Pesquisar

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

É necessário valorizar mais o professor


Outra iniciativa que têm atraído os estudantes para a área de exatas é a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que teve início em 2005. Aplicada em duas fases a partir do 6º ano do Ensino Fundamental, os alunos com as melhores notas são convidados a participar da Iniciação Científica e recebem uma bolsa de R$ 100. 

Ana Lúcia da Silva, coordenadora de iniciação científica da Obmep na Universidade Estadual de Londrina (UEL), explica que os alunos participam de atividades orientadas por doutores em Matemática. "Aqui trabalhamos uma vez por mês, durante oito horas, em um sábado. Depois eles têm diversas atividades a serem desenvolvidas virtualmente. Não é um reforço para o Ensino Básico, são conteúdos mais avançados, eles aprendem a fundamentação da Matemática", destaca. 

Os alunos seguem apostilas com as atividades propostas, participam de um fórum na internet e também precisam cumprir outras tarefas até o próximo encontro. "O objetivo é incentivá-los a ingressar nas carreiras exatas e tecnológicas. A grande maioria escolhe a tecnológica, mas existe aqueles que optam pela docência", explica. 

Para ela, o Programa Quero ser Cientista, Quero ser Professor é um bom início, mas é necessário valorizar mais o professor. "A pessoa entra motivada e depois não fica, não segue carreira. O professor precisa ser valorizado, precisamos muito de bons professores." (E.G.)

FolhaWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia