Pesquisar

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Saiba quem foram os Deputados Estaduais campeões de faltas e de assiduidade


Dos 57 deputados estaduais do Paraná que exerceram mandato no ano passado, 10 faltaram a mais de um quarto das sessões ordinárias. O "líder" entre os ausentes é Hermas Brandão Jr. (PSB), que compareceu a 65 das 113 plenárias realizadas entre fevereiro e dezembro, um aproveitamento de 57,52%. Em seguida, aparecem Roberto Aciolli (PV), com 61,06%, Caíto Quintana (PMDB), com 65,49%, e Plauto Miró (DEM), também com 65,49%. Estão no grupo, ainda, Marla Tureck (PSD) e Toninho Wandscheer (PT), com 69,91% cada, Evandro Júnior (PSDB), com 71,68%, Mauro Moraes (PSDB), com 73.45%, Ney Leprevost (PSD), com 74.34%, e o londrinense Luiz Eduardo Cheida (PMDB), com 74.44% de comparecimento. 

O ranking dos mais faltosos é bem distribuído entre os diferentes partidos da Casa. Dos que possuem três ou mais representantes, podendo indicar liderança, apenas PPS e PDT não são mencionados nesse quesito. O PSD, por sua vez, tem seus dois únicos membros citados. Outra curiosidade diz respeito ao fato de dois herdeiros do ex-presidente da Casa e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas (TC) Hermas Brandão (PSB) estarem na lista: o filho, Herminhas, que decidiu não se candidatar a nenhum cargo eletivo em outubro, e o neto, Evandro, reeleito para seu segundo mandato. 

Se forem consideradas somente as ausências não justificadas, a situação muda, mas não muito. Wandscheer (22), Aciolli (17), Evandro (16) e Brandão Jr. (15) foram, na sequência, os que tiveram mais salários descontados na AL. Depois, aparecem Osmar Bertoldi (DEM) e André Bueno (PDT), ambos com 14 faltas sem motivação informada à Mesa Executiva. 

Na outra ponta, Gilberto Ribeiro (PSB) foi o único parlamentar a aparecer em todas as sessões ordinárias de 2014. Tercílio Turini (PPS) e Edson Praczyk (PRB), porém, também estão bem colocados. O londrinense e o pastor tiveram 98.23% de presença cada, sendo que suas duas únicas faltas foram justificadas. Na sequência, vêm Tadeu Veneri (PT), com 97.35%, Waldyr Pugliesi (PMDB), com 96.46%, e Rose Litro (PSDB), com os mesmos 96.46%. Outros sete deputados completam a lista dos que apresentaram aproveitamento superior a 95%. (M.F.R.)


FolhaWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia