Pesquisar

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Após discussão, mulher mata dois e acerta bebê de 3 meses

A Polícia Civil de Ipiranga, região dos Campos Gerais (PR), procura uma mulher suspeita de ter matado duas pessoas e atingido outras duas, entre elas um bebê de apenas três meses. A criança foi encaminhada em estado grave ao Hospital do Trabalhador, em Curitiba, mas seu quadro é estável. 

As vítimas, Marcos Aurélio de Almeida, de 29 anos, e José Valdecir Nunes, de 38, moradores de Ponta Grossa, foram mortos a tiros depois de tentar cobrar uma dívida da venda de um carro. O veículo foi vendido por Jamila Neves e seu marido, Luiz Augusto Ferraz Neves, de 27 anos, que teriam recebido o dinheiro pela venda, mas não entregaram o bem ao comprador. 

Segundo a polícia, as vítimas também estavam armadas e encontraram o casal na rua, em Ipiranga. Após uma discussão, a mulher sacou um revólver calibre 32 e os matou com tiros na cabeça e tórax. 

Na confusão, uma criança de apenas três meses e seu pai, que passavam pelo local, foram atingidos por uma bala perdida. "Estavam no local errado e na hora errada, mas não correm risco de morrer", esclareceu o delegado Mariano Petrunkon, que investiga o caso. 

Segundo o delegado, um adolescente de 16 anos, filho de uma das vítimas, escapou dos tiros e foi ouvido pela polícia. 

Três armas de fogo, entre elas duas pistolas, foram apreendidas pela Polícia Militar no local da ocorrência. Luiz neves foi preso e assumiu a autoria dos homicídios, mas testemunhas relataram que os tiros foram disparados pela mulher, que está foragida. 

(Com informações da Banda B, Polícia Militar e G1) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia