Pesquisar

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Quase sete mil já foram afetados pelas chuvas no Paraná

Reprodução/Catve.com
Reprodução/Catve.com

A forte chuva que cai sobre todo o estado do Paraná desde a tarde de segunda-feira (7) já afetou 6.870 pessoas e 1.579 imóveis, conforme divulgou a Defesa Civil na manhã desta terça (8). Segundo o boletim, pelo menos treze cidades foram prejudicadas com fortes chuvas de granizo e ventos que ultrapassaram os 110 km/h. 

O município mais atingido, até então, é Goioxim (Centro-Sul). Um terço dos moradores da pequena cidade, que tem 7,5 mil habitantes, foi prejudicado por uma forte chuva de granizo. A tempestade também danificou cerca de 500 casas em Goioxim, de acordo com o boletim da Defesa Civil. 

Foz do Iguaçu (Oeste) também foi afetada pela chuva de granizo. Dois mil moradores e 500 casas do município foram atingidos pela tempestade. Os problemas causados pelo temporal fizeram com que a Prefeitura de Foz decretasse estado de emergência na manhã desta terça. 



Ainda conforme a Defesa Civil, a chuva de granizo também atingiu Nova Esperança (Noroeste) e causou prejuízo a 1,2 mil moradores e cerca de 300 imóveis daquele município. 

O órgão também registrou estragos em Capanema (480 afetados); Ponta Grossa (300); Planalto (124); Ampére (121); Guaíra (75); e União da Vitória (70). A Defesa Civil informou, ainda, que os temporais com vendaval deixaram quatro pessoas feridas em Planalto e uma em Ampére. 

Cidades como Nova Esperança e Planalto enfrentam problemas com a falta de telhas e lonas. O primeiro município, por exemplo, espera por material encomendado em Londrina, e reúne as vítimas das chuvas no ginásio de esportes "Capelão", onde a prefeitura faz a distribuição das doações recebidas, como colchões, cobertores, materiais de higiene e alimentos para as famílias. 

Já em Planalto, uma loja de material de construção civil está distribuindo telhas para os afetados pelo temporal. 

Londrina 

Em Londrina, a forte chuva causou alguns alagamentos e derrubou poucas árvores entre a noite de ontem e a manhã desta terça. O temporal também deixou parte do centro da cidade sem energia elétrica por pelo menos uma hora na noite de segunda-feira (8). 

Conforme o Instituto Meteorológico Simepar, a chuva deve continuar a cair sobre o estado durante toda esta terça-feira.

Guilherme Batista - Redação Bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia