Pesquisar

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Indígena embriagado mata mulher a pauladas em aldeia

Um indígena teria matado a mulher a pauladas após uma discussão na aldeia Amambai, no município de Amambai, distante à 332 km de Campo Grande, na noite de domingo (30). 
O desentendimento ocorreu depois de a esposa ter visto o marido com outra mulher.
Conforme o registro policial, os dois participavam de uma festa na aldeia e teriam ingerido bebida alcoólica. Durante a briga, a mulher teria atingido o rosto do marido com golpes de lanterna.
A polícia informou ainda que o suspeito avisou a cunhada que sua mulher estaria caída e ferida por volta das 6h (de MS) desta segunda-feira (31).
Segundo a polícia, após ser indagado sobre a morte da mulher, ele confessou ter pego o pau e desferiu vários golpes na cabeça da vítima depois dela ter ferido o rosto dele com a lanterna. 
Após ser atingida, ela teria andado cerca de 50 metros e caído já morta.
O corpo, pedaço de pau (galho) e um par de botas encontrado com sangue foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Porã, a 326 quilômetros da capital sul-mato-grossense.
O caso foi registrado como feminicídio, violência doméstica e familiar na Delegacia de Polícia (DP) de Amambai.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia