Pesquisar

quinta-feira, 14 de março de 2013

Cansado de ver mãe ser agredida, jovem ateia fogo no próprio pai

A violência doméstica teve final trágico na noite desta quarta-feira (13). Um jovem de 23 anos foi preso depois de atear fogo no próprio pai, no bairro Boqueirão, em Curitiba. Gilberto Lexinoski alegou que estava cansado de ver a mãe apanhar do pai. Leopoldo Lexinoski, de 55 anos, foi socorrido e levado ao Hospital Evangélico. O estado de saúde dele está estável, mas é grave.
Os vizinhos ficaram assustados com o caso e disseram à Banda B que o jovem é muito tranqüilo e nunca deu problema para a família. De acordo com o depoimento à polícia, o pai chegou em casa, que fica na rua Rua do Jardineiro, bêbado. Como de costume, segundo testemunhas, o homem agrediu a mãe do garoto, que desta vez resolveu agir. Gilberto pegou álcool, jogou no pai e ateou fogo nele. Ainda, há informações que o pai era bastante agressivo e também batia no jovem desde criança. A mãe informou que já teria feito Boletim de Ocorrência contra o marido.
Vizinhos acionaram o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e encaminharam a vítima ao Hospital Evangélico em estado grave, com queimaduras na face e no peito.
Depois da ação, o jovem sentou para esperar a chegada dos policiais. A Polícia Militar (PM) realizou a prisão em flagrante de Gilberto, que foi levado para o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul). “Há teses que poderão ser utilizadas na defesa do jovem, mas por enquanto ele foi preso em flagrante por tentativa de homicídios”, disse o delegado Marco de Góes.

Banda B


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia