Pesquisar

Carregando...

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Ex-prefeito de Inajá é multado por tentar comprar voto com dinheiro público

Em sessão plenária, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou procedente representação formulada pela Promotoria de Justiça da Comarca de Paranacity (a 73 quilômetros de Maringá) a respeito de irregularidades em despesa efetuada por Alcides Elias Fernandes (PP), ex-prefeito municipal de Inajá (Região Noroeste, a 95 quilômetros de Maringá), em outubro de 2012, em troca de apoio político. Documentação encaminhada ao TCE demonstra que Fernandes emitiu, indevidamente, cheque da prefeitura à médica Silvia Regina dos Santos, para pagamento do tratamento de saúde de Valdinei Ramão Batista.
Em sua declaração ao Ministério Público do Paraná (MP-PR), o então prefeito alegou que Batista procurou a assistência social do município e informou não ter condições financeiras para o tratamento médico. Segundo Fernandes, foi feita a triagem, que concluiu que o paciente cumpria os
requisitos exigidos, e a prefeitura, então, empenhou o pagamento diretamente à clínica que realizou a cirurgia.
No entanto, as suspeitas de irregularidades foram reforçadas pelo fato de o cheque emitido pela prefeitura, nominal à médica Silvia Cristina dos Santos, ter sido depositado na conta de Patrícia B. Lazaro, filha de Ivanilda Ramão, que havia solicitado ao prefeito o dinheiro para o

Prefeito de São Jerônimo da Serra é denunciado por desvio de recursos

(Foto: Divulgação/ Tribunal Regional Eleitoral)
O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou à Justiça o prefeito de São Jerônimo da Serra, no norte do Paraná, Adir dos Santos Leite (PSDB), pelo crime de desvio de recursos públicos. A denúncia foi oferecida ao Tribunal de Justiça (TJ) do estado nesta terça-feira (2), após o fim das investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que descobriu um esquema de fraude de licitações. Para o MP-PR, o prefeito participou de 73 crimes, entre eles corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, fraude à licitação e organização criminosa. Outras 39 pessoas foram denunciadas pelo órgão pelos mesmos crimes há sete dias.
Na denúncia, a promotoria afirma que Leite participava diretamente do esquema, comandando o grupo criminoso que atuava no município.  O processo contra o prefeito foi desmembrado e encaminhado para o TJ, pois o gestor possui prerrogativa de foro.  O prefeito está licenciado do cargo desde o dia 18 de agosto, pelo período de 30 dias, segundo a prefeitura.
O advogado do prefeito Mauricio Carneiro disse ao G1 que ainda não teve acesso à denúncia e, por isso, não sabe como a promotoria está tratando o caso. Mesmo assim, o advogado afirma que vai pedir a anulação das investigações. “Desde o início, as investigações deveriam ter ocorrido pelo Tribunal de Justiça, pois o meu cliente é prefeito, e não pela comarca local. Além disso, desde o início a promotoria alega que há irregularidades,  mas não há provas comprovando que o crime de fato aconteceu. Não há provas que mostrem que houve prejuízo ao erário”, completa.Ainda conforme o Ministério Público, o grupo, comandado pelo prefeito, direcionava licitações para empresários previamente escolhidos e estes concretizavam os desvios. A organização também abastecia carros particulares e de terceiros com recursos municipais. Para o MP-PR, o esquema ocorreu do dia 1° de janeiro de 2013 a meados de agosto de 2014.

Luciane Cordeiro
Do G1 PR

Helicóptero do Graer realiza atendimento em São Jerônimo da Serra

Uma paciente de 68 anos, por nome de Lazara do Nascimento de Oliveira, 68 anos, foi atendida na tarde desta desta segunda feira (01), no Centro de Saúde em São Jerônimo da Serra, pelo médico cardiologista Drº Faustino Gentilin, onde foi realizado alguns exames, e constado um Infarto agudo do Miocárdio.

A mesma foi encaminhada para o Hospital Municipal de São Jerônimo da Serra, onde foi feita a medicação, e em seguida acionado a equipe do helicóptero Falcão 1 do Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo (Graer), baseado em Londrina.

A paciente foi encaminhada  em estado grave, para a cidade de Londrina onde em seguida foi transferida via Unidade Avançada do Samu para o Hospital João de Freitas em Arapongas segundo recomendação do médico cardiologista, onde recebeu o atendimento médico necessário.

O tempo de voo entre as duas cidades foi de aproximadamente 30 minutos e garantiu a rápida locomoção para preservar a vida da paciente.

Com isso a Saúde de São Jerônimo da Serra, juntamente com a equipe do (Graer) vem realizando um excelente trabalho, priorizando a saúde e o bem estar da população.

domingo, 31 de agosto de 2014

Centro de treinamento de galos de rinha é fechado no Norte Pioneiro

A Polícia Ambiental de São Sebastião da Amoreira desmantelou, na tarde de sexta-feira, em Nova Fátima (Norte Pioneiro), um local utilizado como centro de treinamento de galos de rinha. Quatro pessoas foram detidas por maus-tratos a animais e 72 galos foram apreendidos. No local, os policiais encontraram anabolizantes e esteroides, de venda proibida no Brasil, substâncias usadas para desenvolver a musculatura e aumentar a agressividade dos galos. 

"Alguns animais estavam cegos, bastante machucados, e em muitos percebemos o peito bastante inchado, em função das injeções de anabolizante que tomavam, o que é altamente prejudicial", conta o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária, Rafael Haddad, que esteve no local para averiguar as condições de saúde dos animais. 

Segundo o soldado Leonardo Cardoso, da Polícia Ambiental, os animais pertenciam a diferentes proprietários. Um dos detidos morava em um cômodo do barracão onde os galos eram mantidos. Ele trabalhava como cuidador dos animais. "Os galos eram deixados lá para que fossem treinados para as rinhas, tomassem anabolizantes e outros remédios. Ele recebia dinheiro para manter esses animais. Pelos galos considerados vitoriosos, chegava a receber um salário mínimo por mês". 

No local, foram encontrados materiais utilizados para o treinamento dos animais, como protetores de biqueiras e utensílios das brigas, como esporas de aço. A polícia também suspeita que o local era utilizado como ponto para rinhas de galo. "Mas devem existir outros lugares também, que serão investigados", diz Cardoso. 

Os detidos assinaram Termo Circunstanciado de Infração Penal (TCIP) e responderão pelo crime em liberdade. O local foi lacrado e os animais identificados. Eles permanecem no barracão até que o Instituto Ambiental do Paraná encontre local adequado. Todos passaram por avaliação veterinária. Segundo o policial, o morador ficou como fiel depositário dos animais. "Se algum deles desaparecer, ele será o responsável e poderá ser preso".
Rubia Pimenta
Reportagem LocalFolhaWeb

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Próximos Eventos da *** AVARANDA LOUNGE BAR ***

SEXTA-FEIRA -> dia 29 de Agosto SEXTA FREE (Entrada Franca), Show com o Cantor Tony Castro, Tocando o que a de melhor no sertanejo universitário, modas de viola e demais ritmos.
SABADO -> Atendendo a pedidos eles estão de volta, sinônimo de casa cheia, WAGNER CANTORE ACUSTICO & BANDA. Tocando o que a de melhor em todos os estilos... GARANTIA DE BOA MUSICA, Compre já o seu convite antecipado, 1º Lote: R$: 10,00 (Dez Reais), Dia 30 de Agosto, com inicio as 22:00 Hrs.
Maiores informações: (043) 3267-1360
Whatsapp: (043) 9137-3683



Ex-prefeito é condenado por fraudar licitação de cestas básicas no Paraná

A Justiça de Castro, nos Campos Gerais, determinou a suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de cinco anos, do ex-prefeito do município de Carambeí nas gestões 1997/2000 e 2001/2004, Alci Pedroso. Ele ainda foi condenado à perda de função pública, caso esteja exercendo alguma; à proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de três anos e ao pagamento de multa civil. O ex-prefeito, juntamente com outros três funcionários públicos e cinco empresas, foi condenado por ato de improbidade administrativa, devido a fraudes em licitações. 

O ato de improbidade administrativa foi levado à Justiça através de uma ação civil pública, em dezembro de 2001. Nela, a Promotoria de Justiça de Castro aponta que o processo licitatório para a aquisição de cestas básicas para a cidade de Carambeí teve várias falhas graves, cometidas pela administração do município, entre elas a seleção dirigida de convidados, não convocação de potenciais interessados e ajuste entre os concorrentes. 

A auditoria realizada pelo Ministério Público verificou que os convites foram enviados para empresas previamente selecionadas, devido ao interesse exclusivo dos gestores do município. Analisando a composição societária das empresas convidadas, também foi possível constatar que quatro dos cinco mercados eram pertencentes à mesma família, sendo que o quinto convidado na licitação adquiria cestas básicas de um dos outros quatro mercados. 

A sentença impõe, ainda, multa civil ao ex-prefeito no importe de sessenta vezes o valor de sua remuneração na época dos fatos. Também foram condenados três membros da comissão de licitações à perda de cargo público, suspensão dos direitos políticos pelo prazo de três anos e pagamento de multa civil. As empresas que participaram da licitação fraudulenta estão proibidas de contratar com o poder público pelo prazo de três anos e também deverão pagar multa civil.
Redação Bonde com MP-PR

Orçamento de 2015 prevê salário mínimo de R$ 788,06


A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse nesta quinta-feira, 28, que o valor do salário mínimo a partir de janeiro de 2015 será de R$ 788,06. O aumento será de 8,8% em relação ao deste ano, que é de R$ 724. O impacto para as contas públicas no próximo ano, segundo a assessoria da ministra, será de R$ 22 bilhões.

Miriam entregou hoje a peça orçamentária ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Segundo ela, a correção teve como base a regra atual, que calcula o valor a partir da variação da inflação do ano anterior, além do desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

A ministra disse que a proposta orçamentária terá como eixo saúde, educação, combate à pobreza e investimentos em infraestrutura. Segundo ela, o presidente do Senado comprometeu-se a aprovar a proposta orçamentária até o final do ano, dentro do prazo legal.

Agência Estado Ricardo Brito e Ricardo Della Coletta