Pesquisar

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Governador Beto Richa vira nome de cemitério no Paraná

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), foi “homenageado” por estudantes, professores e funcionários da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), do campus na cidade de Campo Mourão, região Noroeste do Estado, a 477 km de Curitiba.
Estudantes da Unespar (Universidade Estadual do Paraná)/Fecilcam (campus Campo Mourão) realizam protesto contra decisão do governador nesta segunda-feira (27). Manifestantes converteram o campus em “cemitério Beto Richa”, onde, segundo eles, “o governador pretende sepultar a autonomia universitária e a democracia”.
O protesto na Unespar/Fecilcam foi contra a decisão do governador tucano de transferir a sede da reitoria da Unespar para Paranavaí, contrariando a decisão do Conselho Universitário, que decidiu pela cidade de Curitiba.
Os alunos acenderam velas, criaram um pequeno cemitério, e realizaram um funeral simbólico que, segundo os organizadores, simboliza a morte da autonomia universitária e da democracia. Ambas asseguradas pela constituição.
“O cemitério simboliza a morte da universidade. A universidade sendo desrespeitada. Isso leva ao fim da democracia no ensino”, explicou um aluno que participava da organização do protesto.
Os alunos ainda fizeram uma procissão pelas dependências da faculdade carregando um pequeno caixão em luto à autonomia universitária.
Entenda o caso
O Conselho Universitário da Unespar, após ampla discussão e por votação, definiu no ano de 2011, Curitiba para abrigar a reitoria. No entanto, em 08 de março de 2013, o governador Beto Richa anunciou a cidade de Paranavaí como sede da reitoria. A medida contraria a decisão democrática dos conselheiros que integram o órgão máximo deliberativo da universidade.
A decisão do COU pautou-se em argumentos estratégicos em termos de administração e economicidade de recursos públicos, na concepção de uma universidade multicampi e multiregional e foi exaustivamente debatida entre os membros do Conselho.
Além dos campi, a Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp) também manifesta-se contra a decisão do governo, inclusive, encaminhou um ofício ao governador, Beto Richa, apresentando os motivos pelos quais apoia a luta da comunidade da Unespar

Esmael Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia