Pesquisar

sábado, 5 de outubro de 2013

Dilma recebe mais de 150 prefeitos em palanque no PR


Fotos: Marcos ZanuttoO motivo da visita da presidente Dilma Rousseff (PT) a Campo Mourão (Noroeste), ontem, era a entrega de 179 máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) a municípios paranaenses. Aproveitando que a doação foi destinada apenas às cidades com menos de 50 mil habitantes, entretanto, ela não perdeu a oportunidade de enaltecer outros programas que considera prioritários no próprio governo. Citou o Mais Médicos, o projeto que destina 75% dos royalties do petróleo para a Educação, além do programa Minha Casa, Minha Vida. 

Ao todo, 154 prefeitos (mais de um terço do total de prefeitos do Paraná) foram contemplados. Um a um, foram chamados ao palco para posar para fotos ao lado da presidente. Um deles levou até uma bandeira do PT, dobrada, para que Dilma a autografasse. A presidente o fez de forma discreta e o impediu quando ele tentou estender o acessório. 

Em cerimônia que começou com mais de uma hora de atraso, e se estendeu por quase três horas, a presidente mais uma vez se posicionou no palco do evento entre a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), e o governador Beto Richa (PSDB), que possivelmente se enfrentam nas eleições para governador no ano que vem. Gleisi, apesar de não ter assumido oficialmente a candidatura, foi recebida aos gritos de "governadora" por alguns correligionários. No discurso, Dilma referiu-se à ministra como "meu braço direito e meu braço esquerdo". A ministra não discursou. Dilma também manifestou intenção de voltar à região ainda em novembro deste ano para inaugurar o contorno norte de Maringá. 

Além da chefe da Casa Civil e do governador do Estado, Dilma estava acompanhada dos ministros Helena Chagas, secretária de Comunicação Social da Presidência da República; Pepe Vargas, do Desenvolvimento Agrário; Paulo Bernardo, das Comunicações; e César Borges, dos Transportes. 

Dilma fez questão de enfatizar que os 179 retroescavadeiras, motoniveladoras e caminhões-caçamba foram doados aos municípios. "São equipamentos de qualidade e produzidos no Brasil. O programa é feito com recursos que cobramos do contribuintes. Tem que haver retorno para a população", afirmou. 

A presidente disse ainda que os municípios com menos de 50 mil habitantes também serão beneficiados pelo programa Mais Médicos, que causou polêmica no País ao propor a contratação de profissionais formados em outros países para atendimento na rede pública. "Uma das maiores reclamações dos prefeitos é a falta de médicos. Os governadores também reclamam, o Ministério da Saúde fala a mesma coisa e as pesquisas mostram que a população quer melhor atendimento em saúde. Por isso criamos o Mais Médicos", justificou, acrescentando que "vamos priorizar a contratação de médicos com diplomas brasileiros, mas não vamos olhar com preconceito para os médicos com diplomas de outros países". 

Ao divulgar o programa Minha Casa Melhor, que prevê crédito de até R$ 5 mil para compra de móveis e eletrodomésticos para os beneficiários do programa Minha Casa, Minha Vida, a presidente destacou que o dinheiro pode ser usado para comprar, entre outros itens, TV de plasma e máquina de lavar roupas automática. "É automática, não é tanquinho, não. É para tirar a mulher do tanque", disse. 

Ao contrário do que fez em recentes declarações, o governador Beto Richa, na cerimônia, não reclamou da ausência de investimentos federais. O tucano discursou antes da presidente Dilma Rousseff e enalteceu a importância das parcerias entre governo do Estado e governo federal. Ele citou a construção de casas populares, através do programa Minha Casa, Minha Vida. 

Para a plateia de prefeitos, Beto Richa ainda afirmou que seu governo é "municipalista", já que privilegiaria investimentos nas cidades, e enfatizou que sempre trabalhou ao lado dos prefeitos e prefeitas sem distinção de partidos. "Quem paga a conta das divergências político-partidárias é o povo."


FolhaWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia