Pesquisar

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Estudo afirma que existe semelhança genética entre amigos

Uma pesquisa americana aponta que nossos amigos são tão parecidos geneticamente conosco quanto com parentes distantes. O estudo reuniu duas mil pessoas em pequenas cidades dos Estados Unidos. 

Durante as análises, os cientistas identificaram que amigos compartilham 0,1% mais DNA, em média, do que pessoas que não se conhecem. A similaridade, por exemplo, é encontrada entre primos de quarto grau. 

Publicada no periódico da Academia Nacional de Ciência americana, a pesquisa não foi bem aceita entre alguns grupos de pesquisadores. 

O estudo 

Foram analisados 500 mil marcadores genéticos do genoma humana, usando dados coletados em um estudo sobre coração. 

Além do DNA, os participantes indicavam quem eram seus amigos mais próximos. Os cientistas americanos concluíram que a similaridade entre o DNA de amigos era maior do que entre estranhos. 

Os autores afirmam que buscaram identificar qualquer estratificação populacional ou parentescos em uma amostra menor, de 907 pares de amigos. "Excluímos qualquer pessoa que tivesse alguma relação entre si", disse James Fowler, um dos cientistas. "Não queríamos que alguém pensasse que esses resultados eram gerados porque as pessoas eram amigas de seus primos de 

quatro grau e não haviam nos contato sobre isso", explicou. 

O outro lado 

Rory Bowden, palestrante do Wellcome Truste Center dor Human Genetics, na Universidade Oxford, demonstrou desconfiança quanto aos resultados apresentados. 

"Questiono se os métodos levaram mesmo em conta fatores que conhecidamente levam duas pessoas a serem amigas, como frequentar a mesma igreja, praticar os mesmos esportes ou ter as mesmas afinidades culturais", disse. Segundo ele, isso levaria a uma correlação entre seus genótipos. (Com informações da BBC Brasil).
Redação Bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia