Pesquisar

quarta-feira, 9 de março de 2016

Equipe de TV é feita refém por Movimento Sem Terra no Paraná

A equipe de Jornalismo da TV Tarobá de Cascavel (Filiada da TV Bandeirantes) foi feita refém por membros do Movimento Sem Terra (MST), no início da tarde desta quarta-feira (9), em uma propriedade rural em Quedas do Iguaçu (região Centro-Sul do estado). 

Segundo nota publicada no site da TV, a equipe, com a repórter Patricia Sonsin e o repórter cinematográfico Davi Ferreira, se aproximava da área para coletar imagens quando aproximadamente 50 pessoas, do movimento armados com escopetas, facões e pedras, se aproximaram do carro da emissora. 

Divulgação
Divulgação


De acordo com informações, os membros do MST ameaçaram quebrar os equipamentos de gravação e os celulares, além de coagirem os repórteres. Em seguida, os dois foram obrigados a seguir os integrantes até um acampamento, no qual foram ameaçados novamente de agressão física. Após uma reunião dos membros, a equipe foi liberada. 

A Polícia Militar (PM) de Quedas do Iguaçu foi informada sobre o acontecimento, no entanto, afirmou que não tem acesso às propriedades para tomar atitudes. E completou dizendo que a polícia e equipes de reportagem não são autorizadas pelo MST para se aproximarem do local. A ação durou cerca de 20 minutos. 

Ainda, conforme nota divulgada, a TV Tarobá repudia este tipo de ação de violência e enfatiza que isso é tirar a liberdade de imprensa. Segundo Sirlei Benetti, editora da Tarobá, a denúncia criminal deverá ser informada à autoridade de segurança em Cascavel.

Redação Bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia