinais vitais, com a cabeça e tronco soterrados", relata.

Tribuna de Cianorte
Criança cavou um buraco no monte de areia e foi
soterrada

O menino foi reanimado pelos bombeiros e levado ao Hospital Santa Casa de Cianorte. Ele ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas acabou morrendo na noite de terça-feira (25). O corpo de Leandro foi enterrado no Cemitério Municipal da cidade na tarde de quarta-feira (26).
"A família estava inconsolável. Disseram que a criança saiu de casa sem ser vista. A situação toda aconteceu em aproximadamente 20 minutos", conta o soldado Vaz.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Município de Andirá é condenado a pagar indenização pecuniária a servidor aposentado que não usufruiu licença-prêmio


Município de Andirá foi condenado a pagar a um servidor público aposentado (O.L.) – que não usufruiu da licença especial enquanto estava em atividade – uma indenização pecuniária referente a 6 meses de licença-prêmio por assiduidade.
Essa decisão da 2.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná que reformou a sentença do Juízo da Vara Cível e Anexos da Comarca de Andirá que julgou improcedente a ação de cobrança de licença-prêmio por assiduidade (não usufruída) ajuizada por O.L. contra o Município de Andirá.
O relator do recurso de apelação, desembargador Lauro Laertes de Oliveira, consignou em seu voto: "Extrai-se do histórico funcional do servidor que o autor não usufruiu de seu direito à licença especial referente ao período aquisitivo de 10 anos do interregno entre 26-10-1993 a 26-10-2003, assim, inegável a obrigação do Estado em convertê-la em pecúnia, sob pena de indevido locupletamento".
"Nestas condições, dá-se parcial provimento ao recurso para reformar a sentença e conceder ao autor o direito à conversão em indenização pecuniária de apenas 6 (seis) meses de licença prêmio por assiduidade, referente ao decênio de 26-10-1993 a 26-10-2003, nos termos do § 2º, do artigo 111, da Lei nº 1.170/93 - Estatuto dos Servidores Municipais de Andirá -, o qual determina que a remuneração da licença prêmio será composta do vencimento básico, adicional de tempo de serviço e média aritmética simples das remunerações variáveis (horas extas, adicional de insalubridade, adicional noturno, adicional de periculosidade, e demais vantagens legalmente instituídas), dos últimos doze meses anteriores à aposentadoria."
(Apelação Cível n.º 943674-2)
CAGC

Prazo para emissão de segunda via do título encerra dia 27


Na próxima quinta-feira (27), a dez dias das eleições, termina o prazo para o eleitor que tenha perdido o título eleitoral solicite a segunda via do documento. O eleitor só pode pedir a segunda via do título no seu domicílio eleitoral, ou seja, na cidade onde vota. Nesta fase do processo eleitoral não é mais é possível pedir o documento em qualquer cartório.
Para votar, só é necessário que o eleitor apresente um documento de identificação oficial com foto (carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial equivalente, inclusive carteira de categoria profissional e carteira de habilitação).
 No entanto, o título de eleitor é importante para que o votante saiba qual é a sua seção eleitoral. Além disso, o eleitor que não puder comparecer à sua seção para votar e tiver que justificar a ausência necessita do número do título para preenchimento do formulário de justificativa.
Eleições
As eleições municipais acontecem no próximo dia 7 de outubro, quando 138.544.348 eleitores escolherão novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em 5.568 cidades brasileiras. Há 140.646.446 eleitores aptos a votar. No entanto, não há eleições municipais no Distrito Federal (1.847.896 eleitores) e nem em Fernando de Noronha (1.859 votantes). Além desses eleitores, também não votam  252.343 brasileiros cadastrados para votar no exterior, pois esses só vão às urnas para escolher o presidente da República.

Durante fuga de carro, dupla atira dinheiro na BR-369

Dois elementos foram perseguidos e presos pela Polícia Militar nesta terça-feira (25) após assalto a uma cooperativa na cidade de Rolândia. Após perseguição policial, a dupla foi detida em um Vectra, com placa de Presidente Prudente (SP), na BR-369 no município de Cambé e encaminhada para a delegacia da Polícia Civil. 

Segundo o delegado Jorge Barbosa, Luis Claudemir dos Santos, 47 anos, e Fernando Lucas dos Santos, 32 anos, estavam em posse de um envelope com R$ 100 mil e durante a perseguição atiraram o dinheiro pela janela do veículo. Além dos valores, armas também foram lançadas na rodovia. 

"A polícia encontrou uma pistola 9mm e recuperou R$ 60 mil e continua em busca dos outros R$ 40 mil", informou o delegado da Polícia Civil de Cambé. 

Barbosa ainda disse que um veículo Corsa também participou do roubo e foi apreendido em Rolândia. De acordo com ele, o assalto foi realizado pelos integrantes do Corsa que repassaram o montante de dinheiro para a dupla que estava no Vectra. 

A polícia investiga quantos elementos estavam no outro carro e a identificação dos demais participantes do assalto, que estão sendo procurados.

domingo, 23 de setembro de 2012

Paraná sedia etapa do IV Intercâmbio Juventude rural brasileira


 Participam jovens da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro e Tocantins

 De (21/09) ao dia 29 12 jovens de diferentes regiões brasileiras percorrerão o meio rural dos municípios paranaenses de Tibagi, Ventania, Curiúva e Tamarana. Eles participam do IV Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira, recepcionados pelo Centro de Desenvolvimento do Jovem Rural (Cedejor), de Tibagi.

     Famílias de agricultores hospedarão os inter-cambistas, os quais desenvolverão atividades  de técnicas agrícolas locais, visitarão assentamentos e comunidades quilombolas, trocarão experiências, entre outras atividades a serem realizadas. O objetivo é que adaptem esses novos conhecimentos às suas realidades, no retorno para seus estados de origem. 

     Outros onze estados estão envolvidos no intercâmbio - além do Paraná  - até novembro. No total, cerca de 50 jovens e dez organizações não governamentais que desenvolvem projetos de Educação do Campo participam da iniciativa. 

    SOBRE O INTERCÂMBIO - O Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira é coordenado pelo Instituto Souza Cruz, que, junto com outras cinco organizações, integra a Rede Jovem Rural, para conhecimento de boas práticas da agricultura familiar, implantadas em diferentes realidades rurais, podendo ser replicadas e compartilhadas pelos inter-cambistas em suas comunidades. Nas suas três edições anteriores, o Intercâmbio da Juventude Rural mobilizou diretamente cerca de 320 jovens rurais, em todas as regiões do país. 

Clima Político esquenta na região


Oposição tumultua carreata em IbaitiEsquentou o clima político na cidade de Ibaiti. Por ocasião de uma movimentação política na cidade, com uma carreata de mais de 1200 carros,parte  dos simpatizantes do candidato da oposição (Betão), perdeu o controle emocional e partiu para a agressão contra a carreata promovida pelo candidato a Prefeito Antonely (PSDB).
A coordenação do candidato da oposição teria mandado estacionar todos os carros (adesivados) de funcionários de sua empresa e de seus apoiadores na via principal da cidade, a rua Paraná, centro comercial e financeiro, com suposto objetivo de tumultuar e atrapalhar a realização da carreata. 
Além disso,cabos eleitorais entraram na frente e chegaram a bater nos carros,proferindo palavras de baixo calão aos participantes da carreata,desrespeitando os direitos democráticos do cidadão.Foi improvisada uma pretensa manifestação contra o governador Beto Richa(PSDB), com cartazes grosseiramente escritos em cartolinas.
Ao que se sabe, houve uma detenção de uma simpatizante, da candidatura de Betão, que
 estava incitando o tumulto e agressão a autoridade policial. 
Em São Jerônimo da Serra uma situação parecida aconteceu também no distrito de Vila Nova onde simpatizantes do candidato da oposição cortaram os pneus dos carros que foram participar de uma reunião realizada pelo candidato a situação, além de apedrejarem um ônibus com varias ameaças, discussão e confusão também com algumas pessoas feridas, mas felizmente sem gravidade, de acordo com informações as ameaças ainda continua na cidade por parte de alguns simpatizantes da oposição, mas sem maiores conseqüências e esperamos que nos dois casos tudo termine em paz e que a democracia prevaleça e que a opinião da maiorias dos eleitores seja respeitada.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Grávida é agredida com chutes na barriga pelo amásio

Uma mulher grávida de dois meses foi agredida pelo próprio amásio no último domingo (16), em São Sebastião da Amoreira, município a 47 km de Cornélio Procópio. Segundo informações da Polícia Militar, a mulher foi agredida a socos e pontapés na região da barriga. 

A Polícia foi chamada e o agressor preso por violência doméstica. Além de agredir a gestante, o detido quebrou vários móveis da casa e queimou peças de roupa.

Redação Bonde

Candidatos fazem ‘guerra’ de bandeiras

Disputa acirrada entre os dois prefeituráveis envolve a população que demonstra suas preferências hasteando o adereço nas cores amarela e azul

A cidade de São Jerônimo da Serra faz uma campanha eleitoral bem diferente do convencional e das demais cidades da região. Os eleitores demonstram suas preferências colocando bandeiras com as cores dos dois candidatos a prefeito, de um lado a cor azul e outro o amarelo. As bandeiras são colocadas em varas de bambu com cerca de cinco a seis metros de altura, que podem ser observadas até pelos motoristas que passam pelas rodovia próxima, a PR 090, e as pessoas que por aqui passam comentam que São Jerônimo é um caso a parte onde a população abraça a campanha de seus candidatos, cada um a sua maneira.

A campanha, pelo menos na aparência, segue de maneira tranquila, mas nos bastidores é possível perceber uma verdadeira guerra de nervos entre os dois candidatos, que fazem questão de manter distância um do outro. De um lado, está o atual vice prefeito João Luis Perusso (PMDB), e de outro, está o candidato Adir dos Santos Leite (PSDB), que já foi candidato à prefeito da cidade nas duas ultima eleições. 

Apesar da preferência ostensiva dos moradores, as divergências se limitam ao campo político.

Colisão frontal faz cinco vítimas na BR-369

Uma colisão frontal deixou cinco pessoas feridas na BR-369, na entrada de Ibiporã na manhã desta terça-feira (18). Um veículo Astra de Jataizinho, que viajava no sentido Londrina/Ibiporã tentou realizar uma ultrapassagem quando bateu de frente com uma caminhonete Mitsubishi.
O condutor da caminhonete, Rogério Dutra, de 36 anos sofreu fraturas na perna. Ele foi socorrido encaminhado ao Hospital Evangélico. A caminhonete chegou a capotar depois da colisão e parou a 100 metros do local do acidente.
Um dos ocupantes do Astra, Edimar da Paz Carvalho, de 31 anos ficou gravemente ferido. Ele sofreu uma fratura exposta no fêmur, com perda óssea e uma fratura na face. A vítima estava bastante confusa durante o atendimento e foi encaminhada para a Santa Casa de Londrina.
O condutor do Astra, identificado apenas como Adriano, também ficou gravemente ferido. Ele foi socorrido e levado para o hospital. Outras duas pessoas, Jackson e Eder, que estavam no carro na hora da colisão, sofreram apenas lesões leves.
Cinco viaturas, entre elas do Siate de Londrina e Ibiporã, do Samu, da Polícia Rodoviária Federal e da Econorte foram deslocadas até a BR-369 para atender a ocorrência.
(Com informações do repórter Marcos Roman, da Folha de Londrina)

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Vereador espancado acusa adversários

Segundo o vereador, o grupo adversário chegou dando pedradas em seu carro, onde estavam sua esposa e filha

O vereador de Tomazina Delcino Nabor da Silva, presidente do PSDB, e morador do Bairro do Barro Preto, e seu amigo Severino Serafim Vieira, acusam cabos eleitorais e simpatizantes do candidato a prefeito Luiz Farias de espancamento. As agressões teriam acontecido no sábado, 17, por volta das 22 horas em frente a um estabelecimento comercial na localidade.
Segundo o vereador, o grupo de Luiz Farias, chegou no local arrebentando o carro do vereador a pedradas que estava estacionado na frente do bar com sua esposa e filha que o aguardavam no interior do veículo. O vereador ao ver a esposa e a filha saírem correndo do carro, foi em defesa da família, momento em foi atacado violentamente por uma pedra e caiu no chão. Foi quando, conta o Silva, os agressores, em torno de 10, se aproveitaram da situação e deram continuidade às agressões. O amigo Severino saiu em defesa do vereador e também foi violentamente agredido.
Segundo a vítima, ele e um grupo de amigos comemoravam no bar a conclusão do calçamento de uma rua do bairro, que era um antigo anseio daquela comunidade e um pedido especial do vereador na câmara. Em outro bar das proximidades o grupo de cabos eleitorais e simpatizantes de Luiz Farias bebiam e soltavam rojões. “Eles estavam em outro bar bebendo e soltando rojões e atirando. A Polícia Militar chegou a ser avisada, mas estava atendendo outras ocorrências. Nós nem imaginávamos que isso pudesse acontecer, afinal estamos disputando uma eleição e vivemos em uma democracia, mas quando a maioria dos nossos amigos foi embora eles chegaram de surpresa dando pedradas no meu carro, foi quando minha esposa e a minha filha saíram assustadas. Minha filha de 12 anos foi agredida pelo grupo, minha esposa correu e gritou, nesse momento eu sai em defesa da minha filha e fui atingido por uma enorme pedra e caí no chão a partir daí eles me agrediram de todas as maneiras, socos pontapés, pedradas e pauladas. Meu amigo veio para me defender e também foi agredido. Eles foram extremamente covardes”, afirmou o vereador.
O ex-prefeito Luiz Farias foi procurado pela reportagem para comentar as acusações contra seus cabos eleitorais e correligionários, mas ele não foi localizado em seu telefone residencial, nem em seu celular.

Tanosite

Marido simula suicídio e mata mulher envenenada

A Polícia Civil de Cambé prendeu no sábado (15) Nilson Sérgio Soares, 36 anos, pelo homicídio da própria esposa, Rosana Bezerra da Silva, 35 anos, que foi envenenada na última sexta-feira (14) à noite na residência do casal, no Jardim Ana Eliza.
De acordo com o delegado da Polícia Civil, Jorge Barbosa, Soares também foi encaminhado para o hospital e alegou que o casal tentou se matar ao mesmo tempo.
No entanto, após a desconfiança dos policiais, Soares confessou o crime e relatou que depois de envenenar a mulher, tomou um remédio para simular a tentativa de suicídio. "No hospital, ele nem precisou de lavagem estomacal e ficou sob escolta dos policiais durante a madrugada. No sábado de manhã, ele foi encaminhado para prisão", lembrou o delegado.
Barbosa ainda disse que Soares também revelou que tinha uma amante e que o caso foi descoberto pela esposa, o que pode ter motivado o crime.

Tanosite

Homem mata ex-mulher e amante em Ventania

Assassino deixou arma cravada no peito da mulher

A cidade de Ventania (50 quilômetros de Ibaiti) amanheceu em choque neste domingo (16). Um duplo homicídio motivado por ciúmes ocorreu na madrugada, no centro da cidade.
Um homem acabou tirando a vida da ex-mulher, a dona de casa Tânia Cristina Soares de Almeida, de 26 anos de idade, com uma punhalada no peito, e seu atual namorado, José Maikon de Oliveira (25), com um tiro de espingarda.
O ex-marido, Antonio Ferreira dos Santos, ainda deixou a arma (punhal) cravada no peito da mulher que foi encontrada deitada na cama do casal.
O corpo de José Maikon foi encontrado cerca de 200 metros da casa de Tânia, em frente ao Posto Mileniun. Além do tiro foram encontradas cerca de nove perfurações de punhal nas costas do rapaz. A polícia acredita que o assassino esperou o namorado sair da casa e em perseguição atirou pelas costas, quando a vítima caiu recebeu os golpes de punhal. Em seguida o ex-marido assassino voltou até a residência e apunhalou a mulher no peito quando ainda estava deitada na cama.
Após o crime, o assassino ligou para seu sobrinho e confessou que havia acabado de matar a ex-mulher. Ele disse ao rapaz que já havia avisado a ex-esposa para não levar homens para sua residência por causa de seus filhos.
A ocorrência foi atendida pelos soldados Rocha e Quadros que estavam de plantão. Os policiais militares encontraram uma espingarda artesanal na casa do ex-marido, cerca de 200 metros da residência de Tânia. A arma apreendida pelos policiais pode ter sido a mesma que foi usada para matar José Maikon. Ela estava descarregada e irá passar pelo exame no Instituto de Criminalística para comprovar se foi usada no crime. O corpo do casal foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa.
A Polícia Civil de Tibagi instaurou inquérito policial para apurar o caso. O ex-marido assassino fugiu da cena do crime. Ele está sendo procurado.

Tanosite

Mulher acusa diretor de Saúde de maus-tratos

Outra polêmica envolvendo o diretor de Saúde de Santo Antônio da Platina, Tarciso Silvério, foi denunciada ontem pela dona de casa Valquíria Roque, moradora no Bairro Álvaro de Abreu. Ela contou que, na manhã de ontem, foi solicitar a realização de um exame de ressonância magnética para o filho de 3 anos no Centro Social e foi intimidada por Silvério.
Segundo Valquíria, ele a ‘orientou’ a procurar a Justiça. “Ele gritou que só assim eu iria conseguir”, contou. Ainda de acordo com Valquíria, Silvério tirou fotos dela e ameaçou processá-la. “Não sei porquê tirar fotos minha, eu só quero os exames do meu filho que é especial e não está se desenvolvendo”, reclama.
O diretor negou as acusações e disse que Valquíria já chegou na sala falando alto e empurrando. “Não tirei fotos de ninguém e nem falei de processar. Eu sou pago para tratar todo mundo bem”, defendeu-se. De acordo com Tarciso, todas as medidas possíveis estão sendo tomadas no caso do filho de Valquíria. A prefeitura informou que o pedido do exame é de um médico particular, o que dificulta a realização pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Tanosite

Motorista morre em batida frontal em cima de ponte

Um acidente grave na BR-153, em cima da ponte do rio Ubá, entre Jacarezinho e Santo Antônio da Platina, pouco depois das 16 horas desta terça-feira (18), resultou na morte do motorista do Fiat Strada de Siqueira Campos, e um caminhoneiro de União da Vitória, ferido.
José Carlos Frank de Andrade “Bibe”, 72 anos, teve morte instantânea. Carlos Renato Dutra, 48, motorista do caminhão foi socorrido pela equipe da Econorte -primeira a chegar ao local- e foi encaminhado com escoriações para o Pronto Socorro Municipal de Santo Antônio da Platina. Chovia fraco no momento da batida.
O tráfego ficou interrompido durante o atendimento do caminhoneiro e a retirada do corpo de Andrade das ferragens. O trânsito foi controlado por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho.
Segundo avaliações preliminares de agentes da PRF, o carro seguia sentido Jacarezinho – Santo Antônio da Platina e o caminhão no sentido contrário. A batida, aparentemente aconteceu no centro da ponte, em seguida o carro foi arrastado até a cabeceira, onde o motorista do caminhão perdeu o controle, subiu em um barranco de pedras, perdeu o rodado dianteiro e tombou. O caminhão que estava carregado com fardos de papeis higiênicos interditou meia pista.
Pedaços do carro e do caminhão ficaram espalhados por cerca de 100 metros do local do impacto. Outro caminhoneiro que não quis ser identificado contou que também quase se envolveu na batida. Ele disse que desviou do carro pouco antes dele acertar o outro caminhão. Somente uma investigação indicará como aconteceu o acidente. O caminhoneiro envolvido deve ser ouvido para contar sua versão. Segundo informações do PS, no fim da tarde, Dutra foi liberado apenas com pequenas escoriações e saiu andando do hospital.
Vítima
José Carlos Frank de Andrade, 72 anos, era separado e tinha três filhos. “Bibe” era empresário na cidade de Siqueira Campos. Ele era proprietário do Auto Posto Tonhão, na PR-092, saída para Wenceslau Braz e ex proprietário do Auto Posto Bom Jesus, que vendeu há cerca de dois anos. Andrade era conhecido na cidade e muito querido pela população.

Tanosite

sábado, 15 de setembro de 2012

Viatura da PM atropela e mata duas mulheres durante perseguição em Figueira

Policiais perseguiam rapaz numa moto

Clique para Ampliar
Uma perseguição policial terminou em tragédia em Figueira. Duas pessoas morreram e uma ficou ferida após o policial que conduzia uma viatura da Polícia Militar perder o controle do veículo e atropelar duas mulheres.

O acidente aconteceu na Rua Pessegueiro, no Jardim Primavera. Janaína Cássia Rodrigues Oliveira de 28 anos de idade e Maria das Graças Santos (56) perderam a vida após serem atropeladas pela viatura.

Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa. O policial que estava na direção, que não teve a identidade revelada, foi encaminhado ao Hospital. O outro PM não teve ferimentos.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, os policiais estavam em perseguição a um rapaz numa motocicleta quando o condutor da viatura se perdeu em uma curva e acabou atingindo as duas mulheres, que morreram no local do acidente.
Redação InformePolicial

Prefeitura de São Sebastão da Amoreira é condenada por sepultar defunto em cova errada


A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) manteve a condenação, aplicada em primeira instância, ao Município de São Sebastião da Amoreira (57 km de Londrina), a pagar indenização por dano moral e por danos materiais, à mulher de um falecido, em cujo jazigo foi enterrado outro corpo. A decisão do TJ apenas reduziu o valor aplicado no primeiro julgamento pela Comarca de Assaí (43 km).
De acordo com informações do TJ-PR, a viúva receberá R$ 5 mil por dano moral e R$ 4.730,00, devidamente atualizado), por danos materiais. A ação foi julgada procedente com o pedido formulado nas indenizações ajuizadas contra a prefeitura.
O desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, que atuou como relator da apelação, consignou em seu voto que... "assim, restando incontroverso nos autos o nexo causal entre o ato do Município, por meio de seu preposto [funcionário do Cemitério], tendo sepultado outro corpo no mesmo jazigo, o qual fora adquirido pela família da autora, e o dano sofrido pela mesma, qual seja o abalo psicológico de dirigir-se ao túmulo de seu falecido marido e deparar-se com outro corpo ali sepultado, sem saber, ao certo, onde se encontram os restos mortais do de cujus, resta evidente o direito à indenização por danos morais, conforme decidiu a d. Magistrada em sentença, independente de provas acerca do constrangimento suportado".
O Diario

Marido é preso após agredir esposa com soco

A Polícia Militar de Santo Antônio da Platina prendeu na madrugada de ontem na rua Coronel Joaquim Rodrigues do Prado, 346 na Vila Claro, o morador Marcondes Batista de Souza, acusado pela esposa, Carla Aparecida Martins, de agredi-la com um soco, deixando seu rosto ferido.
A mulher contou aos policiais que após uma discussão, seu companheiro tentou agredi-la com um soco, mas foi impedido quando ela fechou a porta da sala para não ser atingida. Carla contou que o soco atingiu a porta e cacos do vidro atingiram seu rosto, causando ferimentos.
Carla revelou que após a agressão o marido a ameaçou de morte se houve a separação. O acusado foi levado para a delegacia, onde permanece preso pelo crime de lesão corporal e violência doméstica e familiar. “Ele fica preso pela lei Maria da Penha. Ela pediu medidas protetivas e com isto, indeferi o pedido de fiança. É melhor para a segurança dela”, afirmou o delegado na cidade, Fátimo de Siqueira.
Desacato
Na delegacia,, enquanto Souza era preso, sua irmã, Auricelia Batista de Souza desacatou os militares com palavras de baixo calão, além de ofender o repórter fotográfico do Jornal Tribuna do Vale, Antônio de Pícolli. A mulher foi presa por injúria, mas na delegacia foi liberada para responder em liberdade. Um carro GM Corsa foi apreendido ainda no caso.

Tanosite

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Prefeitos sentem efeitos da diminuição da verba do FPM

O presidente da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), Eduí Gonçalves (PMDB), que é prefeito de Guapirama, revelou, na tarde de ontem, que os prefeitos dos municípios menos populosos já sentem os reflexos da crise gerada pela diminuição da verba do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que trabalham com o orçamento quase que totalmente proveniente de verbas do Fundo. Ele disse que já há prefeituras que começaram a parcelar o pagamento da folha salarial.
Em Conselheiro Mairinck a maioria dos funcionários da prefeitura trabalha em meio período para reduzir custos operacionais. Esta medida pode ser adotada em outros municípios caso a crise se prolongue por mais tempo. “Cada prefeitura trabalha de acordo com sua realidade, mas é inquestionável que a crise afeta a todas”, salientou o presidente.
A queda no valor dos repasses do FPM já estava prevista, mas o primeiro repasse de setembro ficou 25% menor em comparação ao primeiro repasse de agosto. O valor depositado ontem nas contas das prefeituras é o mesmo valor nominal em relação ao primeiro repasse em setembro de 2011, porém, em termos reais fica 4,2% menor se considerada a inflação.
“Estamos conseguindo manter as contas em dia graças à economia feita no início do ano. Sabemos que neste período o valor das verbas diminui por conta do montante usado pelo governo federal para restituição do Imposto de Renda (IR), mesmo assim a situação este ano é pior devido à desoneração do IPI promovida pelo governo federal”, analisa o prefeito de Jundiaí do Sul, Jair Sanches Nascimento (PR).
Em Salto do Itararé, município com pouco mais de cinco mil habitantes não estão previstas medidas como férias coletivas ou adoção de meia jornada de trabalho, mas a contadora da prefeitura, Lucimare Leal, diz que a verba disponível é suficiente apenas para manter os pagamentos da folha salarial e dos fornecedores em dia.
Situação parecida ocorre em Japira, onde o prefeito João Renato Custódio (PMDB), criticou o governo federal pela desoneração do IPI. “O governo federal resolve o problema dele e cria outro para os prefeitos. A situação é muito ruim”, comentou.
Ele disse que já esperava uma redução dos valores dos repasses nesta época do ano, mas diz que a redução foi acima do normal e prejudicou o planejamento traçado pela prefeitura. “Setores como a Educação e a Saúde, que são prioritários na minha gestão, não serão afetados pela crise, mas outros investimento que já estavam previstos poderão ser adiados ou pagos com atraso”, admitiu. Ele também afirmou que não estão previstas medidas mais severas como férias coletivas ou redução da jornada de trabalho dos servidores, mas admitiu adotá-las como forma de protesto se os outros prefeitos também o fizerem.
Com este repasse recebido ontem pelas prefeituras o FPM acumula R$ 46,7 bilhões neste ano, 1,23% a menos que o mesmo período do ano passado quando o repasse alcançou R$ 47,3 bilhões.
Sem protesto
O presidente da Amunorpi, Eduí Gonçalves disse na semana passada que a Associação dos Municípios do Paraná (AMP) pretendia organizar um protesto em Brasília, ainda este mês, para forçar o governo federal a encontrar uma solução para o problema, no entanto, Gonçalves disse que – devido ao período eleitoral – a manifestação não encontraria eco já que os políticos se concentram nas campanhas eleitorais junto às suas regiões.

Tanosite