Pesquisar

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Após repercussão negativa, Richa suspende fechamento de escolas no Paraná


O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), anunciou em seus perfis nas redes sociais na manhã desta sexta-feira (30) a suspensão de "qualquer medida que esteja em curso na Secretaria da Educação e que implique no fechamento de escolas ou colégios estaduais". 

Segundo o governador, a decisão foi tomada em reunião com a secretária da Educação Ana Seres. "Chegou-se a um bom termo e a variável locação está suspensa, ou seja, as nossas escolas que funcionam em prédios alugados e seriam remanejadas por esse motivo continuam onde estão", esclareceu a secretária da Educação. 

"Determinei também que sejam retomados os critérios utilizados nos últimos anos para o planejamento e ensalamento de estudantes que vierem a ser matriculados para o ano letivo de 2016", publicou o governador. 

A medida é anunciada logo após a repercussão negativa observada em todo o estado. Na quinta-feira (29), em Londrina, alunos e professores fecharam a rotatória das avenidas JK e Higienópolis para protestar contra o fechamento de mais de 40 escolas localizadas em prédios alugados. A lista com as escolas que seriam fechadas nem chegou a ser divulgada.


Na terça-feira (27), a secretária Ana Seres afirmou que a ideia era fazer a "cessação" de escolas consideradas ociosas, com possibilidade de retomar o atendimento após dois anos caso a demanda fosse detectada. 

O governo havia afirmado que, com o fechamento de escolas em imóveis alugados, a economia seria de R$ 15 milhões por ano.
Redação Bonde

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Secretaria Municipal de Saúde de São Jerônimo da Serra realiza encontro dedicado ao Outubro Rosa





A Secretária Municipal de São Jerônimo da Serra realizou na tarde desta quinta feira (29), nas dependências do Salão Paroquial um encontro com as mulheres de São Jerônimo da Serra "CHÁ ROSA", ou seja, um encontro dedicado ao movimento conhecido como Outubro Rosa que nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

O encontro contou com a presença de centenas de mulheres do município, onde faram realizadas palestras com a médica Drº Walquiria Brun, pela nutricionista Paola onde foi exposto a importância da detecção precoce do câncer de mama que pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura. Logo apos o fisioterapeuta Robson Ponce realizou um dinâmica com as mulheres presentes logo após foi servido um lanche.

Todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. É importante que as mulheres observem suas mamas sempre que se sentirem confortáveis para tal (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem técnica específica, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.

CP pode cassar mandato de prefeito de Cornélio Procópio

A Câmara de Vereadores de Cornélio Procópio (Norte Pioneiro) instaurou na sessão de terça-feira Comissão Processante (CP) contra o prefeito Fred Alves (PSC) por supostas irregularidades na compra de 50 caixas grandes de isopor, com capacidade de 170 litros, feita pela administração municipal. A abertura da investigação foi aprovada por unanimidade, depois da leitura do relatório final da Comissão Especial de Inquérito (CEI), finalizada no último dia 23 de outubro, que revelou possíveis problemas. Se for considerado culpado por infração político-administrativa, Fred poderá ter o mandato cassado. 
As caixas de isopor deveriam ser utilizadas para conservar água gelada durante o Carnaval 2015 para a equipe que trabalhou no evento. No entanto, segundo as investigações, teria ocorrido uma eventual fraude na compra do material, feita por dispensa de licitação no valor de R$ 6.800. O valor é considerada alto. 
Com a abertura da CP, cuja presidência será do vereador Edmar Gomes (PSB), serão três investigações simultâneas contra o prefeito na Câmara de Vereadores. Além da apuração no caso das caixas, também estão em andamento as CEIs sobre eventuais ilegalidades nos serviços prestados por uma gráfica da cidade e sobre o aluguel de palco para um evento municipal. 
A presidente da Câmara, Angélica Olchaneski (PSDB), disse que a agenda de votações da Casa não será prejudicada. "Manteremos os trabalhos com tranquilidade, vamos conseguir administrar essa situação", disse ela. Questionada sobre os interesses políticos das investigações no Legislativo, em sua maioria de oposição, Angélica afirmou que as apurações serão "técnicas". "No final, a votação acaba sendo política, mas a condução desse processo será de maneira técnica, dando todos os espaços para a defesa e para o contraditório." 
O prefeito de Cornélio Procópio, Fred Alves, foi procurado pela reportagem, mas, segundo a assessoria de imprensa, participava de várias reuniões ontem e não poderia atender. A assessoria informou ainda que o prefeito falaria em outra ocasião.
Edson Ferreira
Reportagem Local

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Os três vereadores afastados desde agosto do ano passado enviam oficio renunciando ao cargo

A Câmara de Vereadores de São Jerônimo da Serra que estaria votando na noite desta terça-feira (27) três representações feitas pelo oficial de Justiça Rodolfo Denora, pedindo a abertura de inquérito e posterior votação de pedido de cassação dos mandatos, dos três vereadores que até então estavam afastados desde agosto do ano de 2014, após serem presos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) por participação em um suposto esquema de corrupção. Para surpresa dos presentes na sessão e sabendo desse pedido feito, os três vereadores, José Jacir de Sampaio (PSB), Isac Pereira Martins (PPS) e Amarildo Alves Bueno (PR), afastados  enviaram um oficio renunciando ao cargo.

Reginaldo Saturnino

CÂMARA DE VEREADORES DE SÃO JERONIMO DA SERRA DECIDE NESTA TERÇA-FEIRA,27 SE ACEITA DENÚNCIAS CONTRA TRÊS VEREADORES


A Câmara de Vereadores de São Jerônimo da Serra (Região Metropolitana de Londrina) decide hoje se aceita as denúncias feitas contra José Jacir de Sampaio (PSB), Isac Pereira Martins (PPS) e Amarildo Alves Bueno (PR), afastados do Legislativo após serem presos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) por participação em um suposto esquema de corrupção. 

O Legislativo recebeu três representações feitas pelo oficial de Justiça Rodolfo Denora, pedindo a abertura de inquérito e posterior votação de pedido de cassação dos mandatos. O presidente da Câmara, Elisson Marcelo Scerbo (PMDB), disse que os vereadores se reúnem hoje com o departamento jurídico para conhecer o teor dos documentos e obter orientações antes da sessão.

Folha de Londrina

Consumo de carne processada eleva risco de câncer

O consumo de carne processada aumenta os riscos de se desenvolver câncer. O alerta foi feito por um estudo divulgado ontem pela Agência Internacional para Pesquisa do Câncer, órgão ligado à Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o estudo, o consumo de 50 gramas de carne processada diariamente aumenta o risco de câncer no intestino grosso e reto em 18%. 
O estudo mostra que a carne processada foi classificada como cancerígena por causa de "evidências suficientes em seres humanos de que o consumo provoca câncer colorretal". O câncer colorretal atinge um segmento do intestino grosso, o cólon, e o reto. 
O estudo cita ainda a carne vermelha como "provavelmente cancerígena com base em evidências limitadas". A doença neste caso acometeria, além do intestino, o pâncreas e a próstata. "Para os indivíduos, o risco de desenvolver câncer colorretal por causa do consumo de carne processada permanece pequeno, mas o risco aumenta com a quantidade de carne consumida", diz o chefe do programa de monografias da entidade, Kurt Straif, em nota distribuída à imprensa. "Tendo em vista o grande número de pessoas que consomem carne processada, o impacto global sobre a incidência de câncer é de importância para a saúde pública." 
A pesquisa foi realizada por um grupo de estudos com 22 especialistas de dez países. Segundo a entidade ligada à OMS, o levantamento usou mais de 800 estudos que investigaram a associação de mais de uma dúzia de tipos de câncer com o consumo da carne vermelha e processada em diversos países. 

VILÕES

A lista de produtos de carne processada que pode ser cancerígena inclui "salsichas, presunto, linguiças, biltong (um tipo de carne seca curada) ou beef jerky (carne salgada e dessecada), assim como carne enlatada e preparados e molhos com base em carne". 
O estudo diz que carne processada se refere a toda proteína que é transformada em métodos de "salga, secagem, fermentação, defumo ou outros processos para realçar o sabor ou melhorar a conservação". A maioria dos produtos que leva o título de processado contém carne bovina ou suína, mas também podem conter "outros tipos de carnes vermelhas, aves, vísceras ou subprodutos como o sangue". 
No material distribuído à imprensa, a OMS cita que "métodos de cozimento em alta temperatura podem gerar compostos que podem contribuir para o risco cancerígeno, mas seu papel ainda não está totalmente compreendido". Além disso, a entidade lembra que esse tipo de consumo pode gerar outros riscos à saúde, como infecções.
Fernando Nakagawa
Agência Estado

Deputados desaprovam fechamento de escolas


O provável fechamento de algumas escolas estaduais anunciado ontem pela Secretaria Estadual de Educação (Seed) repercutiu negativamente ontem entre os deputados durante sessão da Assembleia Legislativa (AL). São escolas que atualmente funcionam em imóveis alugados e, conforme a proposta do governo estadual, os alunos seriam realocados em outras unidades, de propriedade do Executivo, que possuem salas ociosas. As transferências dos alunos serão para escolas da mesma área de abrangência, o que geraria uma economia de cerca de R$ 15 milhões. (leia mais sobre o assunto na página 6). 
Os parlamentares afirmam que a medida foi anunciada sem ser debatida com a comunidade escolar e esperam que o governo reveja tal decisão. Hussein Bakri (PSC), presidente da Comissão de Educação da AL, informou que vai tentar marcar uma audiência com a secretária Ana Seres para saber a real situação destas escolas e a necessidade de fechamento das turmas. "Nunca fui favorável ao fechamento de escolas e nunca serei. Que nos digam efetivamente caso a caso para que possamos entender, mas do que jeito que está não dá para ficar", ressaltou. 
Mesmo sendo vice-líder do governo na Casa, Bakri cobrou uma postura do governo sobre a decisão. "Posso afirmar, de forma categórica, que existe sim um interesse inequívoco por parte do governo na discussão deste assunto. Durante uma reunião que realizamos algumas semanas atrás, ficou acertado que não seria tomada nenhuma atitude até que nós, da Comissão de Educação, em consonância com a APP-Sindicato (entidade dos professores) apresentássemos nossos pontos de vista sobre a questão", afirmou. 
Segundo o deputado Professor Lemos (PT) em nenhum momento houve um debate com a comunidade escolar. Ele destaca que o fechamento das escolas vai causar um enorme prejuízo porque muitos alunos vão acabar desistindo de estudar devido à distância dos outros estabelecimentos. Outro ponto ressaltado por ele é a possibilidade de lotação em algumas salas de aula com o remanejamento de estudantes. "A qualidade da educação cai na medida em que você vai colocando muitos alunos em sala de aula. Esta medida do governo de querer economizar na educação não dá certo em lugar nenhum do mundo. A educação merece ser tratada com respeito", disse. 
O líder do governo, Luiz Claudio Romanelli (PMDB), até defende a necessidade de discutir a questão, mas destacou que o assunto se tornou mais um "factoide". Segundo ele, informações divulgadas na mídia acabam promovendo uma "desinformação". "O diálogo com a comunidade é fundamental, por meio dos núcleos regionais de educação, mas do jeito que o debate está sendo conduzido leva à desinformação", criticou. 
Segundo o peemedebista, a Seed discute anualmente com sua área técnica como aproveitar melhor os espaços públicos para não deixar salas de aula vazias. "E isso é um desafio, principalmente porque haverá um aumento de matrículas especialmente nas grandes cidades por conta da crise econômica. Alunos de escolas particulares migrando para estabelecimentos públicos. Por outro lado há uma necessidade de se economizar recursos públicos que são escassos", alegou.

Rubens Chueire Jr.
Reportagem Local

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

DENÚNCIA ANÔNIMA LEVA PMs DE NOVA SANTA BÁRBARA A PRENDER TRAFICANTE NESTE DOMINGO,25


Uma denúncia anônima, levou os PMs Firmiano, Gisele, Oliveira e Apolo, comandados pelo Sgto. Paulo Ibba, a prender um elemento bastante conhecido na cidade de Nova Santa Bárbara, neste domingo, 25, por volta das 15:30 hs., por tráfico de drogas.

A Operação Policial,  aconteceu na Rua Walter Guimarães da Costa, onde foram abordados,  cinco pessoas, das quais duas se encontravam sob suspeita de envolvimento com o  tráfico de drogas, posto que foi apreendida uma certa quantia de drogas (08 pedras de crack e 08 pinos de cocaína), além da quantia de R$ 65,00 reais com um indivíduo de alcunha “Negueba”, já conhecido no âmbito policial por seu envolvimento com o tráfico de drogas, além do que, foi apreendida uma motocicleta com sinais de identificação adulterados (placa de outro veículo e lacre violado). 

No local,  um adolescente tentou se fazer passar como o detentor das drogas e também do dinheiro encontrado no intuito de livrar o indivíduo por alcunha “Negueba”, já maior de idade.

Um terceiro adolescente que se encontrava em posse de uma motocicleta, tambem foi encaminhado junto ao veículo, por não ser habilitado. Logo, ambos seguiram encaminhados para o devido procedimento legal. 

A população de Nova Santa Bárbara, está muito agradecida pela atuação da Polícia Militar da cidade, com os Policiais Militares sempre atentos a toda e qualquer movimentação estranha no município.

Segundo o Sgto. Ibba, as abordagens são rotineiras e constantes, no sentido de coibir toda e qualquer tentativa de ação de bandidos quer seja da cidade, como também, que vem de fora, com os marginais não tendo sossego, evitando que se crie.

Com informações: Blog do Chaguinhas

com contas zeradas, lastro para pagar 13º e prevê investir mais R$ 6,8 bi para 2016"

Em entrevista ao jornal Metro/Curitiba desta segunda-feira, 26, o secretário Mauro Ricardo Costa (Fazenda) diz que a situação do Paraná relação a União e outros estados é completamente diferente com um superávit de R$ 2 bilhões. "Ele está sendo usado para pagamento de compromissos anteriores e na formação de lastro para o pagamento do 13º salário".
Mauro Ricardo diz ainda que não haverá mais nenhuma medida para aumento de imposto. "Temos um programa de parcelamento (de impostos) que se encerra em 30 de outubro da ordem de R$ 1,6 bilhão". 
E prevê um investimento de R$ 6,8 bilhões para 2016. "Temos um orçamento de R$ 54,5 bilhões com investimos na ordem de 6,8 bilhões no ano que vem. Esse ano foi de ajuste fiscal, ano que vem será um ano de investimento". Leia a íntegra da entrevista.
O governo federal está recalculando o déficit nas contas deste ano. O governo do Estado também está fazendo recálculo?
A situação do Paraná é totalmente diferente da União e dos outros Estados. O Paraná começou seu ajuste fiscal em dezembro de 2014, com a equalização das alíquotas de ICMS e IPVA. Isso teve impacto nas receitas. Tivemos várias medidas de combate a inadimplência que também têm permitido um incremento de receita significativo. Até setembro, tivemos 6,3% de crescimento real da receita corrente. Nas despesas fizemos um grande contingenciamento de 25% do orçamento e fizemos uma revisão dos contratos. Tivemos redução de despesas da ordem de 11%.

As contas desse ano fecham no positivo?
O superávit deve ficar em torno de R$ 2 bilhões. Ele está sendo usado para pagamento de compromissos anteriores e na formação de lastro para o pagamento do 13º salário.

Com a crise, o Paraná está sofrendo uma queda na arrecadação?
O Paraná é o único Estado no Brasil que está com um aumento positivo real na arrecadação do ICMS, todos os outros estão com decrescimentos. Nossa receita tributária cresce em torno de 18% nominal, descontando a inflação fica em torno de 9%, aproximadamente. A nossa receita de ICMS cresce em torno de 15%.

Qual a possibilidade do orçamento do ano que vem ser recalculado?
Temos que aguardar chegar até o final do exercício, mas as bases que usamos para o orçamento de 2016 são de julho desse ano e agora isso mudou totalmente. Estamos com estimativa de PIB em queda, que de 1,5% já passou para -3%. O quadro econômico tem mudado significativamente em curto espaço de tempo, entre julho e setembro os indicadores mudaram muito. Isso pode levar a necessidade de revisão do orçamenta, uma nova estimativa de receita e eventuais contingenciamentos.

Em 2016 o Estado prevê mais alguma medida para aumento receitas com aumentos de impostos?
Não tem medida para aumentar impostos. As medidas que nós tomamos vão fazer efeito ano que vem. Temos um programa de parcelamento que se encerra em 30 de outubro da ordem de R$ 1,6 bilhão. O Paraná não está imune à crise econômica, tem queda em automóveis, autopeças, atacadista, mas a gente compensa em parte com medidas de combate à sonegação e à
inadimplência.

Qual a expectativa para os investimentos previstos para o ano que vem?
Temos um orçamento de R$ 54,5 bilhões com investimos na ordem de 6,8 bilhões no ano que vem. Esse ano foi de ajuste fiscal, ano que vem será um ano de investimento. Em 2015 tivemos aproximadamente R$ 1,5 bilhão do orçamento e aproximadamente R$ 2 bilhões das estatais para investir. O aumento é expressivo.


PR amplia apoio e repassa mais R$ 25 mi a hospitais

(foto: Veniton Küchler)
O secretário Michele Caputo (Saúde) anunciou a ampliação do programa HospSUS, de apoio à qualificação dos hospitais públicos e filantrópicos do Paraná. O programa vai receber um aporte extra de R$ 25,6 milhões. “Isso representa um incremento de R$ 18 milhões no repasse a 45 hospitais filantrópicos estrategicamente importantes para a rede pública de saúde do Paraná”, detalhou.
 “Temos excelentes resultados para comemorar, sobretudo na atenção materno-infantil e na área de urgência e emergência. Contudo, sabemos das dificuldades para o custeio dos serviços e por isso vamos fazer este aporte extra para garantir o funcionamento desses hospitais”, completou.
Outra mudança será a inclusão das instituições filantrópicas na terceira fase do HospSUS, que contempla hospitais de pequeno porte – com menos de 50 leitos. Inicialmente, 25 unidades hospitalares serão incluídas, o que representará um investimento de mais R$ 7,6 milhões por ano. Com isso, serão aplicados anualmente cerca de R$ 21,6 milhões nesta modalidade do programa, que agora terá 81 hospitais.

En quatro anos, o Governo do Paraná já destinou R$ 261,7 milhões para o custeio e R$ 118,6 milhões para investimentos em obras e equipamentos através do HospSUS. A criação deste programa foi uma das primeiras medidas determinadas pelo governador Beto Richa no início de sua gestão, em 2011.

Ao todo, 255 hospitais fazem parte das três modalidades do HospSUS. Entre os resultados conquistados pelo programa estão a ampliação em 45% da oferta de leitos de UTI (538 leitos a mais); a redução da mortalidade por acidentes (21,7%) e da mortalidade materna e infantil, com 439 mães e bebês salvos em quatro anos; e o aumento do número de transplantes de órgãos e tecidos (150%).

sábado, 24 de outubro de 2015

Por 320 votos a 4, Requião é eleito presidente do PMDB do Paraná


O senador Roberto Requião foi eleito neste sábado (24) presidente do PMDB do Paraná. Pelo placar de 320 votos favoráveis, ele derrotou a chapa liderada pelo ex-governador Orlando Pessuti que obteve quatro votos.
Requião obteve 99% dos votos na convenção partidária ante 1% conquistado por Pessuti, que preferiu não comparecer ao evento realizado na sede do PMDB.
O deputado Anibelli Neto foi eleito vice-presidente da chapa de Requião.
Nas últimas 24 horas, os peemedebistas viveram uma verdadeira guerra de guerrilha. Primeiro, o deputado Jonas Guimarães retirou-se da chapa de Pessuti; na sequência, foi a vez do presidente do PMDB de Curitiba, ex-deputado Reinholds Stephanes Jr, que requereu a retirada da chapa oposicionista.
Pessuti, por sua vez, conquistou na Justiça uma ação cautelar garantindo-lhe o direito de votar e ser votado na convenção de hoje. No entanto, ele não compareceu ao encontro.
Mesmo com a ausência de Pessuti e o pedido de retirada da chapa, a direção executiva do PMDB resolveu manter a chapa oposicionista que obteve 4 votos.
www.esmaelmorais.com.b

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

São Jerônimo da Serra é autuado por infração ambiental


A poda radical de árvores feita pela Prefeitura de São Jerônimo da Serra teria provocado a condenação de mais de 100 árvores nos últimos três anos. A denúncia foi feita pelo morador da cidade, o oficial de justiça Rodolfo Denora, que se diz indignado com o que está acontecendo no município. "É um absurdo o que fazem com as árvores. Cortam de qualquer jeito e árvore acaba morrendo. Já fiz várias reclamações junto à Prefeitura, mas continuam agindo do mesmo jeito. Mais pessoas se incomodam com isso, mas ninguém parece querer se manifestar; acho que as pessoas têm medo de represália", alega. 
Morador há 55 anos da cidade, ele lembra de quando a área urbana era mais arborizada e diz que o clima da cidade tem mudado muito devido à falta de árvores. "Com o calor, está cada vez mais quente por aqui, não tem mais área de sombra e não era para ser assim, já que estamos localizados em uma região serrana. É uma judiação o que estão fazendo", lamenta. Um dos locais citados por ele - como exemplo recente de poda radical - é em torno da praça da igreja matriz: "Eles acabaram com as árvores. Ficou muito feio", afirma. 
Na primeira vez em que foi procurada pela FOLHA, a secretária de Agricultura de São Jerônimo da Serra, Sandra Maria Paulini, que é engenheira agrônoma, alegou que a denúncia era infundada. "Essa reclamação é isolada e não tem fundamento. A pessoa que realiza as podas de manutenção, incluindo a dos pés de hibiscus da praça matriz, é bem capacitada e admito que houve apenas a poda radical em duas árvores muito altas, localizadas em frente ao Banco Itaú, que estariam interferindo no sistema de internet da agência. O banco se comprometeu a substituir por uma árvore mais adequada, o que ainda não foi feito, mas iremos cobrar o cumprimento disso", garante. "Concordo que a época em que as podas estão sendo realizadas não é a mais adequada, mas estávamos sem funcionário para realizar esse trabalho e houve acúmulo da demanda", acrescentou. Ele respondeu 
Ela também adiantou que estaria finalizando documentação para firmar para o ano que vem convênio de parceria com a Companhia Paranaense de Energia (Copel) para melhorar a arborização da cidade. "A Copel irá fornecer mudas gratuitamente e nos encarregaremos do plantio. A nossa demanda é de aproximadamente 900 árvores, entre substituição de espécies e novos plantios", informa. 
A pedido da FOLHA, a agente de execução do Instituto Ambiental do Paraná (IAP)/Cornélio Procópio, Fátima Aparecida Roque, avaliou as fotos das árvores podadas feitas pela reportagem e considerou que elas seriam indícios de "crime ambiental". Segundo informações da assessoria do IAP, na última sexta-feira, após vistoria técnica do IAP em São Jerônimo da Serra, foi encaminhado ao Gabinete da Prefeitura uma notificação, pedindo o comparecimento dos responsáveis ao instituto. "De modo geral, quase todas as podas efetuadas pela Prefeitura estão irregulares, sendo que pude constatar poda radical em duas a três árvores na área urbana", confirma Fátima. "A Prefeitura é responsável pelo manejo de arborização, mas cabe ao IAP, enquanto órgão fiscalizador, verificar se o que está sendo feito está de acordo com critérios previstos por lei. Toda infração ambiental é considerada crime ambiental, mesmo que seja apenas em uma árvore", acrescenta. 
Tanto a secretária de Agricultura quanto o secretário do Meio Ambiente – Marcelo Mello Costa – que está de licença médica – disseram ontem, por telefone, que ainda não receberam oficialmente a notificação. Costa fez questão de frisar que admite que há casos isolados de podas inadequadas e que algumas providências já estariam sendo tomadas para evitar a irregularidade, que considera "um erro grave, mas corrigível". "A Secretaria do Meio Ambiente foi criada este ano, vinculado ao Turismo, e estamos em uma fase de transição, readequando uma série de coisas e com vários investimentos voltados à recuperação ambiental, como a implementação da rede de esgoto e o reflorestamento da mata ciliar", cita. 
Como se trata de um caso ambiental, no qual as multas podem ser reduzidas se o dano for recuperado, a Prefeitura terá o prazo de 30 dias, podendo ser prorrogado, para a apresentar um plano de recuperação ambiental. As legislações que regem sobre o tema são a Lei Federal 9.605/98, artigo 70, e o Decreto Federal 6.514/08, artigo 56. A multa, em caso de auto de infração, pode variar de R$ 500 por árvore ou R$ 100 por metro cúbico.

Ana Paula Nascimento
Reportagem Local FolhaWeb

Novos medicamentos para hepatite C

Foi com lágrimas nos olhos que a dona de casa Helenisar Campos Cabral Salomão recebeu do ministro da Saúde, Marcelo Castro, os novos medicamentos para o tratamento da hepatite C. "Eu só tenho a agradecer os esforços que vocês tiveram para nos trazer estes remédios. Se vocês estão felizes por ser possível esta entrega, imagine eu que serei beneficiada e que terei minha saúde, alegria e esperança de volta", disse. 
Helenisar acha que a contaminação pelo vírus da hepatite C aconteceu após uma transfusão de sangue feita em 1984, quando ainda não havia teste instituído para a doença. O diagnóstico veio por acaso, anos depois, quando foi doar sangue para uma amiga. Desde então, a dona de casa busca tratamento. 
A nova terapia, ofertada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), vai beneficiar cerca de 30 mil pacientes. O Ministério da Saúde já iniciou a distribuição das novas drogas Sofosbuvir e Daclatasvir, que chegarão a todos os Estados até novembro. Elas aumentam as chances de cura e diminuem o tempo de tratamento. Os novos medicamentos apresentam um percentual maior de cura (até 90%), tempo reduzido de tratamento (passa das 48 semanas atuais para 12 semanas de tratamento) e a vantagem do uso oral. São medicamentos de menor toxicidade, com menos efeitos colaterais. 
Os dois medicamentos atendem a cerca de 80% das pacientes que farão uso da nova terapia, composta também pelo Simeprevir, cuja distribuição, pelo Ministério da Saúde, está prevista para o mês de dezembro. "Todos os brasileiros que preencham os requisitos para ter acesso ao novo tratamento receberão os medicamentos", afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Castro. Atualmente, a cada ano, quase 10 mil casos de hepatite C são notificados no SUS. No Brasil, são registrados cerca de três mil mortes associadas à hepatite C.
Reportagem Local

Juiz condena ex-prefeito de Colorado a 20 anos de cadeia

O juiz substituto da Vara Criminal de Colorado, Diego Gustavo Pereira, condenou o ex-prefeito de Colorado (Região Metropolitana de Maringá) Marcos Mello (PPL) a duas penas que somam 20 anos de prisão por peculato, em duas sentenças proferidas em menos de dois meses de lacuna. 
Nos dois casos, ele foi condenado por supostamente manter no quadro funcional da prefeitura funcionários "fantasmas", que receberiam seus salários sem trabalhar ou sem cumprir integralmente a carga horária semanal. Todos também respondem a processo cível por improbidade administrativa. 
Além das penas de reclusão, o magistrado também decretou a perda dos direitos políticos dos ex-comissionados e do ex-prefeito. A defesa, entretanto, afirma que as penas foram excessivamente severas e ressalta que a caracterização de "ficha suja" só ocorre a partir da segunda instância, com condenação por colegiado, permitindo que Mello possa concorrer à prefeitura no ano que vem. 
Mello foi condenado no último dia 13 pela contratação de Cleisson Borges que, apesar de ocupar cargo comissionado, fazia trabalhos de artesanato com pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), entre janeiro de 2009 a novembro de 2012. Entretanto, segundo os autos, o réu deixava de cumprir a carga horária completa ou mesmo de trabalhar – no último semestre antes de sua demissão, entre abril e novembro de 2012, ele sequer aparecia no local de trabalho. 
O comportamento, segundo as declarações das testemunhas, era relatado com frequência ao setor de recursos humanos. Porém, ainda de acordo com a acusação, Mello chamava Borges para conversar e, nos dias seguintes, a situação se regularizava por um tempo. Para o magistrado, houve lesão de R$ 59 mil nos cofres públicos. Com base nisso, estipulou pena de dez anos ao ex-prefeito e de 9 anos e 4 meses para Borges. 
O caso é semelhante ao que envolve José Hélio Geminiano, que ocupou cargo comissionado entre julho de 2011 a novembro de 2012 para cobrar moradores com parcelas atrasadas do asfaltamento comunitário. De acordo com as testemunhas, Geminiano pouco acompanhava as equipes responsáveis pelo serviço e sequer tinha sala na sede da administração. 
Na justificativa da defesa, Gemininano foi contratado por sua capacidade de convencimento dos moradores e, quando não estava nas ruas, trabalhava em viagens oficiais. Porém, o próprio réu assume, em juízo, não saber quais valores eram cobrados dos moradores ou a média de pagamentos mensais. 
Na sentença proferida em 27 de agosto, o juiz considera ter havido lesão ao erário em R$ 65 mil e determina a prisão do prefeito por dez anos e reclusão de cinco anos para Geminiano. 
Marcos Mello diz que seus assessores trabalharam nas funções a eles delegadas, "mesmo que tenha ocorrido faltas", o que afasta a tese de funcionários fantasmas. Ele também assume que é amigo de ambos. O ex-prefeito ressaltou, ainda, que Borges foi nomeado a pedido das funcionárias do Caps, principalmente para cuidar de pacientes homens em casos de surto. 
Tanto a advogada de Borges e Geminiano, Lilian Rute Cotrim de Souza, quando os advogados de Mello, Amilton de Almeida e Júlio César Henrichs, recorreram das decisões. 
Amilton de Almeida considera rigor ao extremo nas decisões do magistrado, "que não levou em consideração os depoimentos da defesa", e coloca em xeque as decisões porque, na primeira sentença, determina que o Ministério Público analise as declarações das testemunhas para tomar medidas contra possíveis inverdades. "Ele toma como base os depoimentos que nem ele tem certeza se são verdadeiros? É muito estranho e contraditório", afirma. 
Lilian Ruth afirma que Borges trabalhava fora do horário de expediente sem compensação e que o fato não foi levado em conta. Ela também diz que Geminiano exerceu suas funções, mas que a falta de registro de ponto dificulta a comprovação.
Luís Fernando Wiltemburg
Reportagem Local

Prefeito atrasa dados e é multado no Norte Pioneiro


Nilson Xavier, prefeito de Nova Fátima (Norte Pioneiro) nas gestões 2009-2012 e 2013-2016, deverá pagar cinco multas de R$ 725,48 – totalizando R$ 3.627,40. A decisão é do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) e foi motivada pelo atraso no envio das informações do primeiro ao quinto bimestres de 2012 ao Sistema de Informação Municipal- Acompanhamento Mensal (SIM-AM) do órgão de controle. 

A irregularidade foi comprovada em processo de tomada de contas extraordinária, julgada regular com ressalva na sessão de 6 de outubro da Primeira Câmara do Tribunal. A multa está prevista no artigo 87, Inciso III da Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Complementar Estadual nº 113/2005). 
Os votos dos conselheiros foram embasados em instrução da Diretoria de Contas Municipais (DCM) e parecer do Ministério Público de Contas (MPC). Os prazos para recurso passaram a contar a partir da publicação do acórdão, em 15 de outubro, na edição nº 1.223 do Diário Eletrônico do TCE-PR.

Redação Bonde com TCE-PR

Paraná registra rajadas de vento de 100 km/h nesta quinta

As tempestades que atingem as regiões sul, sudeste e central do Paraná nesta quinta-feira (22) chegaram a formar rajadas de vento de 100 km/h em Ortigueira (113 km ao sul de Apucarana). Apesar do vendaval, até as 17h não foram registrados incidentes de destruição, apenas quedas isoladas de árvores na zona rural da cidade e granizo, informa o Corpo de Bombeiros local. 

As temperaturas também caíram drasticamente em diversos municípios do Estado. Em Ponta Grossa, a temperatura foi de 30,8 ºC às 12h15 para 20,8 ºC às 12h30, queda de 10 ºC em apenas 15 minutos. 

As chuvas têm castigado com mais intensidade as cidades do litoral do Paraná. Até as 16h30, Guaratuba havia registrado precipitação acumulada de 84 mm. Por lá já choveu 248 mm em outubro, enquanto a média para o mês é de 170 mm. No interior, Ivaí (89 km a oeste de Ponta Grossa) chegou a 68 mm nesta quinta. 

Enquanto isso, no oeste e no norte, as temperaturas chegaram a 39 ºC em Assis Chateaubriand (72 km ao norte de Cascavel), 36,6 ºC em Londrina e 35,9 ºC em Toledo. 

O instituto meteorológico Simepar prevê pancadas de chuva para Londrina entre o final da tarde e a noite desta quinta-feira (22). Também deve continuar a chover na cidade nesta sexta (23).

Redação Bonde

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Polícia prende acusado de 5 homicídios e uma tentativa sendo um em São Jerônimo da Serra em 1994

Foto: José Luiz Mendes
Policiais civis da 17ª SDP de Apucarana confirmaram, nesta segunda-feira (19), que Lourival Balduíno 41 anos, foi preso na última quinta-feira (15) no Loteamento Sanches dos Santos, na zona norte da cidade. 

Segundo o delegado-chefe, José Aparecido Jacovós, Balduíno é acusado de ser autor de cinco homicídios e uma tentativa de assassinato. 

"Ele matou um rapaz de 19 anos em 1994 no município de São Jerônimo da Serra e outras quatro pessoas em Tamarana. O Balduíno também seguiu uma pessoa até a casa dela e tentou matá-la em Tamarana; isso tudo no ano de 1999.É um criminoso de alta periculosidade que estava morando em Apucarana há quatro anos", afirmou o delegado Jacovós.

De acordo com a Polícia Civil, Balduíno deve ser transferido ainda nesta segunda-feira para uma unidade prisional de Londrina.
Com informações de Cindy Anieli
http://tnonline.com.br/

Deputados aprovam construção de hidrelétricas no Paraná; uma delas no Tibagi


Os deputados aprovaram na sessão plenária desta segunda-feira (19), na Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 549/15, que prevê a construção de empreendimentos hidrelétricos e de geração de energia em diversas regiões do estado. A proposição, que passou em segundo turno, estabelece a implantação de 28 novas usinas hidrelétricas, pequenas centrais hidrelétricas, centrais geradoras hidrelétricas, usinas termelétricas e estações transmissoras, que deverão ser construídas no Paraná para a ampliação da produção e transmissão energética. 

De acordo com o projeto, de autoria do Poder Executivo, esses empreendimentos devem ser instaladas nos rios Jacutinga, Sapucaia, Chopim, Bonito, Pirapó, Comissário, Espingarda, Tormenta, Tibagi, Iapó, Jordão, Iratim, do Lontra, Verde, Iguaçu e Belém. 

Todos os empreendimentos já contam com licença prévia do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). O projeto prevê, no seu artigo 2º, que as construções devem observar as legislações municipal, estadual e federal.

Redação Bonde com Alep

domingo, 18 de outubro de 2015

Londrina vence o Confiança e sobe para a Série B

O Londrina está classificado para a Série B do Campeonato Brasileiro de 2016. Neste domingo (18), no Estádio do Café, o time paranaense derrotou o Confiança por 1 a 0, gol de Luizão, e garantiu uma vaga na Segunda Divisão da próxima temporada.
O gol do Londrina foi marcado aos 13 minutos do primeiro tempo. O zagueiro Luizão aproveitou sobra na área depois de escanteio e cabeceou forte para estufar a rede no Estádio do Café. No segundo tempo, o time da casa conseguiu segurar a pressão do Confiança.
Na ida, as equipes empataram em 0 a 0. Os outros dois clubes que subiram para a Série B são Brasil-RS e Vila Nova.

sábado, 17 de outubro de 2015

Horário de verão começa à 0h deste domingo

Entra em vigor neste fim de semana o horário de verão em dez estados mais o Distrito Federal. À 0h (meia-noite) de sábado (17) para domingo (18), os moradores devem adiantar os relógios em uma hora. O horário de verão vai durar até o dia 21 de fevereiro de 2016.
O governo federal estima que irá economizar cerca de R$ 7 bilhões com a adoção do horário de verão. O valor diz respeito aos investimentos que precisariam ser feitos no sistema elétrico caso a mudança de horário não fosse adotada. Neste caso, seria necessário atender a uma demanda adicional de 2,6 mil megawatts (MW) no período, segundo o Ministério de Minas e Energia.
selo horário de verão (Foto: Editoria de arte/G1)
O horário diferenciado abrange os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Região de Londrina: jovem desaparece após entrar no Tibagi


Um jovem de 27 anos está desaparecido desde o final da tarde do último domingo (11), quando entrou no rio Tibagi para nadar. A ocorrência foi registrada por volta das 17h, nas proximidades da ponte de Jataizinho (Região Metropolitana de Londrina). 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Tiago Santana da Silva resolveu se banhar após uma partida de futebol. Apesar de não saber nadar, ele afirmou aos amigos que o acompanhavam que iria apenas ficar nas proximidades de um balanço que ele instalou em uma das árvores da margem do rio. 

Instantes após subir no balanço, Santana acabou caindo e desaparecendo na água. Acionados ao anoitecer, os bombeiros não puderam estender as buscas por causa da falta de luz. As procuras foram retomadas na manhã desta segunda-feira (12), com a ajuda de equipamentos próprios para o trabalho.

Redação Bonde

sábado, 10 de outubro de 2015

Tempestades danificam 2,4 mil casas no PR

Quase 10 mil paranaenses foram afetados pelas tempestades acompanhadas de ventos e granizo que caíram no Estado entre anteontem e ontem. Segundo o último boletim da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, mais de 2,4 mil casas foram danificadas em 17 municípios devido ao mau tempo. A principal cidade atingida foi Ipiranga, nos Campos Gerais, onde metade da população de 15 mil habitantes foi afetada pelo granizo e 1.780 casas sofreram destelhamentos. 
"Além disso, 25 moradores tiveram ferimentos leves por causa da tempestade que começou no final da tarde e durou sete minutos. Todos os prédios públicos da cidade foram afetados, entre eles, a prefeitura, postos de saúde e escolas", informou o prefeito de Ipiranga, Roger Selski. De acordo com ele, lonas e telhas estão sendo distribuídas para que as pessoas permaneçam nas residências sem necessidade de deslocamento ao abrigo formado em um ginásio de esportes. 
Conforme o porta-voz da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, capitão Eduardo Gomes Pinheiro, uma equipe permanece na cidade para levantar dados e apurar se existe a necessidade de ajuda humanitária aos moradores afetados. A Defesa Civil também continua no local realizando a distribuição de lonas. Segundo dados do Simepar, tempestades podem atingir diferentes regiões do Estado até o início da semana que vem. "Trabalhamos com 15 centros regionais junto ao Corpo de Bombeiros para atendimento imediato das situações. Estamos em sistema permanente de plantão", declarou Pinheiro. Além de Ipiranga, Borrazópolis (Norte) e Cascavel (Oeste) foram bastante atingidos pelas chuvas. 

Doações

A Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG), composta por 19 prefeituras, organiza uma campanha de arrecadação de donativos na região em benefício dos moradores de Ipiranga. Telhas onduladas, lonas, colchões, mantimentos e roupas podem ser doados nas prefeituras. Em Ponta Grossa, as doações podem ser entregues na sede da AMCG, na Rua Ataulfo Alves, 351, no Jardim América. Em Ipiranga, a entrega é na quadra Adir Fernandes, na região central, onde desabrigados estão sendo atendidos pelo município. A Prefeitura de Ipiranga também disponibilizou o telefone (42) 8871-4090. 

Shows adiados

A forte tempestade também atingiu o Norte do Paraná e destruiu boa parte da estrutura que receberia diversos shows da programação musical da Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial da Região de Cornélio Procópio (Expocop). 
Diante da previsão de chuva para os próximos dias e a falta de tempo para reconstruir a arena de shows, a produtora responsável resolveu suspender as apresentações. "Não vamos cancelar. A intenção é transferir para a próxima semana, provavelmente entre quarta e sexta, dependendo da agenda dos artistas", afirma Allysson Kalil Cordeiro, diretor da rádio Graúna FM e da AKC Produtora, que organizam a programação artística da Expocop. 
(Colaborou Auber Silva/Grupo Folha)
Rafael Fantin
Reportagem localFolhaWeb

terça-feira, 6 de outubro de 2015

PM DE ASSAÍ JÁ SABE QUEM ASSASSINOU O VIGIA NOTURNO


A PM de Assaí, já apreendeu um menor que teve a participação no crime da noite de segunda-feira,05, que chocou toda a população da cidade.

De acordo com o Sgto. Paulo Sérgio Ibba, ao apreender o menor, morador da Vila Nova Esperança, o mesmo confessou que participou do assalto à Farmácia Farmais e que o autor dos disparos que matou o Vigia Noturno Sérgio dos Santos, 45 anos, popular Amarelinho, é um elemento maior de idade.

Todo o efetivo da PM de Assaí e região estão em diligências no sentido de prender o criminoso.

O tiro que atingiu o Marelo, acertou sua cabeça e a vítima morreu no local.

Com informações do Blog do Chaguinhas

Mais benefícios sociais para todo o Paraná - ARTIGO DE BETO RICHA


Enquanto, em Brasília, o governo federal corta R$ 25,5 bilhões dos gastos com programas sociais previstos para 2016, no Paraná nós ampliamos os recursos para este objetivo porque entendemos que, independente da situação caótica da economia no país, devemos governar para todos, especialmente para os mais pobres. Por isso, no conjunto de medidas que adotamos para proteger nosso estado dos efeitos da crise nacional, criamos o Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

Aliás, não estamos fazendo nada de novo. A criação de um fundo com essas características atende a uma obrigação constitucional e já havia sido criado em vários estados brasileiros. A oposição ao nosso governo, como sempre faz, andou espalhando inverdades, sem conhecer o Fundo e seus objetivos. Vamos utilizar os R$ 400 milhões do Fundo na construção de casas populares, em programas de combate a desigualdades sociais e na proteção de direitos e qualificação profissional.

Também não haverá aumento de impostos. Essa reserva será constituída com recursos oriundos do acréscimo de dois pontos percentuais nas alíquotas do imposto sobre ICMS de produtos considerados supérfluos. Os dois pontos percentuais serão depois reduzidos, de forma a não ocorrer aumento na carga tributária para o contribuinte, e ficarão disponíveis para serem vinculados ao Fundo.

É importante também frisar que o Fundo não vai tirar qualquer recurso dos municípios. Serão alocados recursos adicionais decorrente do recolhimento antecipado de ICMS no setor de energia elétrica e nas áreas de comunicação e combustíveis que compensarão a aplicação de recursos no Fundo. Além do mais, os recursos do Fundo de Combate à Pobreza serão usados nos municípios.

Os municípios ganharão duas vezes com as medidas de nosso ajuste fiscal, incluindo esse Fundo. Primeiro, porque haverá um aumento de 20% nos repasses, devido ao nosso ajuste fiscal, aos municípios. E segundo porque todos os benefícios do Fundo serão para as pessoas, que vivem nos municípios. Os recursos desse Fundo, um instrumento ágil e eficiente, serão usados exclusivamente para esse fim.

Sem demagogia ou medidas mirabolantes, vamos ajudar ainda mais aos municípios, que sofrem cada vez mais com a crise nacional e estão depauperados pela organização federativa hoje no país. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios, até setembro último houve uma queda de 5,8% nos valores repassados através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O impacto é ainda pior nos municípios pequenos por terem orçamentos mais modestos e maior dependência dos repasses do FPM.

Nossa previsão orçamentária para o próximo ano é de R$ 6,8 bilhões, a serem investidos prioritariamente em setores para beneficiar os cidadãos em todo o nosso estado, com maior desenvolvimento socioeconômico de todos os paranaenses: Educação, Saúde, Segurança, Infraestrutura, Agricultura etc. Além disso, os mais carentes ainda terão os recursos previstos no Fundo de Combate à Pobreza. O Paraná segue em frente, com responsabilidade e honestidade.

Beto Richa, governador do Paraná

Resultado da eleição de Conselheiro Tutelar em São Jerônimo da Serra

Ocorreu durante este domingo (04) a eleição de conselheiro tutelar de São Jerônimo da Serra, foram (cinco) candidatos concorrendo a 5 (cinco) vagas. 
Ao todo foram 425 votos.


Confira o resultado:

Eleitos:
Natalie Oliveira Barbosa - 121 Votos
Soraia Barbosa - 93 Votos

Hélio Leite - 90 Votos
Neimara Aparecida Almeida - 83 Votos
Fernando José Leite - 38 Votos

Suplentes:0

Reginaldo Saturnino

AL aprova projeto que muda eleição de escolas

A presença de professores e representantes da APP-Sindicato, que ocuparam as galerias da Assembleia Legislativa (AL) na tarde de ontem, aos gritos de "Retira! Retira!", não impediu os deputados de aprovarem, por 35 votos a 15, em primeira discussão, a proposta que altera as regras para eleições de diretores das escolas estaduais. 
Os parlamentares acataram o substitutivo geral apresentado pelo deputado Tiago Amaral (PSB), relator do projeto na Comissão de Educação da Casa, que propõe algumas alterações no texto original, mas que ainda mantém itens que desagradam professores e funcionários de escolas. Durante votação em segundo turno, entretanto, foram apresentadas 12 emendas, sendo 10 da oposição, e a decisão final sobre o projeto foi adiada. 
Desta forma, o texto segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) nesta terça-feira. Porém, como já é previsto que a bancada oposicionista peça vistas à mensagem na CCJ, a discussão derradeira sobre as eleições em plenário deve ficar para amanhã. 
O Executivo afirma que pretende democratizar a escolha dos diretores e qualificar a gestão das escolas com as mudanças propostas. O deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), por outro lado ressalta que o projeto, com alterações já propostas, vai promover uma ampliação da participação da comunidade escolar nas escolas. "Estamos trazendo nesta lei conceitos novos que são muito importantes. Só quem tem medo da democracia pode ser contra o voto universal, por exemplo", ressaltou. 
Por outro lado, a categoria argumenta que o governo quer intervir no andamento da educação no Estado e, de certa forma, punir professores e funcionários de escolas devido aos acontecimentos do primeiro semestre. Entre as emendas apresentadas pela oposição está a que prevê que o mandato dos diretores será de quatro anos. 
De acordo com o texto original, o mandato será de dois anos renovável por mais dois. O cumprimento do segundo período estaria condicionado a uma avaliação a ser conduzida pelos Conselhos Escolares. Esta possibilidade fica condicionada à aprovação de uma lei posterior, a ser apresentada pelo Executivo. O novo texto teria "critérios objetivos de avaliação de desempenho" a serem utilizados pelos conselhos. 
"Não temos problema com avaliação dentro da comunidade escolar o que temos problema é que o governo tenta interromper um mandato dos eleitos no meio do caminho. É isso que não é objetivo nosso", disse Marlei Fernandes, secretária de finanças da APP-Sindicato. 
Outra emenda protocolada ao substitutivo suprime o tópico que determina como requisito para inscrição da chapa dos candidatos a diretores a inscrição em curso de formação escolar fornecido pela Secretaria Estadual de Educação (Seed). Além disso, a oposição também cobra a manutenção do voto proporcional como previsto na legislação atual e exclui a proposta do Executivo de voto igualitário. Pelas regras atuais, professores e funcionários têm maior peso na eleição, com 50% dos votos, e os outros 50% para pais e estudantes maiores de 16 anos. 
Para o deputado Professor Lemos (PT) o projeto ainda padece de algumas imperfeições que não interessa à educação pública. "o jeito que está o texto vai alterar leis que garantem a liberdade de escolha das nossas comunidades e vai prejudicar o andamento das escolas. Propusemos as emendas para que possamos melhorar a proposta, para deixá-la em condição de ser aprovada. Caso as emendas apresentadas não sejam acatadas na CCJ vamos pedir que os deputados rejeitem o projeto em segunda discussão", avisou.
Rubens Chueire Jr.
Reportagem Local FolhaWeb

Presos fazem rebelião e ocupam PEL II; uma pessoa é feita refém



Presos da unidade 2 da Penitenciária Estadual de Londrina (PEL II) iniciaram uma rebelião por volta das 10h30 desta terça-feira (6) na zona sul da cidade. A mobilização começou na galeria 21 da unidade penal, quando um agente abria a cela para guardar um preso que recebia atendimento médico. 

Todos os 30 agentes penitenciários que trabalham no local deixaram o prédio. A rodovia João Alves da Rocha Loures foi interditada. 



Cerca de 20 presos já estão em cima do telhado, armados com facas e pedaços de pau. A maioria está com o rosto coberto. O interior da penitenciária pode estar bastante destruído, uma vez que pedaços de construção estão sendo jogados. 

Uma pessoa está sendo feita refém. 

O Comando da Polícia Militar foi deslocado para o local para avaliar a situação e abrir as negociações. 

Com capacidade para 960 presos, a PEL II recebe atualmente 1.250 detentos. 

(com informações da repórter Viviani Costa/Grupo Folha)