Pesquisar

quarta-feira, 3 de abril de 2013

SAMU e Bombeiros recusam atendimento e deixam população revoltada

Moradores de Santo Antônio da Platina se revoltaram na manhã desta terça-feira, dia 2, com o descaso por parte dos socorristas do SAMU e do Corpo de Bombeiros ao negarem atendimento a uma vítima, na área central da cidade.
Lilian Fernanda Cândido, de 28 anos, passou mal em frente à Caixa Econômica Federal e desmaiou. Debilitada, devido ao tratamento de quimioterapia que realiza, a moça aguardava atendimento do lado de fora da agência em uma cadeira de rodas, quando começou a passar mal. Segundo contou a irmã da vítima, Gleice Cristina Cândido da Silva, Lilian, que também tem diabetes, iniciou o tratamento contra um câncer de mama na última quinta-feira, e desde então está sofrendo muito, no entanto, precisava ir até a agência para dar entrada no fundo de garantia.
Nervosos com situação da vítima, uma gerente e um vigia da agência bancária, com a ajuda de populares prestaram os primeiros socorros e acionaram o SAMU, mas foram informados pelo médico regulador, responsável pela triagem, que o caso não era de competência da equipe, que atende apenas casos de urgência. Logo em seguida, quando a equipe de reportagem do Tanosite passava pelo local, vendo a gravidade da situação, e, com a informação de que o SAMU não atenderia a ocorrência, fez contato com os bombeiros para socorrer a vítima, que para a surpresa também recusou o atendimento, responsabilizando o SAMU pela negligência.
A coordenadora do SAMU em Cornélio Procópio, Alessandra Mariucci, responsável pela base em Santo Antônio da Platina, disse que irá solicitar uma cópia dos áudios para analisar o caso, mas adiantou que o processo de triagem, visto como burocrático pela grande maioria que solicita o atendimento, é fundamental para encaminhar uma equipe da base ou, até mesmo uma ambulância do município, como, segundo ela, foi o caso em questão. Para a coordenadora, “ao realizar um atendimento de emergência através do192 o solicitante deve manter a calma e detalhar ao máximo a situação. Ainda de acordo com a coordenadora, um programa para orientar a população sobre como proceder ao solicitar o serviço deve ser apresentado em breve à população.
O comandante do Corpo de Bombeiros em Santo Antônio da Platina, tenente Jefferson Gregório, disse que o atendimento realmente não é de competência da corporação, mas reconheceu que poderia ter havido bom senso, e que irá orientar a guarnição como proceder para se evitar transtornos em casos futuros.
A vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro no carro da reportagem onde permanece internada. De acordo com a equipe de enfermagem, apesar de estar bastante debilitada a paciente se recupera bem.
Luiz Guilherme Brandani - Tanosite

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia