Pesquisar

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Prefeito, vereador e servidor são alvos de ação por utilizar veículo do município indevidamente


A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Arapoti, nos Campos Gerais, ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito municipal, um vereador e um servidor público. A ação foi motivada por uma mudança particular realizada com veículo do Município em 2013. 

De acordo com as investigações do Ministério Público, um caminhão do Município foi utilizado para transportar a mudança de um servidor de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, até Arapoti, em operação que teria sido autorizada pelo prefeito e pelo então chefe da Divisão de Viação da prefeitura. Todas as despesas da viagem, que gerou inclusive horas extras pagas ao motorista (atualmente vereador na cidade), foram pagas pelo Município. 

Conforme a ação, o prefeito e o hoje vereador usaram a máquina pública para se beneficiar politicamente, agindo "com o interesse de angariar possíveis eleitores". A ação requer a condenação dos três envolvidos por ato de improbidade administrativa, com a aplicação das penas de perda da função pública, suspensão de direitos políticos e pagamento de multa, além do ressarcimento ao erário dos prejuízos causados.

Redação Bonde com MP-PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia