Pesquisar

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Paraná: ex-prefeito é multado por licitações irregulares

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou parcialmente procedente uma representação encaminhada pelo atual prefeito de Ribeirão do Pinhal (Noroeste). Dartagnan Calixto Fraiz, prefeito desde 2009, denunciou irregularidades na administração de seu antecessor, o ex-prefeito Moacir Ribeiro Lataliza (gestão 2005/2008). As denúncias trataram principalmente, de irregularidades na Secretaria de Compras e Licitação Municipal. 

O relator do processo, corregedor-geral conselheiro Ivan Bonilha, considerou procedentes as informações sobre falta de documentação exigida em edital da licitação nº 009/2008, modalidade Convite. A empresa Paz & Baroni deixou de apresentar certidões de registro e regularidade junto ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) e certidão negativa de protestos de títulos e documentos. 

O erro, considerado formal pelos julgadores, resultou em multa ao ex-prefeito Moacir Lataliza e ao presidente da Comissão de Licitação à época, Marcelo Corinth. Cada um terá de recolher R$ 691,13 aos cofres públicos. 

Outra irregularidade, também formal e envolvendo processo licitatório, gerou multa. A administração abriu licitação na modalidade Convite, para a qual a lei prevê a obrigatoriedade de encaminhamento de convite a, pelo menos, três. A comissão de licitação de Ribeirão do Pinhal convidou apenas duas empresas e realizou o certame final com a participação de apenas uma, sem justificativa. 

A falta resultou em nova multa, nos mesmos termos da primeira, no valor de R$ 691,13, ao ex-prefeito Moacir Lataliza e ao presidente da Comissão de Licitações, Marcelo Corinth.

Redação Bonde com TCE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia