Pesquisar

domingo, 31 de agosto de 2014

Centro de treinamento de galos de rinha é fechado no Norte Pioneiro

A Polícia Ambiental de São Sebastião da Amoreira desmantelou, na tarde de sexta-feira, em Nova Fátima (Norte Pioneiro), um local utilizado como centro de treinamento de galos de rinha. Quatro pessoas foram detidas por maus-tratos a animais e 72 galos foram apreendidos. No local, os policiais encontraram anabolizantes e esteroides, de venda proibida no Brasil, substâncias usadas para desenvolver a musculatura e aumentar a agressividade dos galos. 

"Alguns animais estavam cegos, bastante machucados, e em muitos percebemos o peito bastante inchado, em função das injeções de anabolizante que tomavam, o que é altamente prejudicial", conta o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária, Rafael Haddad, que esteve no local para averiguar as condições de saúde dos animais. 

Segundo o soldado Leonardo Cardoso, da Polícia Ambiental, os animais pertenciam a diferentes proprietários. Um dos detidos morava em um cômodo do barracão onde os galos eram mantidos. Ele trabalhava como cuidador dos animais. "Os galos eram deixados lá para que fossem treinados para as rinhas, tomassem anabolizantes e outros remédios. Ele recebia dinheiro para manter esses animais. Pelos galos considerados vitoriosos, chegava a receber um salário mínimo por mês". 

No local, foram encontrados materiais utilizados para o treinamento dos animais, como protetores de biqueiras e utensílios das brigas, como esporas de aço. A polícia também suspeita que o local era utilizado como ponto para rinhas de galo. "Mas devem existir outros lugares também, que serão investigados", diz Cardoso. 

Os detidos assinaram Termo Circunstanciado de Infração Penal (TCIP) e responderão pelo crime em liberdade. O local foi lacrado e os animais identificados. Eles permanecem no barracão até que o Instituto Ambiental do Paraná encontre local adequado. Todos passaram por avaliação veterinária. Segundo o policial, o morador ficou como fiel depositário dos animais. "Se algum deles desaparecer, ele será o responsável e poderá ser preso".
Rubia Pimenta
Reportagem LocalFolhaWeb

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Próximos Eventos da *** AVARANDA LOUNGE BAR ***

SEXTA-FEIRA -> dia 29 de Agosto SEXTA FREE (Entrada Franca), Show com o Cantor Tony Castro, Tocando o que a de melhor no sertanejo universitário, modas de viola e demais ritmos.
SABADO -> Atendendo a pedidos eles estão de volta, sinônimo de casa cheia, WAGNER CANTORE ACUSTICO & BANDA. Tocando o que a de melhor em todos os estilos... GARANTIA DE BOA MUSICA, Compre já o seu convite antecipado, 1º Lote: R$: 10,00 (Dez Reais), Dia 30 de Agosto, com inicio as 22:00 Hrs.
Maiores informações: (043) 3267-1360
Whatsapp: (043) 9137-3683



Ex-prefeito é condenado por fraudar licitação de cestas básicas no Paraná

A Justiça de Castro, nos Campos Gerais, determinou a suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de cinco anos, do ex-prefeito do município de Carambeí nas gestões 1997/2000 e 2001/2004, Alci Pedroso. Ele ainda foi condenado à perda de função pública, caso esteja exercendo alguma; à proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de três anos e ao pagamento de multa civil. O ex-prefeito, juntamente com outros três funcionários públicos e cinco empresas, foi condenado por ato de improbidade administrativa, devido a fraudes em licitações. 

O ato de improbidade administrativa foi levado à Justiça através de uma ação civil pública, em dezembro de 2001. Nela, a Promotoria de Justiça de Castro aponta que o processo licitatório para a aquisição de cestas básicas para a cidade de Carambeí teve várias falhas graves, cometidas pela administração do município, entre elas a seleção dirigida de convidados, não convocação de potenciais interessados e ajuste entre os concorrentes. 

A auditoria realizada pelo Ministério Público verificou que os convites foram enviados para empresas previamente selecionadas, devido ao interesse exclusivo dos gestores do município. Analisando a composição societária das empresas convidadas, também foi possível constatar que quatro dos cinco mercados eram pertencentes à mesma família, sendo que o quinto convidado na licitação adquiria cestas básicas de um dos outros quatro mercados. 

A sentença impõe, ainda, multa civil ao ex-prefeito no importe de sessenta vezes o valor de sua remuneração na época dos fatos. Também foram condenados três membros da comissão de licitações à perda de cargo público, suspensão dos direitos políticos pelo prazo de três anos e pagamento de multa civil. As empresas que participaram da licitação fraudulenta estão proibidas de contratar com o poder público pelo prazo de três anos e também deverão pagar multa civil.
Redação Bonde com MP-PR

Orçamento de 2015 prevê salário mínimo de R$ 788,06


A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse nesta quinta-feira, 28, que o valor do salário mínimo a partir de janeiro de 2015 será de R$ 788,06. O aumento será de 8,8% em relação ao deste ano, que é de R$ 724. O impacto para as contas públicas no próximo ano, segundo a assessoria da ministra, será de R$ 22 bilhões.

Miriam entregou hoje a peça orçamentária ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Segundo ela, a correção teve como base a regra atual, que calcula o valor a partir da variação da inflação do ano anterior, além do desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

A ministra disse que a proposta orçamentária terá como eixo saúde, educação, combate à pobreza e investimentos em infraestrutura. Segundo ela, o presidente do Senado comprometeu-se a aprovar a proposta orçamentária até o final do ano, dentro do prazo legal.

Agência Estado Ricardo Brito e Ricardo Della Coletta

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Pesquisa CNT: Dilma tem 34,2% das intenções de voto; Marina, 28,2%; e Aécio, 16%

Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT)/MDA divulgada hoje (27) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) liderando a corrida presidencial com 34,2% das intenções de voto para a Presidência da República. Em segundo lugar está a candidata pelo PSB, Marina Silva, com 28,2% das intenções de voto, e, em terceiro, Aécio Neves (PSDB), com 16%. 

De acordo com a pesquisa, no caso de um segundo turno, Marina Silva venceria um embate contra Dilma Rousseff, obtendo 43,7% das intenções de voto, ante 37,8% da adversária. Nesse cenário, votos brancos e nulos somam 12,4%, e não sabem ou não responderam à pesquisa 6,1%. Os resultados são semelhantes à pesquisa do Instituto Ibope divulgada ontem (27). 

Se o embate no segundo turno fosse disputado entre Dilma e Aécio, a candidata do PT obteria 43% dos votos, e o tucano 33,3%. Brancos e nulos somariam 16,7%; não sabem ou não querem responder, 7%. Em um embate entre Marina Silva e Aécio, em um eventual segundo turno, Marina seria eleita presidente com 48,9% das intenções de votos, enquanto Aécio teria 25,2%. Brancos e nulos somariam 17,2%; não souberam ou não quiseram responder, 8,7%. 

Lei da Ficha Limpa pode valer para contratação de servidores públicos

As limitações impostas pela Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar nº 135/2010) também poderão orientar a contratação de servidores públicos pela União, pelos estados, pelo Distrito Federal e pelos municípios. Proposta de emenda à Constituição (PEC 20/2012) da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) estabelece, entre outras restrições, dez tipos de crime que tornariam inacessíveis cargos, empregos e funções públicas para quem tiver sofrido condenação definitiva da Justiça. 

Inicialmente Vanessa pretendia que essa vedação também se aplicasse aos condenados por órgão judicial colegiado. Mas emenda apresentada pelo senador Humberto Costa (PT-PE), relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), eliminou esse impeditivo. 

A intenção, conforme justificou Humberto Costa, foi afastar questionamentos sobre uma eventual "flexibilização" do princípio de presunção de inocência. Assim, a emenda restringiu a proibição de acesso a cargos, empregos e funções públicas apenas aos condenados com decisão transitada em julgado, ou seja, de caráter definitivo. 

Teto 

Outra mudança realizada pelo relator eliminou a fixação de um teto para contratação de cargos em comissão. A PEC 20/2012 determinava que as nomeações de comissionados não ultrapassassem 0,1% (um décimo) do total de cargos de provimento efetivo de cada órgão. No entanto, a segunda emenda de Humberto Costa manteve livre a contratação em cargos de livre provimento. 

"Os cargos comissionados necessitam compor tal estrutura a fim de que seja possível alocar profissionais cujas atribuições incluam, por exemplo, a gestão de projetos e de equipes (atribuições essas, em geral, não incluídas dentre aquelas dos cargos efetivos); e remunerar esses profissionais de acordo com a complexidade das atividades que serão desempenhadas", argumentou o relator. 

Apesar dos ajustes promovidos, Humberto elogiou a iniciativa que, para ele, "vem no sentido da adoção de medidas que aprimoram a aplicação dos princípios da administração pública, em especial o da moralidade". 

Crimes contra os patrimônios público e privado; lavagem de dinheiro; tráfico de drogas; contra a vida e a dignidade sexual constam da relação que pode inviabilizar algumas contratações para o serviço público. O impedimento para quem tiver condenação judicial definitiva pode valer desde a definição da sentença até o prazo de oito anos, nos delitos punidos com inelegibilidade e perda dos direitos políticos. 

Depois de passar pela CCJ, a PEC 20/2012 será submetida a dois turnos de discussão e votação no Plenário do Senado.

Redação Bonde com Agência Senado

terça-feira, 26 de agosto de 2014

São Jerônimo da Serra, 39 pessoas são denunciadas

A "organização criminosa" que agiria na Prefeitura de São Jerônimo da Serra, sob o comando do prefeito Adir dos Santos Leite (PSDB), teria sido responsável por 73 ações criminosas que resultaram no desvio de dinheiro público, segundo denúncia apresentada ontem pelo Ministério Público (MP) do Paraná. Foram denunciados os dois filhos de Adir, Adicarlos e Alisson Leite, a mulher dele, Silvana Soares Leite, os vereadores Isaque Pereira Martins (PPS), José Jacir Sampaio (PSD) e Amarildo Alves Bueno (PR), além de outras 33 pessoas, entre empresários, comerciantes e servidores municipais. 

Desde o início do mandato, Adir manteve familiares em cargos do primeiro escalão e, juntos, teriam planejado as supostas fraudes na administração municipal, "unindo esforços e dividindo tarefas", viabilizando "meios para promover o desvio de recursos públicos". Adicarlos chegou a ocupar o cargo de secretário de Administração até ser exonerado no último dia 6 de agosto; Alisson ocupou o cargo de secretário de Agricultura por três meses no ano passado; e Silvana foi secretária de Assistência Social, até a exoneração no último dia 8 de agosto. 

FORO PRIVILEGIADO
O prefeito, por ter foro privilegiado, deve ser denunciado ao Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná, "levando em conta", diz o documento, "as decisões judiciais acolhendo a separação da investigação entre os ora denunciados e o mencionado prefeito". 

De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do MP, que deflagrou no começo do mês a Operação Sucupira, cumprindo mais de 50 mandados de busca e apreensão e de prisão em São Jerônimo e mais sete cidades, houve autorização judicial para a separação da investigação. 

O promotor de Justiça Jorge Barreto da Costa, que assina a denúncia junto com os promotores Cláudio Esteves e Marcelo Salomão, disse que "assim que surgiram os indícios do envolvimento do prefeito, autoridade que tem foro privilegiado, houve requerimento para a cisão da investigação". A informação é rechaçada pelo advogado Maurício Carneiro. Ele integra a equipe que defende o prefeito e a família, além dos vereadores e servidores denunciados. "Não existe autorização do TJ para essa investigação. Portanto, se desde o início apontaram supostamente a presença do prefeito nos eventuais crimes, as prisões e buscas deveriam ter sido autorizadas pelo TJ." 

Carneiro espera decisão do tribunal sobre habeas corpus em favor de Adicarlos e Alisson, que seguem presos preventivamente, e impetrou também uma reclamação que deve ser analisada pelo Órgão Especial do TJ sobre a competência judicial para a investigação em São Jerônimo da Serra. 

Fraudes
Segundo a denúncia, os supostos crimes foram cometidos a partir de licitações fraudulentas, com o apoio de empresários e comerciantes da cidade e região, que emitiam notas fiscais frias, atestando serviços não prestados. As irregularidades teriam ocorrido na aquisição de combustíveis e peças para a frota da prefeitura, na compra de alimentos e gêneros alimentícios que acabavam desviados em "proveito de particulares", no pagamento por transporte escolar não realizado integralmente, no fornecimento de material gráfico ao Executivo e no fornecimento de marmitex para servidores municipais. 

Vereadores
Os vereadores teriam aceitado "vantagem indevida", oferecida pelo prefeito para manter o apoio político, evitando fiscalizações contra o Executivo. Segundo a denúncia, irregularmente, Adir e familiares, além do tesoureiro da prefeitura Amarildo Bueno, "entregavam, inclusive por intermédio de empresários que cooperavam para os interesses ilícitos da organização, combustíveis, pneus e dinheiro aos aludidos edis". 

O valor do suposto desvio está sendo apurado em auditorias no material apreendido. A reportagem não conseguiu contato com as defesas de todos os denunciados.
Edson Ferreira
Reportagem Local FolhaWeb

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Homem introduz garrafa de 600ml no ânus e vai parar na Santa Casa em Cornélio Procópio !

Rádio Web CP
Um homem, aparentando entre 55 e 60 anos, foi encaminhado, por volta das 23h00, de sábado, 23, até a Santa Casa de Cornélio Procópio, para retirar uma garrafa de 600 ml da região retal.
A informação foi prestada pelo socorrista Val Batista do Samu. Ele disse ainda que foi a primeira vez que atendeu uma ocorrência desta natureza.
“Recebemos o chamado de emergência de um bairro da cidade e, ao chegar no local, nos deparamos com esta cena inusitada. A garrafa inteira havia sido introduzida no reto”, contou.
Questionada, a vítima disse que caiu em cima da garrafa e que estava sentindo dores.
Porém, o homem estava consciente e foi encaminhado até a Santa Casa, sendo entregue à equipe médica de plantão.
“No hospital, houve a tentativa de retirada do objeto sem sucesso, o que, provavelmente, deverá exigir uma intervenção cirúrgica para solucionar o problema”, concluiu Val. 

http://nationalnoticias.blogspot.com.br/

Temporal deixa 26 mil casas sem luz em Londrina

Suzana Giordano/Whatsapp Grupo Folha
Suzana Giordano/Whatsapp Grupo Folha

O forte temporal que caiu sobre Londrina no noite desta segunda-feira (25) deixou aproximadamente 26 mil residências sem energia elétrica a partir das 19h50. 

De acordo com a Copel, pelo menos sete circuitos, a maior parte deles na zona oeste da cidade, apresentaram problemas por causa da chuva. Cada circuito atende entre 2 e 8 mil imóveis. 

Equipes da companhia foram acionadas e percorrerem os bairros para restabelecer a rede de transmissão. Não há previsão de retorno da energia para todos os bairros afetados. 

A região mais atingida foi a do Jardim Bandeirantes, na zona oeste, onde ao menos 7 mil imóveis ficaram sem luz por problemas em dois circuitos que atendem a área. 



O temporal também provocou queda de granizo sobre a cidade. Segundo o Simepar, das 19h às 21h Londrina observou uma queda de 12 graus na temperatura média, passando de 28ºC a 16ºC. O instituto também registrou ventos de até 55 km/h. 

A pancada de chuva melhorou a umidade relativa do ar. Até as 19h, o índice rondava a casa dos 40%, mas atingiu os 85% por volta das 21h. Graças ao temporal, o clima deverá ficar menos seco nos próximos dias, reduzindo a incidência de problemas respiratórios entre a população. 

A previsão para esta terça-feira (26) é de chuva durante a manhã e a tarde. A temperatura mínima fica nos 12ºC, enquanto a máxima deve atingir os 21ºC.

Redação Bonde

No Paraná, Beto Richa tem 43%, Requião, 26%, e Gleisi, 14%, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (25) aponta Beto Richa (PSDB) com 43% das intenções de voto para o governo do Paraná, seguido de Requião (PMDB), com 26%, Gleisi Hoffmann (PT), com 14%, e Tulio Bandeira (PTC), com 1%. Esta é primeira pesquisa de intenção de voto feita pelo instituto sobre a eleição estadual após o registro das candidaturas.
A pesquisa foi encomendada pela RPC TV.
Os candidatos Bernardo Pilotto (PSOL), Geonisio Marinho (PRTB), Ogier Buchi (PRP) e Rodrigo Tomazini (PSTU) somaram, juntos, 1%. Brancos e nulos somaram 8%, e 7% não responderam.
Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
Beto Richa (PSDB) – 43% das intenções de voto
Requião (PMDB) – 26%
Gleisi Hoffmann (PT) –14%
Tulio Bandeira (PTC) – 1%
Outros com menos de 1% - 1%
Brancos e nulos - 8%
Não sabe ou não respondeu - 7%

Rejeição
O Ibope também pesquisou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Confira abaixo:

- Requião: 30%
- Beto Richa: 20%
- Gleisi Hoffmann: 20%
- Tulio Bandeira: 8%
- Bernardo Pilotto: 7%
- Geonisio Marinho: 6%
- Ogier Buchi: 6%
- Rodrigo Tomazini: 6%
- Poderia votar em todos: 10%
- Não sabe ou não respondeu: 18%

A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 23 de agosto. Foram entrevistados 1.008 eleitores em 59 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o número 00411/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR- 00411/2014.
Do G1 Pr

domingo, 24 de agosto de 2014

Criança é ejetada de automóvel em acidente que deixou mais três pessoas feridas na PR 160



Na tarde de domingo (24), por volta das 15h, socorristas do SIATE e SAMU de Cornélio Procópio se mobilizaram para atenderem quatro vítimas de um grave acidente, do tipo capotamento, ocorrido na PR 160, na saída para Leópolis.
De acordo com o Sgt. Noel do SIATE, no local foram encontrados os ocupantes já fora do automóvel que se encontrava tombado ao lado da rodovia, sendo eles o motorista, a esposa, uma jovem de treze anos e uma criança de oito anos de idade.
Segundo Noel, a criança foi arremessada do interior do veículo durante o acidente, sofrendo fraturas múltiplas, inclusive traumatismo craniano. A vítima foi atendida pela equipe médica do SAMU e precisou ser entubada.
A princípio a criança foi encaminhada para a Santa Casa de Cornélio Procópio, mas o médico responsável pela atendimento já estudava uma possível transferência da vítima via helicóptero do GRAER para um hospital especializado de Londrina devido ao seu estado grave, revelou o Sgt. Noel.
As demais vítimas apresentavam contusões e escoriações e receberam atendimento de socorro da equipe do SIATE.
A senhora que acompanhava o motorista estava em estado de desespero ao ver a sua filha em uma situação muito delicada sendo atendida pelo agentes do SAMU e precisou de uma atenção especial.
O motorista, de nome Paulo, apresentava certa sonolência, permanecendo sentado ao lado do carro se mostrando muito preocupado e calado. Em determinado momento, durante o atendimento mencionou que tentou desviar de algo, mas não soube precisar do que se tratava, informou Noel.
Chamou a atenção os ferimentos da jovem de 13 anos, com cortes nas pernas, um ferimento profundo na cabeça e escoriações nas costas, como se estivesse deslizado na pista, aparentando também ter sido jogada para fora do carro, mas o fato não foi confirmado.
O grupo se encaminhava para Cornélio Procópio após passarem a manhã e parte da tarde em um pesqueiro na região de Leópolis, segundo informações.
O motorista, a senhora e a adolescente foram imobilizados e como a criança, levados para irmandade hospitalar procopense, sem perigo de morte.
Para o Sgt. Noel, possivelmente a criança não estava presa ao cinto de segurança ou não usava o equipamento necessário, caso contrário não seria ejetada do veículo como ocorreu, mas o caso ainda deve ser investigado.
Noel salientou que a central do Corpo de Bombeiros foi acionada enquanto os membros da corporação apagavam um incêndio ambiental, apontando para o fato do grupo ainda perder tempo pela ação de um irresponsável que resolveu colocar fogo em algum matagal, justamente nesta época de tempo seco, prejudicando o atendimento para quem precisa de socorro e isto é lamentável.

Com informações; Anuncifacil.com.br

Presos jogam reféns de telhado de penitenciária no PR


Pelo menos dois presos foram decapitados durante rebelião deste domingo, 24, na PEC(Penitenciária Estadual de Cascavel), no Oeste do Paraná. De acordo com a PM (Polícia Militar), há vários presos feridos e dois agentes penitenciários foram feitos reféns pelos detentos. Até as 17 de deste domingo, 24, uma equipe especial da PM negociava com os líderes dos amotinados para o fim da rebelião.

Quatro detentos foram espancados, amarrados e arremessados do telhado da penitenciária. Eles caíram de uma altura de 15 metros. Os feridos permaneceram no local por várias horas até que a equipe de socorristas do Siate do Corpo de Bombeiros teve acesso para atendê-los.

Um deles foi levado em estado grave para o Hospital Universitário. O Depen (Departamento Penitenciário) informou que um dos mortos é um ex-policial civil que estava preso por comandar um esquema de furto e desvio de peças de veículos apreendidos que ficavam no pátio 15ª Subdivisão Policial de Cascavel. As negociações com os líderes da rebelião estão sendo feita pelo diretor do Depen, Cezinando Paredes.

Eleições vão custar R$ 27 milhões no Paraná

As eleições gerais de 5 de outubro no Paraná vão custar R$ 27 milhões, incluindo eventual segundo turno, afirmou ontem o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Edson Vidal Pinto, em entrevista coletiva em Londrina. Isso significa que o voto de cada um dos 7.865.949 eleitores do Estado vai custar R$ 1,71 por tuno de votação. 

Vidal Pinto disse que no cálculo estão incluídos gastos com aquisição e manutenção de urnas, transporte, correios, mesários, alimentação e "tudo o que envolve a eleição". "Ainda assim é uma das eleições mais baratas entre todos os estados do País, o que se deve a vários fatores, como, por exemplo, a facilidade do transporte e pouca distância entre os locais de votação", declarou. Nas últimas eleições, o custo foi de R$ 24 milhões, informou a assessora de comunicação do TRE. 

Em razão do "alto custo", disse o desembargador, "os eleitores devem exercer seu direito de voto com consciência". "O custo é alto e o voto tem que ser consciente. Não dá para se omitir, deixando de votar, votando em branco ou anulando seu voto. Isso é um desserviço ao País e à democracia", opinou. 

O presidente do TRE também fez uma avaliação sobre "exageros" cometidos pelos candidatos durante a campanha. Disse que entre sete e oito representações têm sido protocoladas por dia no TRE com objetivo de coibir possíveis abusos. "Não é um número muito elevado já que ainda estamos no início do processo. Por enquanto, não estamos vendo nenhum exagero acentuado. São mais troca de palavras entre os candidatos", avaliou. 

O desembargador comentou ainda sobre o número de impugnações de candidatos no Estado: o TRE indeferiu o registro de 131 candidaturas, o que corresponde a pouco mais de 10% dos inscritos. Para ele, alguns partidos ainda estão desorganizados e lançam candidatos sem condições de concorrer e outros, algumas vezes, ignoram a situação. "Pode até ser uma surpresa para o partido a impugnação de determinado candidato."
Loriane Comeli
Reportagem Local FolhaWeb

sábado, 23 de agosto de 2014

Operação culminou em apreensão de dezenas de Motos e arma de fogo no Distrito de Terra Nova



Na tarde desta sexta feira 22 de agosto, visando combater crimes foi desencadeada a primeira operação no Distrito da Terra Nova, onde o pelotão de polícia de São Jerônimo da Serra, sob o comando do Sargento Rivelino com o apoio da Rotam e vários policiais do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC).

Na operação foram presas dezenas de motos sem chassi e sem placas, entre elas uma moto produto de furto e uma arma de fogo. O Sargento falou com a nossa reportagem e disse que estarão acontecendo varias operações em todo município.

O Sargento pediu a colaboração dos moradores para quando algum veiculo ou pessoas estranhas acionem o 190, para serem feitas diligencias no intuito de combater qualquer prática ilícita, "trabalhando sempre em conjunto com a comunidade estaremos prevenindo e combatendo qualquer espécie de crimes". Finalizou a entrevista deixando o pelotão a disposição de toda a população.

Reginaldo Saturnino

TJ anula investigação sobre anexo do TC; MP vai recorrer

O Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná anulou anteontem a investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público (MP) do Estado, por suspeita de irregularidades na obra do anexo do prédio do Tribunal de Contas (TC) do Paraná. O MP emitiu nota oficial ontem informando que vai recorrer da decisão. 

A anulação considerou irregulares as escutas telefônicas obtidas pelo Gaeco no período de investigações, de acordo com o jornal Gazeta do Povo. O TJ não confirma a informação porque os autos correm em segredo de justiça. O coordenador estadual do Gaeco, Leonir Batisti, disse ontem que não havia tido acesso ao despacho. 

Na nota, o Gaeco afirma que as investigações foram legítimas e as escutas, autorizadas pela Justiça. Também estranha a anulação de uma apuração que culminou "com a prisão em flagrante do diretor de coordenação do TC (Luiz Bernardo Dias) no momento em que recebia, como propina, o valor de R$ 200 mil". 

A decisão foi tomada pela 2ª Câmara Criminal do TJ, composta pelos desembargadores José Carlos Dalacqua (presidente), José Maurício Pinto de Almeida, Roberto de Vicente, Laerte Ferreira Gomes, Luís Carlos Xavier e o juiz substituto de segundo grau Roberto Antonio Massaro. A assessoria de imprensa do TJ não soube confirmar quais magistrados acompanharam a votação. 

A apuração do Gaeco identificou suspeitas de fraude na licitação, aberta no fim do ano passado, para construção do anexo do prédio do TC, no valor máximo de R$ 40,8 milhões. Seis empresas se candidataram, mas cinco acabaram desclassificadas por critérios diversos. Por eliminação, a Sial Engenharia venceu o certame oferecendo custo de R$ 36 milhões. 

Em junho deste ano, o Gaeco prendeu o coordenador do TC no momento em que recebia dinheiro do proprietário da Sial Engenharia, Edenilson Rossi. Outras cinco pessoas foram presas provisoriamente por suspeita de envolvimento, mas acabaram soltas. O nome do presidente do TC, Artagão de Mattos Leão, também é citado.

Luís Fernando Wiltemburg
Reportagem Local FolhaWeb

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Horário eleitoral na TV começa hoje com homenagens


A abertura do horário eleitoral gratuito na TV e no rádio, que vai de hoje até o dia 2 de outubro, deve ser marcada por homenagens ao ex-candidato a presidente Eduardo Campos (PSB), morto na semana passada. Os blocos, de 50 minutos cada, serão levados ao ar no rádio, pela manhã e à tarde, e na TV, à tarde e à noite, de segunda-feira a sábado (veja quadro). 

Hoje, é dia dos candidatos a presidente e a deputado federal. A coligação "Unidos Pelo Brasil", que tem o PSB como cabeça de chapa, havia sido definida por sorteio como a primeira a se apresentar e teve que promover algumas alterações no programa às pressas, em razão do acidente aéreo que vitimou Campos e assessores da campanha no último dia 13. 

"Eu mesmo gravei na sexta-feira, ainda em Pernambuco, uma homenagem que será veiculada no horário do PSB no Paraná", explicou o presidente paranaense da legenda, Severino Araújo. Ele lembrou que no Estado o partido tem pouco mais de 1 minuto na chapa proporcional, mas vai manter o espaço dedicado à "trajetória política" de Campos, durante essa primeira semana de propaganda. "Vamos decidir na quarta-feira (amanhã) quem vai substituí-lo e preparar os novos programas", disse, evitando confirmar a então candidata a vice na chapa, Marina Silva (PSB). 

Os candidatos a governador de Estado, ao Senado e a deputado estadual iniciam a campanha no rádio e na TV amanhã. O primeiro a se apresentar na corrida ao Executivo do Paraná será o candidato Ogier Buchi (PRP). 

Mesmo com os tempos de todos os candidatos na programação já definidos, a Justiça Eleitoral, se acionada, pode conceder direitos de resposta aos que se sentirem ofendidos pelos adversários. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), "esse direito deve ser julgado em 72 horas". 

Em caso de segundo turno, o horário eleitoral deverá ter início no dia 11 de outubro, 15 dias antes do pleito, com programas de 20 minutos no rádio e na TV, distribuídos igualitariamente entre os candidatos. 

Edson Ferreira
Reportagem Local FilhaWeb

domingo, 17 de agosto de 2014

Marina Silva será candidata no lugar de Eduardo Campos

Marina Silva foi escolhida para ser a candidata do PSB à Presidência da República no lugar de Eduardo Campos, morto em acidente de avião na última quarta-feira (13). A escolha será anunciada oficialmente na próxima quarta (20).
Marina chegou ao Recife na tarde deste sábado (16) para acompanhar o velório de Campos, que acontece no Palácio das Princesas. À noite, ela visitou familiares do ex-governador de Pernambuco. Ela não comentou sobre o assunto.
Durante o voo, Marina falou em "senso de responsabilidade e compromisso com o que a perda de Eduardo nos impõe", conforme reportagem do jornal O Globo.
Líderes do PSB se reuniram na noite de sexta (15) em um hotel de São Paulo para conversar sobre a candidatura. Entre eles, estavam o presidente do partido, Roberto Amaral, o governador de Pernambuco, João Lyra, e os deputados federais, Júlio Delgado (MG) e Márcio França (SP).
Mais cedo, eles estiveram com Marina, também na capital paulista, e receberam dela o aval para a candidatura.
Ao saírem da reunião de dirigentes, já na madrugada deste sábado, integrantes do PSB confirmavam que, apesar do anúncio oficial ser feito na quarta (20), o nome de Marina já era dado como certo, com um vice na chapa que deve ser um integrante do partido, e não de uma sigla aliada.
G1

sábado, 16 de agosto de 2014

Prefeito de São Jerônimo da Serra é indiciado

O prefeito de São Jerônimo da Serra (Norte Pioneiro), Adir dos Santos Leite (PSDB), apontado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) como o líder da "organização criminosa" que agiria na cidade, foi indiciado pelo envolvimento no desvio de dinheiro público em licitações fraudulentas. O inquérito, finalizado ontem pelo delegado Ernandes Cezar Alves, foi entregue à Justiça do município e agora o Ministério Público (MP) do Paraná terá 5 cinco dias para oferecer denúncia. Adir está licenciado do cargo por 30 dias. 

A reportagem não teve acesso aos documentos, mas o delegado confirmou ter encontrado indícios da participação de Adir, dos filhos dele, Adcarlos e Alisson dos Santos Leite, e de outros investigados nas supostas irregularidades. Os filhos estão presos preventivamente em Londrina desde o dia 6 de agosto, quando o Gaeco deflagrou a operação Sucupira, cumprindo 55 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão. Ontem, deixaram a cadeia os vereadores Jacir Sampaio (PSD), Isaque Pereira Martins (PPS) e Amarildo Bueno (PR). 

O advogado de Adir, Maurício Carneiro, negou a existência de organização criminosa em São Jerônimo da Serra. "Em município pequenos pode até haver falhas administrativas, mas vou demonstrar a licitude dos procedimentos." Quanto ao indiciamento, disse que "só demonstra que as prisões foram ilegais, pois se envolve o prefeito, a competência é do Tribunal de Justiça (TJ)". Alves afirmou, porém, que "o delegado de polícia não precisa de autorização do TJ para investigar prefeitos".
Edson Ferreira
Reportagem Local FolhaWeb

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Richa e Requião aparecem em empate técnico em pesquisa


O atual governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e o ex-governador Roberto Requião (PMDB) dividem a liderança na disputa pelo governo do Estado, segundo nova pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira. Richa tem 39%, contra 33% do peemedebista. Considerando a margem de erro, de três pontos para mais ou para menos, há um empate técnico. Em terceiro lugar aparece Gleisi Hoffmann (PT), com 11%.

Bernardo Pilotto (PSOL) e Orier Buchi (PRP) têm 1% das intenções de voto cada um. Geonísio Marinho (PRTB), Rodrigo Tomazini (PSTU) e Túlio Bandeira (PTC) não pontuaram. Brancos e nulos somaram 5% e outros 10% não sabem ou não opinaram. Segundo o levantamento, Requião tem a maior taxa de rejeição (27%), seguido do tucano Beto Richa, com 23%. Já Gleisi é rejeitada por 17% dos entrevistados.

A pesquisa também aferiu a avaliação do governo do tucano. Para 48% dos entrevistados, a administração do governador é considerada "boa ou ótima", enquanto outros 34% a avaliam como "regular" e, para 15%, o governo é avaliado como "ruim ou péssimo". O Datafolha ouviu 1.226 eleitores em 46 municípios do Paraná entre terça-feira, 12, e quarta-feira, 13. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo PR-00014/2014.


Prefeito responde a nove ações por shows irregulares no Paraná


A Vara da Fazenda Pública de Marechal Cândido Rondon, na região oeste do Paraná, determinou, nesta semana, em caráter liminar, a indisponibilidade de bens do prefeito municipal e de mais seis pessoas e duas empresas de promoção de eventos, por irregularidades em processo licitatório. A decisão atende pedido formulado pelo Ministério Público do Paraná em ação civil pública por improbidade administrativa. 

Na inicial, a 1ª Promotoria de Justiça de Marechal Cândido Rondon questiona a contratação de um show, para a festa de aniversário da cidade, com dispensa de licitação. De acordo com o MP-PR, ao invés da Administração Municipal realizar o contrato diretamente com o empresário da banda, contratou uma empresa interposta, que possuía carta de exclusividade apenas para o dia do show. 

Para a Promotoria, houve tentativa de favorecimento da empresa contratada, uma vez que contratações efetuadas pela Administração Pública demandam regular procedimento licitatório. 

A Justiça determinou o bloqueio de bens dos requeridos no total de R$ 114 mil, valor do contrato celebrado com a prefeitura municipal para o show. 

Outras situações -  Durante as investigações, o Ministério Público do Paraná constatou situação semelhante em outros oito contratos celebrados pela Administração Municipal, todos voltados à contratação de artistas para shows na cidade. Assim, a Promotoria ajuizou outras oito ações civis públicas, por ato de improbidade administrativa, contra o atual prefeito e contra diversos outros envolvidos nas contratações irregulares.

Redação Bonde com MP/PR

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Prefeito de São Jerônimo da Serra pede afastamento do cargo por 30 dias


O prefeito de São Jerônimo da Serra, Adir dos Santos Leite (PSDB), pediu afastamento do cargo por 30 dias. No ofício, encaminhado à Câmara de Vereadores na segunda-feira, solicitando autorização legislativa para a licença, Adir Leite diz que tomou a decisão em virtude das investigações conduzidas pelo Ministério Público sobre supostos desvios de dinheiro público na administração. 

De acordo com o ofício, o afastamento "é importante para que todos os fatos sejam devidamente esclarecidos e sem que isso traga qualquer prejuízo à administração". Também foram suspensos todos os procedimentos licitatórios da prefeitura. O decreto municipal afirma que a suspensão tem prazo indeterminado e "será automaticamente revogada assim que o Ministério Público devolver os processos licitatórios que foram apreendidos na sua forma original". 

O advogado do prefeito Adir Leite, Maurício Carneiro, informou que o afastamento pode ser renovado após dos 30 dias. "Se até lá as investigações não estiverem concluídas o prefeito deverá renovar a licença." 


Eduardo Campos morre em acidente aéreo com jato particular em Santos

O candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB) está entre os passageiros da aeronave particular que caiu na manhã desta quarta-feira em Santos (SP). A confirmação foi feita pela assessoria de imprensa do partido. Segundo o candidato do PSB no DF, Rodrigo Rollemberg, a direção do partido o informou que os passageiros a bordo do avião que caiu eram: Eduardo Campos, sua esposa Renata, o filho Miguel, os assessores Pedro Valadares, Carlos Percol e um cinegrafista ainda não identificado. A candidata a vice-presidente, Marina Silva, não estava a bordo do avião.
O ex-governador de Pernambuco havia saído do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para um compromisso no Guarujá (SP). No meio do trajeto, o jato particular caiu próximo ao Canal 3, em Santos, sobre uma academia de ginástica na Rua Vahia de Abreu, no Boqueirão.
Assessores, amigos e correligionários não conseguem fazer contato com candidato. Seu avião não chegou ao destino. Governo de Pernambuco também não tem contato com candidato. Carlos Siqueira, primeiro secretário do PSB, disse que Campos estava a bordo do avião que caiu.
Por meio de nota, o Comando da Aeronáutica informa que nesta quarta-feira, por volta das 10h, uma aeronave Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu na cidade de Santos, no litoral de São Paulo. A aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá. Quando se preparava para o pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave. A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que possam ter contribuído para o acidente.
Campos morreu no mesmo dia que seu avô, Miguel Arraes, que também foi governador de Pernambuco. Arraes morreu de infecção generalizada em 13 de agosto de 2005

sábado, 9 de agosto de 2014

FESTA #SELFIE NA AVARANDA LOUNGE BAR NESSE SÁBADO 09 DE AGOSTO


                                                        
                      *** AVARANDA LOUNGE BAR ***

MAIS UMA VEZ INOVAMOS, NESTE PROXIMO SABADO, DIA 09 DE AGOSTO AS 23:00 HRS. " A FESTA #SELFIE" COM A DUPLA RESIDENTE DO BAR DA SILVA E DEMAIS CASAS DE SHOWS EM LONDRINA. A REVELAÇÃO DO SERTANEJO
"ALESSA & MALDONADO" 

- FOTOGRAFA PROFISSIONAL, CLICANDO OS MELHORES #SELFIE
- CONVITES LIMITADOS 
- SEGURANÇAS DA EQUIPE GAE

Informações e Reservas: Whatsapp (043) 9137-3683 /www.avarandaloungebar.com.br

Vereadores de São Jerônimo da Serra continuam em silêncio


Os vereadores de São Jerônimo da Serra (Norte Pioneiro) José Jacir Sampaio (PSD), Isaque Pereira Martins (PPS) e Amarildo Bueno (PR), embora tivessem manifestado informalmente o interesse em colaborar com as investigações, ficaram em silêncio durante depoimento ontem na sede do Ministério Público (MP) em Londrina. Eles foram presos temporariamente na quarta-feira, durante a Operação Sucupira, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que apura suposto desvio de recursos públicos. 

Afastamento de servidora
A servidora municipal de São Jerônimo da Serra Aline Moreira, que também estava presa em Londrina, foi liberada ontem, depois de prestar depoimento no MP. Segundo o promotor de Justiça Jorge Fernando Barreto da Costa, "ela trouxe informações importantes para as investigações e pedimos a revogação da prisão dela e o afastamento da função na prefeitura". O pedido foi deferido pela Justiça. Além dela, outro empresário também foi liberado ontem. Portanto, 11 pessoas permanecem detidas. 

Participação do prefeito
São estimados cerca de 80 depoimentos ao longo da investigação sobre supostos crimes contra o patrimônio público praticados no município. Ontem foram ouvidas 13 pessoas em São Jerônimo da Serra, entre suspeitas e testemunhas. De acordo com o promotor Jorge Fernando Barreto da Costa, "muitas suspeitas do Ministério Público, em princípio, foram confirmadas". "O prefeito (Adir dos Santos Leite, PSDB) seria uma das principais lideranças no esquema." Adir chegou a ser preso por posse ilegal de arma, mas pagou fiança de R$ 6 mil e foi solto. Conforme o MP, dois pedidos de prisão contra o tucano, por suposto envolvimento nas fraudes, foram negados pelo Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná. 

Exonerados
O advogado Maurício Carneiro protocolou ontem no TJ pedido de habeas corpus em favor de nove investigados, entre eles, os três vereadores e os dois filhos do prefeito de São Jerônimo da Serra, Adcarlos dos Santos Leite e Alisson dos Santos Leite. Adcarlos, segundo Carneiro, foi exonerado pelo pai do cargo de secretário de Administração. "Todos os comissionados foram exonerados e em relação aos efetivos o prefeito já pediu a abertura de sindicâncias", disse o advogado. 

‘Prisões ilegais’
Maurício Carneiro sustenta que não houve os crimes narrados pelo MP na Prefeitura de São Jerônimo da Serra. "Se existe participação do prefeito em alguma irregularidade, conforme diz o Gaeco, as prisões são ilegais porque a competência para analisar e deferir pedidos de prisão é do Tribunal de Justiça (pelo foro privilegiado do chefe do Executivo)." Segundo o advogado, não há justificativa para as detenções. "São para pressionar as pessoas a falar o que (os promotores) querem." 

Equipe da Folha com agências