Pesquisar

domingo, 10 de março de 2013

Homem mata adolescente e tem casa incendiada por populares

Marcelo Carlos da Silva, de 45 anos, teve a sua casa incendiada por populares na tarde de sábado (9), na Rua Jurandir de Castro Villas Boas, no Parque Alvorada, em Santo Antônio da Platina.
O motivo foi o assassinato do adolescente Mateus Luiz Batista Gonçalves, de 17 anos, na noite de sexta-feira, cometido por Silva, com duas facadas que atingiram o pescoço e o pulmão da vítima.
O garoto ainda chegou ser socorrido e foi levado ao Pronto Socorro com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã de sábado.
Segundo relatou um vizinho do assassino, o motivo do homicídio foi banal. Mateus e um amigo estavam sentados na calçada, quando um terceiro adolescente disse ao filho do assassino que os meninos do bairro não gostavam de rock, o que teria insultado o rapaz. Depois de discutir com os garotos, o rapaz foi até a casa e disse ao pai que havia sido agredido. Silva então pegou uma faca e foi até a esquina onde estavam os adolescentes, e sem sequer questioná-los desferiu os golpes que atingiram Mateus.
Vendo a gravidade da situação, Silva se apresentou à polícia e contou o ocorrido. Ele recebeu voz de prisão e permanece preso na 38ª Delegacia Regional de Polícia.
Populares do bairro, ao saberem da morte do adolescente, se revoltaram e atearam fogo na casa do assassino. Móveis, eletrodomésticos e pertences dos moradores, salvos pelos bombeiros após conterem o incêndio, também foram saqueados.
No imóvel, destruído no sinistro, apenas o cãozinho da família permanecia à espera de algum morador.
O filho do assassino, de 22 anos, que morava sozinho com o pai na casa, foi até a delegacia para denunciar o incêndio e também acabou preso por ter participação no crime.
A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o homicídio e também o incêndio criminoso.

Tanosite

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia