Pesquisar

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Ladrões ameaçam atear fogo no ex-senador Zé do Chapéu durante assalto a residência em Carlópolis

O ex-senador, José Eduardo Andrade Vieira, ex-dono do Bamerindus, viveu momentos de terror na manhã desta segunda-feira (9). Ele teve a casa em que mora com a família em Carlópolis (174 km de Londrina), no Norte do Paraná, invadida por três homens e permaneceu rendido sob ameaça por quase duas horas.
De acordo com o delegado Marcos Paulo Rubira, Vieira saiu para levar o filho de 12 anos no colégio e quando retornou foi surpreendido com os bandidos já dentro da residência, rendendo a empregada doméstica. O trio estava aramado e procurava dinheiro e ouro nas coisas do ex-banqueiro.
Zé do Chapéu, como é popularmente conhecido no meio político, ainda foi ameaçado pelos ladrões. Eles chegaram a jogar álcool em cima de seu corpo e ameaçaram atear fogo e fugir. Porém, a ação não se concretizou. "Ele não sofreu agressão física", contou o delegado.
Para fugir, o trio pegou a caminhonete Toyota Hilux de propriedade da família. Os homens levaram cerca de R$ 800 em dinheiro, um notebook, sapateiras, bebidas alcoólicas e louças de cozinha. "Não eram coisas de grande valor", comentou Rubira, que ainda citou que há denúncias informando que o veículo teria sido visto já no Estado de São Paulo.
Além do ex-senador e a empregada, outros três funcionários que chegaram durante o crime ficaram presos dentro de um dos cômodos da casa. Eles só conseguiram se libertar por volta das 9h30, com ajuda de vizinhos e então acionar a Polícia Militar (PM). No local, não havia câmeras de segurança. Nesta tarde, o delegado colhia depoimentos para identificação dos suspeitos.
Em 1997, durante o governo Fernando Henrique Cardoso, Zé do Chapéu teve seu banco, o Bamerindus, vendido pelo Banco Central ao grupo inglês HSBC. Também atuou como ministro da Indústria, do Comércio e do Turismo e da Agricultura, Abastecimento e Reforma Agrária, entre 1992 e 1993 e, posteriormente, em 1996.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia