Pesquisar

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Beto Richa sanciona alterações no ParanaPrevidência

O governador Beto Richa (PSDB) sancionou, durante a tarde desta quinta-feira (30), o projeto de lei que altera o sistema de custeio do ParanaPrevidência, o fundo previdenciário dos servidores públicos estaduais. A sanção saiu cerca de 24 horas após a ação policial cometida contra centenas de professores no entorno da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e a aprovação do polêmico projeto, em segundo e terceiro turnos, pelos deputados estaduais. 

Os professores foram até o Centro Cívico na quarta-feira (30) para protestar contra o projeto que previa as alterações ao ParanaPrevidência. A entrada dos manifestantes à Alep, entretanto, foi impedida pela Polícia Militar (PM), que os atacou com balas de borracha e bombas de efeito moral enquanto os deputados discutiam e aprovavam a proposta. 

Mais de 200 pessoas ficaram feridas na ação policial, conforme informações do Samu. 

Previdência 

Com a aprovação do projeto, 33,5 mil aposentados com 73 anos ou mais serão transferidos do Fundo Financeiro, mantido pelo Tesouro do Estado, para o Fundo Previdenciário (ParanaPrevidência). 

De acordo com o Governo, a medida vai garantir uma economia mensal de R$ 125 milhões aos cofres do Estado. Do outro lado, servidores que contribuíram ou ainda contribuem para o ParanaPrevidência afirmam que o fundo não será capaz de arcar, a longo prazo, com os pagamentos de aposentadorias e benefícios. 

As alterações previstas ao ParanaPrevidência fizeram diversas categorias de servidores estaduais retomarem a greve entre o final da última e o início desta semana, entre elas professores da Rede Estadual, servidores e docentes das universidades, agentes penitenciários, profissionais do Judiciário e funcionários da Secretaria Estadual de Saúde.

Redação Bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia