Pesquisar

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Sobe para seis número de mortos em tragédia aérea em Londrina


Um dos dois trabalhadores que ficaram gravemente feridos na tragédia aérea que matou cinco pessoas na PR-545, em Londrina, no final da tarde de quarta-feira (20), morreu no hospital durante a madrugada desta quinta (21). Com o óbito dele, subiu para seis o número de mortes no acidente. 

O corpo do trabalhador foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Londrina. Ela ainda não foi identificado. 

Acidente 

Um avião agrícola sofreu uma pane ao decolar do aeroporto 14 Bis, no distrito da Warta, e, ao tentar retornar para pista, a aeronave perdeu altitude e bateu contra uma Kombi que passava pela rodovia. Cinco pessoas morreram na hora e outras quatro ficaram feridas, entre elas o piloto, identificado como Bruno Nobre, que foi encaminhado ao hospital por terceiros e não corre risco de morte. 

Com o forte impacto, o avião explodiu. As chamas se alastraram e também atingiram o veículo, que transportava trabalhadores que executavam um serviço de capina às margens da estrada. A Kombi trafegava no sentido Warta-Londrina. 

Os cinco mortos no local do acidente foram identificados como Rodolfo Florêncio Fagundes, Renan Florêncio Fagundes, Flávio Tosi, Cleverson Henrique Pereira e Odirley de Oliveira Inácio. Os corpos já foram liberados pelo IML. 

Investigação 

A aeronave é da empresa Viagro Vidotti Agro Aérea e se dirigia ao interior de São Paulo. Especialistas do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) estarão em Londrina nesta quinta-feira (21) para colher informações para o inquérito que deve apontar a causa da queda. O laudo deverá sair em alguns meses. A Polícia Civil também vai investigar o acidente. (com informações do repórter Auber Silva, do Bonde)
Guilherme Batista - Redação Bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia