Pesquisar

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Mais de 3 metros acima do nível, Rio Tibagi transborda e inunda chácaras


A forte chuva que cai sobre o Paraná desde a última sexta-feira (20) tem afetado moradores de várias regiões, em especial, de áreas ribeirinhas. Não é preciso ir muito longe para constatar esse efeitos. Em Jataizinho, região metropolitana de Londrina, o rio Tibagi transbordou, alagando dezenas de residências e chácaras da zona rural. As informações são da Defesa Civil. 

"Existem dois pontos mais críticos: um conjunto de pelo menos 20 chácaras próximo à bifurcação do rio Jataizinho, afluente que corta o município, e outro na Vila Frederico. Além de equipes da Prefeitura, o Corpo de Bombeiros de Ibiporã foi acionado para auxiliar no atendimento às vítimas", explicou Rodolfo Brandão, secretário-executivo do órgão. 

O Rio Tibagi já está a três metros e meio acima do nível normal. "Quando o nível ultrapassa quatro metros, um plano de contingência é acionado, ou seja, várias áreas se reúnem para uma força-tarefa, a fim de providenciar abrigos e atender a outras necessidades. Por enquanto, estamos apenas em estado de monitoramento. Existe sim a possibilidade de entrar em estado de alerta, mas isso será decidido apenas no final do dia", adiantou. 


Barcos, inclusive, já estão posicionados na região para eventuais saídas de moradores, caso seja necessário. "A população já foi avisada da situação desde semana passada, quando recebemos a informação de que a vazão nas usinas hidrelétricas da Copel está quatro vezes superior ao normal. A defluência média é de 700 metros cúbicos, sendo que, às 7 horas de sexta, marcava 1.900 metros cúbicos", detalhou o secretário-executivo. 

"Desde então, o rio subiu quatro metros e foi caindo de nível no fim de semana. Existe também o sincronismo com a barragem de Capivara, que também está com vazão excedente", completou. "O problema é que algumas pessoas se recusam a sair de suas casas com medo de deixar seus pertences e serem vítimas de arrombamentos e furtos", finalizou. 

Por enquanto, não foi possível calcular o número de pessoas afetadas no município. Em princípio, não houve registro de feridos.

Samara Rosenberger - Redação Bonde


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia