Pesquisar

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Mais de 8 mil aposentados e pensionistas podem ter pagamento suspenso

Cerca de 8,3 mil servidores aposentados e beneficiários de pensão do governo federal poderão ter seus pagamentos suspensos a partir deste mês. De acordo com o Ministério do Planejamento, o pagamento será suspenso porque eles deixaram de comparecer à rede bancária entre março e junho para fazer o recadastramento anual. Segundo o ministério, houve reiterados avisos para que os aposentados e pensionistas fizessem o recadastramento nesse período. 

Para evitar o problema, bastaria ao beneficiário comparecer a uma das 6 mil agências de bancos conveniados (Banco do Brasil, Caixa e BRB) no mês em que faz aniversário", lembrou o ministério. 

Em nota divulgada nesta quarta-feira (18), o ministério destaca que "todos [beneficiários] são avisados três vezes sobre a obrigatoriedade do comparecimento: a primeira, uma carta de sensibilização no início do processo; depois, no mês anterior ao aniversário, a convocação para fazer a atualização no prazo de 30 dias; e, ao final desse período, quem não comparece ainda tem outra chance e recebe a terceira notificação para se recadastrar nos 30 dias seguintes". 

Foram emitidos 235.190 avisos individuais para recadastramento entre março e junho. Destes, 8.330 beneficiários deixaram de comparecer à rede bancária. A suspensão dos pagamentos equivale a cerca de R$ 30,4 milhões mensais ou R$ 395,2 milhões por ano. Para ter o pagamento restabelecido e o nome incluído na folha seguinte, ou em uma folha suplementar, basta ao beneficiário fazer o recadastramento no órgão ou entidade de recursos humanos que concedeu o benefício.
Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia