Pesquisar

terça-feira, 25 de junho de 2013

Paralisação nos hospitais da Zona Norte e Sul começou às 7h desta terça-feira em Londrina

Desde as 7h desta terça-feira (25), apenas os serviços de urgência e emergência são realizados no Hospital Anísio Figueiredo, o Zona Norte, e no Hospital Ignácio Eulalino de Andrade, o Zona Sul, em Londrina. Os funcionários paralisaram os atendimentos para pressionar o governo do Estado a negociar a pauta de reivindicações.
O agente de apoio do Zona Norte, Marcelo Batista Mendes, informou que a adesão ao movimento foi boa e que os atendimentos de urgência seguiam normalmente no início da manhã. A técnica de enfermagem, Tilza de Lurdes Martins, funcionária do Zona Sul, disse que aproximadamente 40 pessoas se concentravam na porta do hospital perto das 9h15.
"Apesar da chuva, o pessoal está muito animado com a paralisação. Eu acredito que as negociações vão caminhar hoje porque todos os hospitais do Paraná estão parados", destacou. A manifestação foi agendada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Estado do Paraná (SindSaúde).
Divulgação / AEN
Paralisação nos hospitais da Zona Norte e Sul começou às 7h desta terça-feira em Londrina
Apenas atendimento de urgência serão realizados
A categoria já havia feito uma primeira paralisação de 12 horas no dia 4 deste mês, porém o governo do Estado ainda não havia convocado uma rodada de negociações. O encontro foi marcado apenas após o anúncio da mobilização desta terça-feira.
Na pauta de reivindicações estão a luta pelo auxílio transporte para todos servidores e com valores compatíveis aos custos de deslocamento, hora extra calculada tendo como critério o salário-base e as gratificações, reajuste nas gratificações e a implementação de um Plano Próprio de Carreira (PPC).
Perto das 9h, a diretoria do SindSaúde entrava em reunião em Curitiba. As propostas apresentadas pelo governo serão debatidas em uma assembleia agendada para o sábado (29).
Pauline Almeida - O Diario

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia