Pesquisar

sábado, 31 de janeiro de 2015

Assessor preso por exploração sexual de menor tem nome de Richa tatuado no braço


O assessor da governadoria do Paraná, Marcelo Caramori, preso por suspeita de favorecimento e exploração sexual de menores em Londrina, no norte do estado, fez uma tatuagem no próprio braço com o nome do governador Beto Richa. A imagem aparece no perfil pessoal do próprio assessor, que foi preso na tarde de quinta-feira (29), em Londrina. No Diário Oficial do Estado do Paraná desta sexta-feira (30) já consta a exoneração do servidor, em decisão assinada pelo governador e pelo Chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra.
De acordo com informações divulgadas pela RPC TV de Londrina, Caramori aparecia no Portal da Transparência, como “assessor da governadoria”, ativo, em cargo comissionado. O Governo do Estado, porém, garante que ele trabalhava como fotógrafo na cidade do norte do estado.
A tatuagem mostra a frase “100% Beto Richa” e na descrição do Facebook, Caramori define o governador como “o melhor chefe, o melhor amigo, e o ser humano mais incrível” que conheceu. “A pele é minha eu tenho minha maneira e minha convicção e sei o que faço da minha vida”, diz na rede social. A tatuagem foi feita no dia 14 de março de 2014.
Segundo a promotora da 6ª Vara Criminal de Londrina, Caroline Esteves, responsável pela investigação, ele aliciava adolescentes com idade entre 14 e 18 anos. “Há diversos elementos que comprovam que ele praticou o crime inúmeras vezes. Ele estava sendo investigado há algum tempo e as provas, até agora, são suficientes para comprovar a prática da exploração sexual de adolescentes”, disse a promotora ao portal G1/PR.
Caramori foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em casa. Lá, os policiais apreenderam vários computadores e CDs para procurar mais indícios dos crimes.
Banda B

Motorista perde o controle de veiculo e invade casa em São Jerônimo da Serra




Na noite desta sexta feira (30) um motorista de um veiculo gol perdeu a direção vindo a colidir contra um muro e invadindo uma casa na Avenida José Batista Proença próximo a Lanchonete A Varanda, apesar da violência da batida ninguém ficou ferido. 

A Policia militar foi acionada para atender o acidente, como o condutor do veiculo não estava no local para dar as informações sobre o ocorrido, foi acionado o guincho para retirar o veiculo do local e o mesmo foi encaminhado para o pátio da policia militar para serem tomadas as medidas cabíveis. 

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Sapopema recebe cardioversor, ônibus e van para a saúde

Nesta quinta feira (29) o diretor da 18ª regional de saúde, Edimar Santos representando o governo Beto Richa e o secretário de estado da saúde, Michele Caputo entregou em Sapopema juntamente com o líder do governo deputado Romanelli 01 equipamento Cardioversor, 01 Van (fundo a fundo) e 01 ônibus para atender a LINHA DA SAÚDE organizada pelo CISNOP que recebeu 06 ônibus através da SESA/PR.


 









Fonte: Blog Edimar Santos

PRESO EM FLAGRANTE DONO DE BAR EM SÃO JERÔNIMO DA SERRA POR TRÁFICO DE DROGAS E CORRUPÇÃO ATIVA!!!

Foi preso na tarde desta quinta-feira (29/01), um homem inicialmente identificado como MOISÉS, o qual possui um bar no centro da cidade de SJ da Serra/PR. Ele foi preso após um minucioso trabalho de investigação que o apontava como envolvido no tráfico de drogas na cidade. Com ele foram apreendidos cocaína e maconha, além de dinheiro. Ao ser preso pelos policiais, MOISÉS teria feito proposta de acordo, ou seja, tentou comprar os policiais, que deram voz de prisão em flagrante ao suspeito e o conduziram até a 33ª Delegacia Regional de Polícia de SJ da Serra/PR para responder pela prática dos crimes de "Tráfico de Drogas e Corrupção Ativa". É mais um criminoso tirado de circulação graças ao bom trabalho realizado pelas equipes policiais de São Jerônimo da Serra/PR.

Com informações Reginaldo Saturnino

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

PR inicia obras de ampliação da UTI do Hospital Regional do Norte Pioneiro


O Governo do Paraná iniciou nesta semana as obras de ampliação da UTI do Hospital Regional do Norte Pioneiro, em Santo Antonio da Platina. A obra, com investimento de R$ 3,4 milhões, terá área total de 843,28 metros quadrados, 10 
leitos de UTI Neonatal e 10 adulto. O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, ressaltou o esforço em ampliar em mais de 50% a oferta de leitos de UTI durante o primeiro mandato do governador Beto Richa. 

“A demanda por leitos de terapia intensiva vem aumentando com o envelhecimento da população, com o grande número de acidentes de trânsito e a violência interpessoal, por isso temos apoiado os hospitais parceiros para ampliar a oferta desses leitos, além de estruturar nossos hospitais com o mesmo objetivo”, disse. Em quatro anos, o Paraná colocou em funcionamento 670 leitos de UTI adulto, infantil e neonatal a mais no sistema público de saúde. 

Colégio no Distrito de Terra Nova é alvo de furto nessa madrugada

NA MADRUGA DO DIA 22 DE JANEIRO DE 2015 POR VOLTA DAS 01HS33MIN. TRÊS MAUS ELEMENTOS ENCAPUZADOS PULARAM O MURO DO COLÉGIO ARRANCARAM UMA DAS GRADES DE PROTEÇÃO (NA AÇÃO DE ARRANCAR A GRADE UM DOS ELEMENTOS ACABOU SE FERINDO NA CANELA ESQUERDA, ISSO COM CERTEZA AUXILIARÁ E MUITO A POLICIA NAS INSTIGAÇÕES) E INVADIRAM O PÁTIO INTERNO. DENTRO DO PÁTIO OS TRÊS ELEMENTOS TENTARAM ARROMBAR AS PORTAS DA SECRETARIA, SALA DE DIREÇÃO E SALA DE PROFESSORES, NÃO OBTENDO EXITO, ACABARAM POR ADENTRAR A SALA DA EQUIPE PEDAGÓGICA LEVANDO UM MICRO COMPUTADOR COM MONITOR DE 20" DA REFERIDA SALA ALÉM DE LEVAR CONSIGO TAMBÉM UMA CAIXA DE SOM QUE ESTAVA FIXADA NO PILAR DO PÁTIO. A AÇÃO DOS BANDIDOS DUROU APROXIMADAMENTE 6 MINUTOS. TODA A AÇÃO FOI FLAGRADA PELAS CÂMERAS DE SEGURANÇA DA ESCOLA. UM DOS ELEMENTOS, CERTO DA SUA IMPUNIDADE DEIXA SEU ROSTO BEM A MOSTRA às CÂMERAS. ISSO PARECE UMA AFRONTA À POLÍCIA... AGORA A PERGUNTA.É: CADÊ A SEGURANÇA EM NOSSO DISTRITO DE TERRA NOVA. ALÔ VOCÊ POLITICO DE SÃO JERÔNIMO, VAMOS NOS UNIR EM PROL DE NOSSOS MUNÍCIPES E BUSCAR JUNTO AO GOVERNO DO ESTADO AUMENTO DO EFETIVO POLICIAL, POIS NOSSO MUNICÍPIO É UM PELOTÃO, E SOMENTE COM SEIS POLICIAIS FICA IMPOSSÍVEL ATENDER AO MUNICÍPIO TODO. VAMOS BUSCAR JUNTO AO ESTADO ESSE AUMENTO DE CONTINGENTE, PARA QUE POSSAMOS TER POLICIAIS MORANDO EM NOSSOS DISTRITOS. MAIS UMA VEZ, SENHORES POLÍTICOS VAMOS DEIXAR AS PICUINHAS COM VIZINHOS, COM CONTERRÂNEOS LOCAIS DE LADO E TRABALHAR PELO NOSSO POVO, ISSO SIM É IMPORTANTE, E SE ISSO ACONTECER ISSO SIM SERÁ FANTÁSTICO.


As informações são do Facebook do Jorge Lúcio Diretor do Colégio 

Richa reúne secretários e anuncia mais corte de gastos

(foto: Valquir Aureliano)
O governador Beto Richa (PSDB) reuniu ontem pela primeira vez seu secretariado para o segundo mandato anunciando novas medidas de corte de gastos e contenção de despesas. Entre as que estão sendo estudadas e devem ser propostas à Assembleia Legislativa em um prazo máximo de 60 dias estão o corte de gratificações salariais de servidores públicos estaduais e a redução do número de cargos comissionados, além da revisão de contratos de terceirizações. 
Richa alegou que as medidas são necessárias para recuperar a capacidade de investimento do Estado e pediu austeridade e colaboração da equipe. “O Paraná não é uma ilha e estamos sentindo os efeitos da estagnação da economia brasileira”, justificou o governador.
O tucano também destacou que neste momento é importante manter as contas equilibradas e que o Estado irá ajustar o orçamento à capacidade financeira, reduzindo gastos e renegociando dívidas. Na reunião, que durou mais de três horas, ele pediu ainda a retomada dos Contratos de Gestão, documentos assinados com os secretários com as metas que cada área deverá atingir até o final de cada ano.
Segundo o novo chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, trata-se de uma segunda fase do pacote de ajuste fiscal deflagrado pelo governo para equilibrar suas contas, e que já inclui aumento de impostos como o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) e do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre combustíveis e itens de consumo popular, aprovados no final do ano passado pelo Legislativo. “Esses ajustes complementarão aquelas medidas que foram tomadas no final do ano passado de aumento de receita do Estado, com agora a parte do governo de redução de suas despesas, de seu custeio, deseu gasto com pessoal”, explicou o secretário.
Em relação aos servidores, o governo – que já havia anunciado na posse a proibição de novas e conseguido a aprovação da Assembleia da cobrança de contribuição sobre funcionários públicos aposentados e pensionistas – também pretende promover novos cortes e mudanças. “Temos temporários no Estado que vamos analisar a situação. E temos também dentro do mecanismo da folha de pagamento, instrumentos que podem ser ajustados de ganhos adicionais que nós vamos analisar como isso pode ser enquadrado dentro da realidade que estamos vivendo”, disse Sciarra. “Desde alguns benefícios que constam já incorporados à realidade do funcionalismo e que tem dispositivo legal definindo isso. Nós teremos então que mudar esses dispositivos legais. Da mesma forma, custeio da máquina está sendo objeto de análise profunda”, afirmou.
Rápida
Investimentos
Segundo o chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, a partir de agora serão realizadas mensalmente reuniões com o secretariado, para que todos conheçam a situação do Estado. Sciarra também ressaltou que as dificuldades econômicas do Brasil e do Paraná e exigem um ajuste nas contas do Estado. “A intenção é recuperar, num período de até um ano, a capacidade de investimento com equilíbrio financeiro”, disse. Ele lembrou que o governador já assinou 18 decretos para impor maior rigor na execução do orçamento do Executivo.
O objetivo é realizar uma economia de R$ 1 bilhão em 2015. De acordo com o secretário, esses decretos e o pacote aprovado pela Assembleia é necessário para que o Estado recupere a capacidade de investimento. Hoje, dos R$ 50 bilhões do orçamento anual, sobram apenas R$ 3 bilhões. A meta é com os ajustes aumentar esse valor para R$ 5 bilhões.

Bem Paraná

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Equipes da Operação Verão não recebem diárias

Mais de 300 policiais militares e 500 bombeiros que atuam desde o início da Operação Verão 2014/2015 ficaram sem receber as diárias no valor de R$ 180 destinadas ao pagamento de hospedagem e alimentação por 20 dias. A informação foi confirmada ontem pela Associação dos Praças do Estado do Paraná (Apra-PR) e União dos Praças do Corpo de Bombeiros (UPCB-PR). As entidades, inclusive, ameaçaram entrar com medidas judiciais contra o Governo do Estado por causa do atraso. O valor da dívida gira em torno dos R$ 145 mil. 

Os servidores deslocados para atuar no Litoral desde o dia 14 de dezembro do ano passado ficam em hotéis, pousadas ou em casas alugadas porque não há vagas nos quartéis e batalhões da região. E, segundo o presidente da Apra-PR, Orélio Fontana, alguns dos policiais e bombeiros já tinham sido avisados da possibilidade de despejo por conta do atraso do aluguel. "É uma situação constrangedora. Os servidores se prontificam em se deslocar para auxiliar na Operação Verão e passam por este constrangimento. Nenhum profissional vai deixar de cumprir com seus deveres mas eles merecem o mínimo de respeito, o que não vem acontecendo. Alguns inclusive estão tendo que pagar do próprio bolso", ressaltou. 

Ainda conforme o órgão, o Estado já tinha se comprometido a quitar os atrasos em outras três oportunidades: 5, 11 e 16 de janeiro. A Secretaria da Segurança Pública (Sesp) informou por meio de nota oficial que já autorizou a Secretaria da Fazenda a pagar as diárias dos servidores que estão atuando na Operação Verão Paraná 2014/2015. A pasta reforçou que já foi encaminhado ofício para regularização da situação junto à Secretaria da Fazenda, e que o pagamento deve ser feito nos próximos dias. A reportagem entrou em contato com a assessoria da Fazenda, que informou que ainda está sendo analisada a forma como o pagamento será realizado aos policiais e bombeiros.
Rubens Chueire Jr.
Reportagem Local

Municípios receberão R$ 1,15 bi a mais com aumento de tributos

Os aumentos de tributos anunciados anteontem e o veto da correção da tabela do Imposto de Renda ontem renderão R$ 1,147 bilhão a mais para os municípios em 2015. A estimativa é da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que avaliou o impacto das medidas tributárias nas finanças das prefeituras. 

A análise levou em conta apenas os tributos arrecadados pela União, mas partilhados com estados e municípios. Enquadram-se nessa situação o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) e o Imposto de Renda (IR). 

Segundo o levantamento, os municípios devem receber R$ 478,5 milhões da Cide sobre os combustíveis e R$ 163 milhões da extensão da cobrança do IPI dos cosméticos aos atacadistas. Em relação ao IR, o incremento na receita das prefeituras deve totalizar R$ 506,1 milhões. 

De acordo com a CNM, o pagamento do IR em janeiro obedecerá à tabela de 2014, que não teve reajuste. O governo editará outra medida provisória retomando a proposta original de corrigir a tabela em 4,5%, em vez do reajuste de 6,5% aprovado pelo Congresso e vetado pela presidenta Dilma Rousseff. 

As demais medidas anunciadas pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, não melhorarão o caixa das prefeituras porque não afetam tributos compartilhados com estados e municípios. 

Além da Cide e do IPI dos cosméticos, o governo reajustou o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) de produtos importados e de combustíveis e dobrou a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre o crédito a pessoas físicas.
Agência Brasil

Membros do TJ e do MP têm salários reajustados

Após a presidente Dilma Rousseff (PT) sancionar, no último dia 13, as leis que aumentaram em 14,6% os subsídios dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do procurador-geral da República, de R$ 29,4 mil para R$ 33,7 mil, o Tribunal de Justiça (TJ) e o Ministério Público (MP) do Paraná também correram para oficializar, na mesma proporção, os reajustes dos seus membros. A medida se deve ao chamado efeito cascata, que é o impacto dos acréscimos nas instâncias inferiores do Poder Judiciário e do MP. 

Na edição de anteontem do Diário Oficial do Executivo, o procurador-geral de Justiça do Estado, Gilberto Giacoia, publicou a tabela atualizada de subsídios da entidade, com validade a partir de 1º de janeiro. Os novos valores variam de R$ 24,8 mil, no caso dos promotores substitutos, que até então recebiam R$ 21,6 mil, a R$ 30,5 mil, salário do próprio Giacoia, antes de R$ 26,6 mil. O MP não soube informar qual será o impacto financeiro do reajuste. 

Segundo o Portal da Transparência do órgão, em dezembro de 2014 havia 109 procuradores de Justiça (cujos vencimentos passaram a R$ 30,5 mil), 394 promotores de entrância final (ganhando R$ 28,9 mil), 88 de entrância intermediária (R$ 27,5 mil), 84 de entrância inicial (R$ 26,1 mil) e 47 substitutos (R$ 24,8 mil). Assim, estima-se que os 721 membros do MP paranaense representem um gasto mensal com a folha de pouco mais de R$ 20 milhões. Isso sem contar os benefícios, como as gratificações e os auxílios moradia, saúde e alimentação. 

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Sapopema vai receber 7 milhões para construção de estação de tratamento de esgoto


A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) está investindo mais de R$ 21 milhões para ampliar o atendimento com os serviços de água e de esgoto na região de Cornélio Procópio. Entre os recursos aplicados nos últimos quatro anos, e os que estão garantidos para obras a serem licitadas em 2015, estão sendo direcionados R$ 9,1 milhões para o aumento da produção de água e R$ 12,6 milhões para a ampliação do serviço de coleta e tratamento de esgoto.

“Os investimentos em saneamento são necessários para atender as demandas atuais e futuras dos sistemas, os compromissos com o poder concedente e também para a manutenção dos padrões de qualidade dos nossos serviços”, destaca o gerente regional da Sanepar em Cornélio Procópio, Bráulio Leonel.

Sapopema está recebendo o maior volume de investimentos. A cidade será contemplada com a implantação do sistema de esgotamento sanitário, no valor de R$ 7 milhões. A obra prevê a construção de uma estação de tratamento de esgoto, quatro elevatórias e a implantação de 17,5 km de tubulações. A população de Figueira também terá em breve acesso ao serviço de coleta e tratamento de esgoto. Foram investidos R$ 5 milhões no sistema, que deve entrar em operação nos próximos meses.

AEN

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Mortos ‘recebem’ Bolsa Família

A Secretaria de Assistência Social de Jacarezinho (Norte Pioneiro) já identificou 60 beneficiários mortos do Bolsa Família que continuam cadastrados no programa, sendo que seis (10%) estão recebendo a transferência de renda do Governo Federal por meio dos familiares. 

Essas e outras irregularidades foram sendo levantadas a partir de novembro do ano passado, quando uma empresa contratada pela prefeitura iniciou o recadastramento domiciliar das mais de 6.300 famílias do município que estão inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (Cad Único). Somente nas duas primeiras semanas de trabalho, foram identificados 20 beneficiários mortos. A secretaria estima que 2.300 famílias recebem o benefício da transferência de renda em Jacarezinho, cujos valores variam de R$ 70 a R$ 400. 

Até o momento, a equipe de recadastramento visitou mais de quatro mil domicílios, prometendo encerrar o levantamento no final do mês para então entregar o relatório completo de todas as irregularidades verificadas à unidade do Ministério Público Federal (MPF) instalada no município. 

Além dos casos de beneficiários mortos, há também situações de famílias cadastradas cujos rendimentos estão acima da renda per capita estabelecida pelo Governo Federal para receber o benefício - inferior a R$ 77 mensais. Em contrapartida, a prefeitura também identificou que cerca de 300 famílias solicitaram o descredenciamento do programa porque já estão em melhores condições econômicas. 

A diretora técnica da Secretaria de Assistência Social de Jacarezinho, Cíntia Bruno Ferreira Garcia, disse que isso só foi possível depois que a secretaria passou a fazer o recadastramento domiciliar. "Quando a atualização era feita somente na secretaria e nos dois Centros de Referência de Assistência Social (Cras) do município, só dez famílias pediram o descredenciamento desde que o programa entrou em vigor aqui em Jacarezinho", disse.

Diego Prazeres
Reportagem LocalFolhaWeb

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Saiba quem foram os Deputados Estaduais campeões de faltas e de assiduidade


Dos 57 deputados estaduais do Paraná que exerceram mandato no ano passado, 10 faltaram a mais de um quarto das sessões ordinárias. O "líder" entre os ausentes é Hermas Brandão Jr. (PSB), que compareceu a 65 das 113 plenárias realizadas entre fevereiro e dezembro, um aproveitamento de 57,52%. Em seguida, aparecem Roberto Aciolli (PV), com 61,06%, Caíto Quintana (PMDB), com 65,49%, e Plauto Miró (DEM), também com 65,49%. Estão no grupo, ainda, Marla Tureck (PSD) e Toninho Wandscheer (PT), com 69,91% cada, Evandro Júnior (PSDB), com 71,68%, Mauro Moraes (PSDB), com 73.45%, Ney Leprevost (PSD), com 74.34%, e o londrinense Luiz Eduardo Cheida (PMDB), com 74.44% de comparecimento. 

O ranking dos mais faltosos é bem distribuído entre os diferentes partidos da Casa. Dos que possuem três ou mais representantes, podendo indicar liderança, apenas PPS e PDT não são mencionados nesse quesito. O PSD, por sua vez, tem seus dois únicos membros citados. Outra curiosidade diz respeito ao fato de dois herdeiros do ex-presidente da Casa e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas (TC) Hermas Brandão (PSB) estarem na lista: o filho, Herminhas, que decidiu não se candidatar a nenhum cargo eletivo em outubro, e o neto, Evandro, reeleito para seu segundo mandato. 

Se forem consideradas somente as ausências não justificadas, a situação muda, mas não muito. Wandscheer (22), Aciolli (17), Evandro (16) e Brandão Jr. (15) foram, na sequência, os que tiveram mais salários descontados na AL. Depois, aparecem Osmar Bertoldi (DEM) e André Bueno (PDT), ambos com 14 faltas sem motivação informada à Mesa Executiva. 

Na outra ponta, Gilberto Ribeiro (PSB) foi o único parlamentar a aparecer em todas as sessões ordinárias de 2014. Tercílio Turini (PPS) e Edson Praczyk (PRB), porém, também estão bem colocados. O londrinense e o pastor tiveram 98.23% de presença cada, sendo que suas duas únicas faltas foram justificadas. Na sequência, vêm Tadeu Veneri (PT), com 97.35%, Waldyr Pugliesi (PMDB), com 96.46%, e Rose Litro (PSDB), com os mesmos 96.46%. Outros sete deputados completam a lista dos que apresentaram aproveitamento superior a 95%. (M.F.R.)


FolhaWeb

domingo, 11 de janeiro de 2015

Em São Jerônimo da Serra Dois irmãos morrem apos serem esfaqueados pelo próprio primo

Neste sábado 10 de Janeiro por volta das 14:30 horas, os policias de São Jeronimo da Serra foram acionados para atender uma ocorrência no sitio São Jorge, na Água do Tigre. Tendo como vitima dos irmãos, o senhor Natail Ferreira de Albuquerque de 62 anos que faleceu no local com 2 golpes de faca, já seu irmão Fortunato Ferreira de Albuquerque de 59 anos também foi esfaqueado por cerca de 7 facadas em varias regiões do corpo, sendo socorrido por terceiros e encaminhado para o Hospital Municipal de São Jerônimo da Serra, onde veio a falecer instantes depois de dar entrada no Pronto Socorro. O autor das facadas é primo das vitimas senhor Darci de Albuquerque vulgo " Darço" morador na Vila Rural. O qual encontra-se foragido.

obs: a briga ocorreu por motivo fútil sendo que estavam jogando maia e brigaram pela pontuação do jogo.

Reginaldo Saturnino

Prefeitura de Santa Cecilia do Pavão abre inscrições para Concurso Público.

A Prefeitura Municipal, abriu o período de inscrições para o concurso público para cargos de nível fundamental, médio e superior. As inscrições podem ser feitas até o dia 09 de Fevereiro no site da empresa responsável pelo concurso público. Os salários variam entre R$ 724,00 e R$ 2.530,29, conforme a função e a carga horária.

Conforme o edital, as taxas de inscrição custam entre R$ 60,00 e R$ 100,00 dependendo do cargo escolhido no ato da inscrição. Os valores devem ser pagos até o dia 10/02/2015.
Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva de conhecimentos gerais e prova de títulos, para os cargos de nível superior. As provas objetivas serão aplicadas no dia 08 de Março, em Santa Cecilia do Pavão. De acordo com o edital, os detalhes sobre os locais e o horário das provas serão divulgados também no site da empresa realizadora do concurso http://concursopublico.uniuv.edu.br/

Edital em anexo.


Fonte: ASSESSORIA PREFEITO

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Emendas federais destinam recursos para a saúde de São Jerônimo da Serra e mais cidades da região

O deputado federal Rubens Bueno (PPS), acompanhado do deputado estadual Tercílio Turini (PPS), entregou no início desta semana a prefeitos e dirigentes de entidades ligadas à Saúde, emendas parlamentares apresentadas ao Orçamento da União, prevendo a liberação de R$ 2,4 milhões para investimentos no setor, neste ano, em municípios de Londrina e região norte do Estado.

Os recursos são voltados a hospitais e rede básica de saúde de Londrina, Arapongas, Mandaguari, Ortigueira, Santo Antônio da Platina, Santa Cecília do Pavão, São Sebastião da Amoreira, São Jerônimo da Serra e Sertanópolis.

As emendas ao orçamento da União contemplam os seguintes investimentos: aquisição de equipamentos – Hospital de Olhos de Londrina (R$ 160 mil); Hospital Regional João de Freitas de Arapongas (R$ 300 mil); Hospital Geral de Mandaguari (R$ 300 mil); rede básica de saúde de Ortigueira, Santa Cecília do Pavão, Santo Antonio da Platina, São Jerônimo da Serra, São Sebastião da Amoreira e Sertanópolis; e formação e capacitação de pessoal pelo instituto Inesco.

Na audiência pública realizada em Londrina para a entrega das emendas, estiveram o prefeito de Sertanópolis, Tide Balzanello e a vice Célia Rafaeli, a prefeita de Ortigueira, Lurdinha Banach, o prefeito de São Jerônimo da Serra, João Ricardo de Mello, a vice-prefeita de Mandaguari, Ivoneia Aparecida Furtado, e dirigentes de hospitais e instituições contempladas.

O Diario

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Após suspensão da Justiça, eleição da Amunop ocorre em fevereiro

O que era para ser uma eleição tranquila, com a participação de duas chapas, acabou se transformando em uma batalha judicial na Associação dos Municípios do Norte do Paraná (Amunop). Momentos antes de iniciar a reunião, no dia 18 de dezembro passado, um oficial de Justiça apresentou uma liminar expedida pela juíza substituta Chélida Roberta Soterroni, suspendendo a eleição e afastando o atual presidente Celso Silva (PDT), prefeito de Bandeirantes, candidato à reeleição. A alegação foi que, conforme o estatuto da Amunop, Celso Silva, deveria ter se licenciado do cargo na entidade dois meses antes da eleição. 

A mesma punição foi encaminhada ao vice-presidente da Amunop, Luiz Alberto Vicente (PSDB), prefeito de Assaí, que concorria à presidência da entidade pela outra chapa e que também não havia deixado o cargo. Após o afastamento do presidente e vice, a presidência passou a ser exercida pelo prefeito de Itambaracá, Amarildo Tostes (PSD), diretor financeiro da Amunop e primeiro na linha de sucessão, após o vice-presidente. 

O primeiro ato do novo presidente, a resolução número 01/2015, foi realinhar as ações da entidade e marcar nova data para a eleição da diretoria da Associação. Ele considerou em seu oficio a decisão da justiça e os motivos de afastamento do presidente e vice, além dos pontos apresentados na ação movida pelo vice-presidente Luiz Vicente e que levaram à suspensão do pleito. 

A Amunop retornou suas atividades na segunda-feira, após recesso de fim de ano, e o edital com a resolução foi publicado e fixado em sua sede, definindo o dia dia 28 de fevereiro, como a nova data para a eleição da nova diretoria, membros do Conselho Fiscal e suplentes. Esta foi a primeira vez, desde 1971, quando a entidade foi criada, que a Justiça suspende uma eleição da diretoria. A maioria dos presidentes da entidade, 17 deles, foram escolhidos por aclamação. Em outras quatro, as eleições ocorreram com a disputa de mais de uma chapa. 

Com o edital, as chapas já podem ser inscritas na sede da Amunop. O prefeito de Cornélio Procópio, Fred Alves (PSC) foi apontado como candidato de consenso e deve apresentar uma chapa completa nos próximos dias. O vice-presidente Luiz Vicente, de Assaí não confirmou se vai manter sua chapa. Integram a 6º microrregião da Amunop os municípios de Assaí, Bandeirantes, Congonhinhas, Cornélio Procópio, Itambaracá, Leópolis, Nova América da Colina, Nova Fátima, Rancho Alegre, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santa Mariana, Nova Santa Bárbara, Santo Antonio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, São Sebastião da Amoreira, Sapopema, Sertaneja e Uraí.
Marcos André de Brito
Especial para a FOLHA

Piso nacional de professores tem aumento de 13%

O piso nacional dos professores da educação básica terá um reajuste de 13,01%, saltando dos atuais R$ 1.697 para R$ 1.917,78. Isso significa que nenhum docente da rede pública do País, do ensino infantil ao médio, com jornada de 40 horas semanais, poderá ter remuneração abaixo desse valor. O percentual do aumento foi divulgado na tarde desta terça-feira pelo Ministério da Educação. 

De acordo com levantamento mais recente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), de maio do ano passado, dez Estados ainda pagam abaixo do piso. De acordo com a legislação, o aumento da remuneração dos professores tem como referência o crescimento, de um ano para outro, do custo do aluno dos anos iniciais do ensino fundamental no Fundeb, fundo nacional para financiar o ensino público. 

Composto por uma parte da arrecadação de diferentes impostos, o Fundeb é impactado pelo comportamento da economia nacional: quanto maior o crescimento do País, maior a arrecadação do fundo e, assim, maior o reajuste do professor. 

Gestores alegam que esse modelo precisa ser alterado, sob risco de comprometer ainda mais o orçamento de Estados e municípios. O argumento é de que a divulgação do reajuste em janeiro, como previsto em lei, acaba afetando a programação dos gastos anuais, já concluída anteriormente. 

Nos últimos dois dias, o piso foi tema de reuniões do novo ministro da Educação, Cid Gomes (Pros), com entidades que representam os Estados, municípios e trabalhadores da educação. A intenção agora é retomar as discussões sobre revisão do modelo de cálculo do piso. 

Em 2013, governadores sugeriram um reajuste com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do ano anterior, acrescido de 50% da variação real (descontada a inflação) do Fundeb. Já os trabalhadores defenderam o INPC mais 50% da variação nominal (sem descontar a inflação) do Fundeb.
Flávia Foreque
Folhapress

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Governo adia exigência de novo extintor

O Ministério das Cidades decidiu nesta segunda-feira suspender por 90 dias a obrigatoriedade do extintor do tipo ABC nos automóveis em circulação no País. O prazo de 90 dias começará a contar a partir de resolução a ser publicada no Diário Oficial da União nesta terça ou quarta. 

A norma havia entrado em vigor no dia 1º e atingia principalmente carros fabricados de 2009 para trás, que tinham o modelo anterior, BC. Aqueles feitos a partir de 2010 já têm o extintor exigido, que controla fogo em estofados, tapetes e painéis. 

A suspensão foi motivada pela dificuldade de motoristas de todo o País em encontrar o extintor ABC. Em caso de fiscalização, a ausência do novo modelo de extintor sujeitava o motorista a multa de R$ 127,69, mais cinco pontos na carteira de habilitação. Agora, enquanto vigorar a suspensão, não haverá aplicação de multas. A suspensão da obrigatoriedade foi determinação de Gilberto Kassab (PSD), ex-prefeito de São Paulo, que assumiu o Ministério das Cidades. 

O Brasil é um dos poucos países onde os extintores de incêndio veiculares são itens obrigatórios de segurança. Com a evolução dos sistemas de injeção eletrônica nos carros e a maior eficiência das linhas de combustível dos automóveis, levar os cilindros vermelhos a bordo caiu em desuso mundo afora. 

Países como Alemanha, França e Itália não exigem esse equipamento há anos. É o motorista que decide se irá portá-lo ou não. 

Hoje, montadoras precisam desenvolver suportes específicos para seus carros importados que serão vendidos no Brasil, pois os projetos originais não preveem espaço para colocar o extintor. Por vezes, esse dispositivo é colocado em uma posição que dificulta sua retirada em caso de emergência.
Ricardo Gallo e Eduardo Sodré
Folhapress

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Câmara de Vereadores divulga Certidão de Ratificação onde corrige o números de votos dos vereadores

A Câmara Municipal de São Jerônimo da Serra publicou nesta segunda feira (05) em seu Diário Oficial uma Certidão de Ratificação onde corrige a publicação do Decreto de Legislativo nº 04/2014, onde dispõe sobre a cassação do mandato do Prefeito do Município de São Jerônimo da Serra, Adir dos Santos Leite, onde na sessão extraordinária de julgamento realizada no dia 31 de dezembro onde o Plenário da Câmara de Vereadores, por votação nominal, decidiu por unanimidade dos presentes e desimpedidos por 7 (sete) votos favoráveis e 0 (zero) contrários, pela prática de infração político-administrativo, apurados nos autos da C. P. nº02/2014, onde através desta Ratificação informa que que a plenária seria de 8 (oito) votas a 0 (zero) e não 7 (sete) a 0 (zero) como divulgado anteriormente.

Segue abaixo link do Decreto Legislativo:

http://controlemunicipal.com.br/inga/sistema/arquivos/diario/11935/11935a594c57c31399c55603c7b401269e368.pdf

Segue abaixo link dessa Ratificação:

domingo, 4 de janeiro de 2015

Criança de 7 meses é queimada pelo próprio pai

Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook
Um bebê de apenas sete meses aguarda transferência para o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Universitário (HU) de Londrina. Ele teve 80% do seu corpo queimado pelo próprio pai na noite deste sábado (3), no Jardim Nova Independência, em Sarandi (região metropolitana de Maringá). 

Uma discussão entre Aílton Ruiz, de 36 anos, e sua esposa, Gislaine Cristina Alves, teria feito a criança começar a chorar. Supostamente bêbado, Ruiz jogou tíner sobre o carrinho onde estava seu filho e ateou fogo com um isqueiro. 

Um vizinho ouviu os gritos do bebê e o socorreu. A criança foi inicialmente levada à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Sarandi e depois transferida ao Hospital Metropolitano de Sarandi. 

Às 10h40 deste domingo, o menino ainda estava internado na UTI Neonatal do Metropolitano e aguardava a avaliação de uma médica do Hospital Universitário de Maringá para poder ser transferido. 

Como o Centro de Queimados do HU de Londrina é o único capaz de atender a gravidade do caso, o bebê deverá ser transferido para lá - até o momento, no entanto, as seis vagas da unidade estão ocupadas. 

Tanto o pai quanto a mãe da criança seriam usuários de drogas. Eles têm oito filhos, mas já perderam a guarda de sete por intervenção do Conselho Tutelar de Sarandi. 

Aílton Ruiz e Gislaine Cristina Alves foram presos pela Guarda Municipal local e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil. Ambos irão responder por tentativa de homicídio. Ruiz confessou o crime. 


(com informações do repórter Vitor Ogawa, da Folha de Londrina)