Pesquisar

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Richa libera recursos a fundo perdido para 28 municípios

O governador Beto Richa autorizou nesta terça-feira (25), em solenidade no Palácio Iguaçu, a liberação de recursos a fundo perdido para mais 28 prefeituras. O dinheiro é do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM) e é aplicado em projetos definidos pela população. 

No total, o PAM repassa R$150 milhões a municípios com até 50 mil habitantes. Atendem a esse critério 367 municípios paranaenses. Destes, 281 já apresentaram os projetos e estão autorizados a receber o dinheiro. Os recursos do PAM são provenientes de devolução orçamentária da Assembleia Legislativa, que, pela economia feita pelos deputados e pela casa em geral, conseguiu devolver o valor para que fosse investido pelo Poder Executivo na melhoria de vida nas pequenas cidades. 

"O PAM está entre as inúmeras iniciativas do governo estadual para dar aos prefeitos maior capacidade de resposta às necessidades de suas populações", disse o governador Beto Richa. "Esses programas confirmam o caráter municipalista deste governo, sensível às demandas dos prefeitos, especialmente neste período de queda nos repasses federais", afirmou. 

Na semana passada, durante encontro com prefeitos, em Londrina, Richa lançou mais um pacote de ações para melhorar a infraestrutura dos municípios. Foram lançados um programa para construção de calçadas nas cidades; um novo sistema de financiamento para obras municipais com taxa de juros escalonada, menor para pequenos municípios; uma nova etapa do programa de apoio à aquisição de máquinas e equipamentos, com recursos da Fomento Paraná, e um programa de combate à erosão urbana. 

Os municípios contam, também, com o programa Caminho das Pedras, que destina R$ 132,2 milhões para pavimentação de estradas rurais com pedras poliédricas. 

O prefeito de Cambira, Maurílio dos Santos, afirmou que com a queda nos repasses do governo federal, do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), as pequenas cidades ficam mais dependentes do governo do estado. "O governador Beto Richa, sensível a queda da redução do FPM, está nos ajudando profundamente com a liberação desses recursos", afirmou. "Além do PAM, o município de Campira já assinou para receber o programa de pedras irregulares e a reforma e obra do nosso Hospital Reginal", disse Maurílio. 

Em Tomazina, no Norte Pioneiro, com os R$ 330 mil PAM, a prefeitura irá adquirir terreno para um parque industrial. "Estamos sempre em contato com grandes empresas para que se instalem no nosso município e garantam empregos à população. No entanto, tínhamos dificuldade de onde instalá-las", disse o prefeito Guilherme Cury, que é presidente da Associação de Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi). 

"A ação mais importante do governo do Beto Richa é o respeito. O municipalismo faz com que o estado enxergue os pequenos municípios, que são os que mais precisam da ajuda", afirmou Cury. 

Pelo PAM as prefeituras recebem de R$ 300 mil a R$ 550 mil, de acordo o número de habitantes. "O importante deste programa é que a população pode escolher o que fazer com o dinheiro", disse Beto Costa, prefeito de Goioerê, cidade que vai usar a verba para recape asfáltico. "O Richa está firmando uma gestão municipalista, visitando todas as cidades, com anúncio de novas ações do governo para cada uma delas", disse o prefeito de Goioerê. 

A prefeita de Virmond, Lenita Miersva, disse que a população de sua cidade está agradecida. "Fazemos reconhecimento ao governo por este programa, que chegou em boa hora, pois precisamos mesmo de parcerias, projetos e recursos do governo do estado", afirmou. 

Para Antonio Ferreira Filho, prefeito de Bocaiuva do Sul, o programa é fundamental para o desenvolvimento do interior. "O governo tem feito um trabalho sensacional com todos os prefeitos e isso vai nos ajudar muito logo nesse começo de gestão", disse. 

"Além deste programa, o governo está proporcionando que quase 75% do nosso esgoto seja tratado. Também entramos no programa de calçamento e recape asfáltico", completou Ferreira Filho.
AEN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia